Pagar imi: quando e como

Pagar o IMI: Quando e Como

By | 2017-08-31T16:38:59+01:00 15/01/2016|Categories: Impostos|Tags: |

Existem vários impostos que despertam dúvidas ao Portugueses, no entanto uma grande parte das questões que recebemos são relativamente ao IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis). São muitos os cidadãos que ainda sentem dificuldades no que respeita o momento certo e a forma de pagar este imposto.

Neste artigo vamos explicar quando pagar o IMI, mas também vamos dar informações relevantes sobre como pagar o IMI.

Esperamos que a informação que aqui providenciamos sirva para ajudar a esclarecer as suas questões relativamente a este imposto.

Quando Pagar o IMI?

Vamos começar por verificar qual o prazo de pagamento do IMI, que se mantém inalterado desde 2013. A partir do ano mencionado, os contribuintes puderam começar a pagar este imposto no máximo em 3 prestações (para valores superiores a 500€). Atualmente existem 3 possibilidades de pagamento do IMI, sendo elas as seguintes:

  • 1 prestação – Se o valor de IMI a liquidar em 2016 for de 250€ ou inferior, o pagamento tem de ser efetuado numa única prestação, durante o mês de abril.
  • 2 prestações – Caso o valor do IMI esteja entre 250€ e 500€, pode optar por pagar em 2 prestações, nos meses de abril e novembro.
  • 3 prestações – Caso este imposto seja superior a 500€ pode proceder ao seu pagamento durante os meses de abril, julho e novembro.

Como posso pagar o IMI?

Para realizar o pagamento do IMI precisa do Documento Único de Cobrança (DUC) correspondente. Sempre que são emitidos DUC fora dos prazos de pagamento normais, os mesmos devem ser liquidados até ao final do mês seguinte à sua emissão.

Existem diversas formas de pagar o IMI: nas tesourarias dos Serviços de Finanças, nos balcões dos CTT, nos balcões de diversas entidades de crédito com protocolo com a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), através de home banking, ou na rede Multibanco.

O que acontece se pagar o IMI for do prazo?

Quando se atrasa no pagamento do IMI (independentemente do motivo), de acordo com o artigo 44º da Lei Geral Tributária, vão ser aplicados juros de mora ao montante em dívida.

É importante salientar que caso não pague uma das prestações dentro do prazo estipulado, todas as prestações seguintes vão vencer de forma automática, sendo por isso bastante importante que pague este imposto a tempo e horas, para evitar ter algum problema adicional com a AT (Autoridade Tributária e Aduaneira).

 

Veja A Nossa Sugestão

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-08-31T16:38:59+01:00 15/01/2016|Categories: Impostos|Tags: |

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt