Simuladores de ISV 2016

Simuladores de ISV 2016

By | 2017-06-09T01:35:27+01:00 12/09/2016|Categories: Impostos|

Ter um veículo a motor é meio caminho andado para uma data de impostos que devem ser pagos, em alguns casos anualmente, noutros casos são pagos apenas uma vez, como é o caso de ISV (Imposto sobre Veículos).

O ISV é um imposto que é pago apenas uma vez para cada veículo, sendo que para os seguintes veículos este imposto deve ser pago antes de o mesmo ser comercializado:

  • Motociclos, triciclos e quadriciclos;
  • Automóveis de passageiros (que tenham mais de 3.500 kg e que tenham até 9 lugares);
  • Autocaravanas;
  • Automóveis ligeiros de passageiros, de mercadorias ou mistos.

Caso esteja a pensar adquirir um novo veículo, poderá utilizar um dos simuladores de ISV que estão disponíveis para saber qual o valor do mesmo (nem que seja só por curiosidade).

1 – Simuladores de ISV

Existem diversos simuladores de ISV 2016 em Portugal, assim sendo, é importante identificar quais os mais fidedignos para que possa fazer todas as simulações necessárias para saber qual o valor do ISV para determinado veículo.

Desta forma, de modo a facilitar a sua pesquisa, o NValores identificou os 3 melhores simuladores de ISV que pode utilizar sem qualquer preocupação.

Saiba quais são:

Aran

Permite-lhe de forma simples calcular o valor a pagar de ISV, para veículos novos comprados em Portugal ou importados, independentemente de serem novos ou usados;

Portal das Finanças

Basta introduzir os dados do veículo e carregar em “calcular Imposto”;

Anecra

Ao fazer a simulação neste site, pode comparar o valor do ISV para 2015 vs. 2016, verificando assim se houve alguma alteração no mesmo.

2 – O que necessita saber sobre o ISV

É importante salientar, que embora este imposto apenas seja liquidado uma vez na vida do veículo, caso haja alguma alteração no mesmo, existe a necessidade de proceder a um novo pagamento. Os casos em que isso acontece são os seguintes:

  • No caso de alteração da cilindrada, motor ou chassis;
  • No caso de haver uma alteração de veículo de mercadorias para veículos de passageiros;
  • Se solicitar uma nova matrícula após o cancelamento da matrícula inicial junto do IMTT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres), e no caso de ter havido direito a reembolso do imposto ou qualquer outra vantagem fiscal.

Este imposto coincide com a primeira matriculação de um veículo em Portugal, no entanto, o mesmo tem de ser pago antes mesmo de ser comercializado, sendo este o principal motivo para não ser um imposto pago diretamente pelo consumidor (salvo nas exceções que apresentámos anteriormente – pode utilizar um dos diversos simuladores de ISV para verificar qual o valor do mesmo).

É importante saber que os mesmos pagam este imposto da seguinte forma:

  • Veículos novos – Neste caso o imposto já se encontra associado ao preço final de venda;
  • Veículos importados – Neste caso, o veículo quando chega a Portugal não tem o imposto liquidado, assim sendo, independentemente de ser novo ou usado, o pagamento deste fica a cargo do importador (nestes casos é de extrema importância que saiba qual o valor do ISV que terá de liquidar antes de colocar o mesmo em circulação).

Salientamos ainda, que existem pessoas que podem beneficiar da isenção do ISV, sendo casos muito específicos, dos quais salientamos:

  • Veículos de pessoas que tenham um grau de incapacidade comprovada igual ou superior a 60%;
  • Veículos matriculados por funcionários da União Europeia, Parlamentares Europeus e Diplomatas;
  • Veículos que sejam matriculados por emigrantes residentes na União Europeia ou noutros países determinados.

3 – ISV em Portugal

O valor do ISV já tem sido por inúmeras vezes tema de discussão por parte do Governo, uma vez que Portugal aplica aos veículos importados de outros estados membros um imposto que é idêntico ao praticado em veículos que tenham sido colocados em circulação á menos de um ano (pode fazer as devidas comparações utilizando um dos diversos simuladores de ISV).

Assim sendo, no nosso país, o ISV é calculado sem que seja tido em consideração a desvalorização real de um veículo. Desta forma, não é possível garantir que os mesmos estejam sujeitos a um imposto de montante igual ao do imposto que incide sobre veículos usados disponíveis no mercado nacional.

É de salientar que existem apenas 5 escalões na tabela de desvalorização que atualmente se encontra em vigor.

Agora que já sabe o que é o ISV e como é que o mesmo funciona, e quais os simuladores de ISV que pode utilizar, tenha esta questão em atenção se pretender importar um carro de outro país, ou se proceder a alterações consideráveis no mesmo no que concerne os tópicos indicados anteriormente.

Se tiver alguma dúvida ou questão relativamente a este tema, não hesite em contactar-nos, pois respondermos com a maior brevidade possível.

Veja também: Respostas às principais dúvidas sobre ISV

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-06-09T01:35:27+01:00 12/09/2016|Categories: Impostos|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

Leave A Comment