Poupar nos Tarifários das Telecomunicações

É extremamente incomum nos dias que correm encontrar uma casa que não tenha serviços de telecomunicações.

Contudo, a verdade é que são imensas as famílias que pagam muito mais do que aquilo que é efetivamente necessário.

De qualquer forma, deixamos-lhe de seguida algumas dicas que o vão ajudar a poupar nas telecomunicações.

9 Dicas essenciais para poupar nos tarifários das telecomunicações

As despesas em telecomunicações são cada vez mais uma realidade dos portugueses, e o peso das mesmas no orçamento familiar pode facilmente destabilizar as contas.

Assim sendo, se quer poupar nos tarifários das telecomunicações, pode começar por seguir as dicas que temos para si.

1 – Analise o mercado

Pois bem, cada vez mais existe uma guerra de baixa de preços entre operadoras, devido ao elevado volume concorrencial desta área.

Assim sendo, se analisar o mercado, vai conseguir perceber quais as ofertas existentes e quais as que têm um valor mensal mais acessível.

É importante ter em conta, que de acordo com as recentes alterações à lei, pode fugir da fidelização, contudo, poderá ser uma boa opção implementar um serviço fidelizado, uma vez que os preços são bastante mais atrativos.

Outra questão essencial, é que se ficar fidelizado a uma operadora (por norma são 24 meses) se quiser desistir antes da mesma terminar, terá de pagar um determinado montante (que depende de diversos fatores).

2 – Simule e perceba o que é melhor

Existem online diferentes simuladores que poderá utilizar para perceber qual a melhor alternativa para as suas necessidades.

3 – Tenha atenção ao plafond

Esta forma de poupar nas telecomunicações é maioritariamente válida para telemóveis.

Depois de escolher o tarifário certo para si, tenha atenção aos limites do mesmo (como é o caso de minutos de chamadas, limite de dados móveis, número de sms diárias…).

Embora nos dias que correm os mesmos sejam cada vez mais abrangentes, a verdade é que para quem utiliza o telemóvel como única forma de comunicação, acaba muitas vezes por ultrapassar os mesmos (principalmente os dados móveis).

4 – Esteja sempre a par das novidades

Devido à feroz concorrência do mercado, a verdade é que são criados imensos pacotes (seja de serviços fixos ou móveis) que podem ser muito mais vantajosos para si.

Mesmo que tenha uma fidelização, pode sempre trocar o tarifário desde que seja dentro da mesma operadora (embora na grande maioria das vezes, acabe por ser re-fidelizado).

5 – Não tenha serviços adicionais

Quando se trata de comunicações, a verdade é que tanto nos serviços fixos como nos serviços móveis é possível ter diversos serviços adicionais (como é o caso de plafond extra de internet no telemóvel ou canais premium na tv).

Para poupar nos tarifários das telecomunicações é uma boa ideia cancelar todos esses pequenos luxos que na grande maioria das vezes acaba por não utilizar (e verdade se dica, é dinheiro gasto desnecessariamente).

Deve ter também cuidado com serviços adicionais como aplicações que são pagas ou jogos que embora sejam gratuitos contém funcionalidades (irresistíveis) pagas.

6 – Tenha cuidado com os downloads

Sempre que tiver de fazer atualizações de software, aplicações ou descarregar documentos, tente sempre fazê-lo através de uma ligação wi-fi.

Desta forma, irá estar a poupar os seus dados móveis para alturas em que possam ser imprescindíveis.

Tenha também cuidado com fotos e vídeos publicados em redes sociais, principalmente se o seu plafond for bastante reduzido.

7 – Você tem o poder da negociação

Quando já não se encontra fidelizado, a verdade é que você tem do seu lado o poder da negociação.

Assim sendo, veja quais as alternativas existentes no mercado e tente negociar com a sua operadora.

Na grande maioria das vezes (mediante a re-fidelização) pode conseguir melhores valores.

No caso de não ser possível, tem a possibilidade de cancelar o serviço a custo zero e subscrever o mesmo com outra operadora.

Lembre-se que o importante é poupar nos serviços de telecomunicações.

Se isso implicar uma mudança de operador, faça-o.

8 – Utilize a internet como aliada

Todos os serviços fixos têm acesso ilimitado à internet, e por esse mesmo motivo compensa utilizar aplicações como o Skype, Viber, Facebook ou Whatsapp para falar com quem quiser (principalmente se for com pessoas que não estejam em Portugal).

Além de poupar nas comunicações, vai poder desfrutar melhor da conversa.

9 – Analise sempre a fatura

A grande maioria dos consumidores não olha sequer para a fatura dos serviços de telecomunicações.

Assim sendo, eventuais erros de taxação podem facilmente passar despercebidos.

Quando se encontra numa situação em que tem mesmo de poupar, os tarifários de comunicação fixa e móvel são um bom ponto de partida para poupar dinheiro.

Muitas opções utilizadas são bastante dispensáveis.

Como vê, existem inúmeras formas de poupar nos tarifários de telecomunicações, sendo que começar hoje mesmo a poupar é algo que se encontra à distância de um clique.

Autor: Ricardo Rodrigues

 

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários.

Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal.

Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras.

Email: geral@nvalores.pt