Início / Artigos / Emprego e Formação / Saiba tudo sobre os vales de refeição

Saiba tudo sobre os vales de refeição

Saiba tudo sobre os vales de refeição

Os vales de refeição, também conhecidos por cartão alimentação, são cada vez mais frequentes entre os trabalhadores do setor privado.

Ainda assim subsistem dúvidas sobre as vantagens reais desta forma de pagamento do subsídio de alimentação. Estas dúvidas incluem “como e onde utilizar”, entre outras.

Neste artigo do NValores, pretendemos esclarecer todas as dúvidas que possa ter sobre vales de refeição, até porque, como veremos de seguida, esta forma de pagamento também tem as suas vantagens.

O que é um vale de refeição?

Um vale de refeição é uma forma de pagamento do subsídio de refeição diário e pode ser pago em forma de vales (uma espécie de um bloco com vários vales com o valor diário do subsídio de alimentação) ou em cartão de pagamento automático, onde é acrescentado o valor correspondente diariamente ou mensalmente.

Atualmente, a forma de cartão de pagamento automático é a mais frequente, havendo até várias entidades bancárias a desenvolver soluções específicas (Millennium, Santander, entre outros).

Há também empresas especializadas na gestão deste tipo de cartão, como é o caso do Euroticket Refeição Edenred.

Assim, se já recebe o subsídio de alimentação sob a forma de vale, é bastante provável que já esteja familiarizado com os cartões de pagamento automático, que já se tornaram norma em muitas empresas do setor privado.

Quais as vantagens dos vales de refeição?

O subsídio de refeição obrigatório atualmente é de 4,77€, mas as empresas privadas podem optar por aumentar este valor, sendo que o excedente fica sujeito a impostos (I.R.S e segurança social).

Com a opção de vales de refeição as empresas podem oferecer até mais de 60% do valor do subsidio de refeição obrigatório e manter a isenção fiscal.

Ou seja, podem aumentar o subsídio de refeição para 7,63€ sem que isso represente um acréscimo de carga fiscal para si e para os seus trabalhadores.

Ao fazer os cálculos e considerando um subsídio de alimentação diário de 7,63€, as empresas alcançam uma poupança anual por trabalhador de 147,94€.

O valor de poupança dos trabalhadores varia de acordo com a taxa de IRS a que estão sujeitos, mas considerando uma taxa de IRS de 13% a poupança anual seria de 151,02€.

Isto demonstra que, apesar de muitos trabalhadores ainda se sentirem reticentes relativamente às vantagens apresentadas por esta forma de pagamento do subsídio de alimentação, a verdade é que a opção por esta forma de pagamento pode resultar numa poupança substancial.

Basta pensar que estamos a falar de uma quantia que pode chegar perto dos 150 euros por ano, um valor que é relevante para muitas famílias portuguesas.

Tanto os vales de refeição como os cartões de refeição são aceites na maioria dos hipermercados, supermercados, restaurantes e take-away.

Há alguns cartões de refeição que têm protocolos com alguns hipermercados e só são aceites nesses locais, mas a maioria não tem qualquer tipo de limitações.

Para usar qualquer vale ou cartão de refeição basta apresentá-lo no momento do pagamento.

Assim é fácil perceber que optar pelos vales de refeições é vantajoso, tanto para as empresas como para os trabalhadores.

Sobre o Euroticket Refeição Edenred

A Edenred é uma das operadoras que administram e disponibilizam o vale refeição para muitos trabalhadores em Portugal. Por isso, é possível que já conheça o Euroticket Refeição.

Muitas empresas estão a optar pelo cartão da Edenred resultado dos seus muitos benefícios, para além do vale refeição propriamente dito.

Inclusive, a NValores realizou uma análise completa desta opção, explicando as suas vantagens e desvantagens, além de esclarecer as perguntas mais frequentes sobre o Euroticket.

Ver Análise: EuroTicket – Cartão Refeição Edenred Portugal

Podeaceder a esta informação ao clicar aqui.

Tem alguma dúvida sobre o funcionamento do vale refeição em Portugal?

Veja também:

Revisto por Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da NValores (RRNValores Unipessoal, Lda,)

Redes sociais:

Ebook Como preencher o IRS 2022

2 comentários em “Saiba tudo sobre os vales de refeição”

  1. Boa tarde! Trabalho numa ipss e desde 1996 que nos é pago o subsídio de alimentação no valor de 3,49 Ao fim destes anos todos quer nos retirar o subsídio Podem fazê-lo? Obrigado

  2. Boa Tarde.
    Preciso da vossa ajuda.
    Trabalho numa pequena empresa e recebo o subsidio de refeição de 6,83€.
    Entretanto, fiz em regime de horas extraordinárias, durante 7 sábados, das 9h00 as 13h00, ou seja:4 horas por cada sábado
    A entidade patronal agora recusa-se ao pagamento em dinheiro ou retribuição em tempo igual dessas horas, alegando que qualquer tempo extra é contemplado no subsídio de refeição. ??
    Isto é legal?
    Obrigada

Comentários fechados.