Dicas para poupar na decoração da casa - NValores

Dicas para poupar na decoração da casa

By | 2019-05-21T20:00:27+01:00 21/05/2019|Categories: Aprenda a Poupar|
Poupar na decoração

Quer tenha comprado uma casa há pouco tempo ou esteja a redecorar a sua, a verdade é que os móveis e objetos decorativos podem ser caros! Contudo, saiba que é efetivamente possível poupar na decoração.

E, antes que pense, não precisa de abdicar nem da qualidade nem do design dos acessórios ou mobiliário que escolher.

Claro que para realmente conseguir gastar o mínimo possível, irá ter de fazer algumas pesquisas, analisar as ofertas, encomendar online e criar algumas coisas.

Mas, não precisa de se preocupar!

De seguida vamos dar-lhe várias dicas simples que pode colocar em prática hoje mesmo!

Como poupar na decoração?

Longe vai o tempo em que poupar na decoração significava comprar acessórios de má qualidade ou ter de fazer tudo manualmente.

Hoje em dia, além de ser possível reutilizar um sem número de acessórios que já tem em casa, é possível fazer compras bastante em conta.

Deste modo, a palavra de ordem para remodelar (ou decorar) a sua casa gastando o mínimo possível é: planeamento (e organização).

As dicas que lhe vamos dar de seguida vão ser um bom apoio neste processo.

Compare: Crédito para mobiliário e decoração

1 – Faça um inventário para poder reutilizar

Se entrar num site ou numa loja de decorações para comprar todo o tipo de acessórios novos, a verdade é que irá gastar bastante dinheiro.

Assim, o primeiro passo para poupar ao máximo na decoração da sua casa é reutilizar aquilo que tem! E como é que pode fazer isso? É simples!

Basta fazer um inventário de tudo o que tem em casa de forma a saber o que quer manter, o que quer deitar fora e o que pode ganhar uma nova vida!

Muitas vezes com um peça antiga podemos criar uma nova peça muito mais elegante e atual.

2 – Sabe fazer restaurações?

Claro que não estamos a dizer que tem de ser um profissional do restauro! Mas, imagine que tem um móvel antigo (e deslavado) na sala.

Porque não dar-lhe uma nova vida e pintá-lo ou forrá-lo com papel? A verdade é que muitas vezes, peças mais pesadas podem ficar com um ar muito mais leve e bonito com uma simples pintura.

Se não se sente suficientemente à vontade, nada como falar com um designer de interiores ou um restaurador profissional.

Veja também: Como fazer obras mais baratas

3 – Nada como comprar com desconto

Lojas como a Conforama, IKEA, Leroy Merlin e tantas outras deste género têm cartões de desconto que pode utilizar em qualquer altura.

Assim, se em alguma destas lojas vir peças que servem para decorar a sua casa, nada como aproveitar para as comprar a um preço mais baixo.

Além disso, se esperar pelos saldos, temos a certeza que vai conseguir poupar ainda mais!

Se é daquelas pessoas que adora fazer compras pela internet, saiba que em sites como o Miniinthebox, Amazon ou Aliexpress pode encontrar centenas de acessórios decorativos para a sua casa!

E, o melhor destes sites é que os preços são bastante em conta.

4 – Faça pequenas trocas

Ora bem, se quer poupar na decoração da casa, nada como arriscar!

Muitas vezes basta uma simples mudança numa determinada peça para que o ambiente fique completamente diferente.

Por exemplo, porque não mudar um móvel de lugar? Ou porque não comprar peças que o complementem?

Por exemplo, alguns móveis do IKEA podem ser adquiridos às peças. Assim, para tornar o ambiente completamente diferente, só precisa trocar a ordem das mesmas (ou acrescentar algumas).

Acredite faz muito mais diferença do que aquilo que imagina.

Além disso, que quiser, pode também transformá-lo completamente com recurso a um pincel ou tinta em spray.

5 – A criatividade será o seu melhor amigo

Quando falamos em decorar paredes, a maior parte das pessoas pensa automaticamente em quadros.

