Barclays tem o maior número de processos de mediação de crédito

Barclays tem o maior número de processos de mediação de crédito

By | 2017-05-19T01:32:24+01:00 30/01/2017|Categories: Banca|

É cada vez mais comum que seja solicitada uma mediação de crédito de forma a que os clientes e a instituição bancária consigam chegar a acordo sobre determinados assuntos bancários.

O relatório anual do Mediador de Crédito, confirma que o Barclays (comprado em 2016 pelo Bankinter) continua a ser o banco com maior número de pedidos de mediação (599 mediações de crédito em 2015), em grande parte devido à reestruturação de dívidas com cartões de crédito.

É importante salientar que este número reduziu em aproximadamente 3% quando comparativamente a 2014 (616 processos), e a tendência, na grande maioria dos bancos é exatamente essa, um decréscimo dos pedidos de mediação.

Por exemplo o Santander Totta passou de 29 para 19 mediações, a Caixa Geral de Depósitos de 27 para 19 e a Cofidis de 23 para 16.

Fonte:http://www.mediadordocredito.pt/

Como se procede à mediação de crédito

É importante ter em conta, que a mediação de crédito pode ser solicitada por qualquer cliente bancário, independentemente de ser pessoa singular ou coletiva.

No entanto, o primeiro contacto com a instituição de crédito deve ser sempre realizado por parte do consumidor. A mediação apenas é solicitada se as suas pretensões relativamente a determinado produto ou situação de crédito não forem atendidas por parte da entidade bancária ou credora.

Alguns dos assuntos que podem recair sobre a mediação de crédito são:

  • Obtenção de crédito;
  • Renovação de crédito já existente;
  • Reestruturação de crédito previamente concedido;
  • Consolidação de créditos contraídos.

Frisamos que o pedido de mediação é totalmente gratuito e pode ser solicitado de 3 formas diferentes:

  • Email – do.credito@bportugal.pt
  • Carta – Mediador do Crédito, Apartado 21004, 1126-001 LISBOA
  • Fax – (+351) 21 323 34 91

Por norma, um processo de mediação de crédito demora aproximadamente entre 2 a 3 semanas a ser concluído. No entanto, nem sempre o resultado da mediação é favorável ao requerente (pessoa que solicitou a mediação com a entidade bancária).

No entanto, é importante salientar, que nos últimos anos a taxa de sucesso relativamente a este tipo de mediação, tem aumento de forma considerável (atualmente em média 62% dos processos tem um desfecho positivo, sendo que se apenas for contabilizado o ano de 2015 o valor aumenta para 75%).

E você alguma vez ponderou recorrer à mediação de crédito por não conseguir efetivamente chegar a acordo com alguma entidade financeira?

Conseguiu obter um desfecho positivo?

Partilhe connosco a sua experiência neste tipo de processos.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-05-19T01:32:24+01:00 30/01/2017|Categories: Banca|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

Leave A Comment