Contudo, muitas vezes os preços dos mesmos são bastante mais altos do que podemos gastar na remodelação ou decoração de determinado espaço.

Assim sendo, porque não dar asas à criatividade? Existem inúmeras opções.

Por exemplo:

  • Comprar uma tela e pintar um quadro alternativo em família
  • Criar quadros personalizados com molduras e fotografias de família (existem inúmeras estruturas a preços muito em conta)
  • Colar papel de parede em toda a parede do espaço (claro que vai depender essencialmente da assoalhada que quer decorar)
  • Comprar imagens específicas em papel de parede (depois é só colocar as mesmas na parede – sim, é muito mais simples que colar o papel de parede por inteiro)

6 – Veja alguns tutoriais

Ora bem, não há forma melhor de poupar na decoração do que ser você mesmo a fazer as coisas.

A verdade é que hoje em dia basta uma pesquisa online (no Youtube, Instagram ou Pinterest) e descobre milhares de ideias giras, económicas e super simples de fazer.

Muitas vezes, até em páginas “Do It Yourself” no Facebook é capaz de encontrar vídeos com ideias muito giras.

Se quiser mesmo ter peças originais em casa e gastar o mínimo possível, esta é sem dúvida a melhor opção. Coloque as mãos à obra e divirta-se no processo.

7 – Trocas entre amigos

Ora bem, todos nós temos amigos ou familiares que têm um jeitinho especial para decoração e encontram peças lindas a preços muito em conta.

Se quer gastar o mínimo possível na decoração de determinado espaço nada como trocar peças com familiares ou amigos.

Imagine que um dos seus amigos tem uma peça de decoração que já está farto e quer deitar fora. Pode fazer-lhe uma proposta. Ele pode dar-lhe aquela peça e você dá-lhe outra (que não queira) em troca. Ou então, pode ajudá-lo a fazer algo em troca desse acessório.

O importante é mesmo criar a sua decoração de sonho a um preço interessante.

8 – Faça comparações

A verdade é que muito provavelmente irá querer comprar alguns acessórios ou peças de mobiliário novos para a casa.

No entanto, se quer mesmo poupar na decoração, é importante que antes de comprar, pesquise e compare.

Pense na decoração da sua casa como um objetivo que tem um budget definido. E, como todos os budgets, não deve ser ultrapassado.

Então, de forma a fazer as escolhas mais acertadas, nada como pesquisar as ofertas existentes.

Voltamos a frisar que muitas vezes as compras online podem ser uma excelente opção. Claro que antes de comprar deve ter em conta o tempo de espera e a possibilidade de ficar na alfândega (assim como o custo de desalfandegamento).

9 – Lembre-se dos produtos em segunda mão

Outra forma simples de poupar na decoração, passa essencialmente por comprar em segunda mão.

Sites como o OLX ou Custo Justo têm milhares de peças de mobiliário ou acessórios para qualquer parte da casa.

Assim, independentemente de estar a fazer uma redecoração parcial ou a decorar toda a casa, temos a certeza que vai encontrar algo que agrade.

Claro que é importante frisar que deve ter paciência para analisar as ofertas existentes. Nem tudo estará em condições ou a um preço justo.

10 – Tenha um planeamento

Por último mas talvez um dos pontos mais importantes na poupança. Tenha um plano e um orçamento.

Evite pedir créditos para mobilar a casa (principalmente se for a sua primeira casa). Faça as coisas aos poucos e mediante as suas possibilidades.

Numa fase inicial compre apenas o que é necessário para o seu bem-estar. Depois pode começar a completar a decoração.

Acredite que além de poupar imenso dinheiro, irá dar-lhe margem de manobra suficiente para criar peças ou fazer pesquisas para encontrar as melhores soluções.

Agora já sabe 10 dicas simples para poupar na decoração da sua casa! Só precisa colocar as mãos à obra e aproveitar todo o processo.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-05-21T20:00:27+01:00 21/05/2019|Categories: Aprenda a Poupar|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt