Negócios Rentáveis em Portugal? 30 Ideias lucrativas

Numa altura em que o empreendedorismo está em vogue, são cada vez mais as pessoas que trocam o certo pelo incerto.

Na grande maioria dos casos isso ocorre depois de ter sido realizado um planeamento, e de ter sido testado um negócio.

Embora seja muito bonito gerir um negócio próprio, a verdade é que é sempre uma incerteza.

  • Quanto vai ganhar ao final do mês?
  • Se o mês correr mal como é que paga as contas?
  • Será que sabe como implementar as melhores estratégias de divulgação?

Tudo isto tem de ser tido em conta na altura de decidir largar tudo e ter um negócio rentável (ou não).

Assim, será que a onda de empreendedorismo que se tem erguido ao longo dos últimos anos ainda permite que existam negócios rentáveis?

A verdade é que é cada vez mais simples criar um negócio.

Qualquer pessoa pega numa ideia e transforma a mesma num negócio. A maior dificuldade é obter bons rendimentos do mesmo, e manter o mesmo em funcionamento ao final de 1 ou 2 anos.

É importante referir que como negócio entende-se “vender um bem ou serviço, obtendo um ganho”.

Desta forma, contrariamente ao que a grande maioria pensa, épocas de crise são uma excelente altura para lançar negócios rentáveis.

Isto acontece por diversas razões:

  • Os vendedores têm uma maior urgência em vender os seus bens, o que permite fazer aquisições muito abaixo do valor normal de mercado;
  • É mais fácil adquirir empresas já em atividade, evitando ter que começar tudo do zero;
  • Em épocas de crise os preços tendem a descer;
  • Quando uma pessoa se vê a par com o desemprego, está disposta a arriscar mais facilmente pois não tem nada a perder.

Agora que já percebeu que existem excelentes ideias de negócio, saiba de seguida algumas opções onde pode investir.

Menu de Negócios

Acredite ou não, as mesmas têm uma excelente possibilidade de evolução, desde que se especialize nesse segmento.

Negócios rentáveis

1 – Aquisição de empresas

Apesar de já não estarmos num período de crise muito acentuado, a verdade é que diariamente encerram dezenas de empresas em Portugal.

Investidores com capacidade financeira e know-how, podem arriscar na aquisição de empresas já existentes.

E porque é que é uma excelente oportunidade? Porque muitas destas empresas apresentam uma reputação sólida e uma carteira de clientes estável, pelo que o investidor pode conseguir transformar um negócio em vias de fechar as portas, em algo rentável e auspicioso.

Acredite que pegar numa empresa já estabelecida é mais fácil do que lançar uma empresa do zero. Mas, também vai precisar de alguma cautela neste sentido.

Voltar ao menu

2 – Ser Coaching

A área do coaching tem crescido imenso ao longo dos anos e existem já centenas de coachs a trabalhar em diferentes áreas.

Resumidamente, estes serviços destinam-se a melhorar as aptidões e as capacidades das pessoas e por isso, são bastante procurados em contextos como aquele que Portugal atravessa neste momento.

Alguns dos exemplos mais comuns são:

  • Coach de moda,
  • Parentalidade consciente,
  • Alimentação
  • PNL (NLP)

Existem inúmeras opções à sua disposição.

Descubra: Onde fazer formação em Coaching?

Voltar ao menu

3 – Compra e revenda de bens

Com a crise, muitos portugueses resolveram vender alguns dos seus bens mais valiosos, com o objetivo de fazer dinheiro rapidamente.

Isto abre as portas a negócios rentáveis, baseados na compra e revenda de bens. Apesar de não estarmos em crise, existe ainda um enorme potencial para este tipo de negócio.

Voltar ao menu

4 – Negócios low cost

contexto low cost está cada vez mais forte na nossa sociedade.

Transportadoras aéreas low cost, unidades de alojamento low cost, refeições low cost, etc. A população procura de forma incessantemente os produtos e serviços mais baratos, pelo que a aposta neste conceito representa uma boa oportunidade.

Como é óbvio antes de criar um negócio low cost tem de perceber quais os custos associados ao mesmo, assim como se irá obter lucro.

Lembre-se que acima de tudo é um negócio e deve ser rentável.

Voltar ao menu

5 – Apostar na internet

A Internet representa uma excelente oportunidade para quem procura negócios rentáveis.

Alguns exemplos de negócios online são:

Voltar ao menu

6 – Produção de produtos agrícolas biológicos

Atualmente os portugueses procuram cada vez mais os produtos biológicos e iniciar um negócio neste ramo é uma opção inteligente, pois prevê-se que esta área registe um crescimento contínuo nos próximos anos.

Além disso, a mudança para um estilo de vida mais saudável e com menos ingestão de produtos processados, abre portas a uma grande variedade de negócios.

Voltar ao menu

7 – Reciclagem de materiais

Todos os negócios que usam matérias que são consideradas como lixo para a maioria das pessoas são altamente rentáveis.

Isto porquê?

Porque é possível fazer a aquisição da matéria-prima a preços muito reduzidos e após a “modificação” dos produtos, a sua venda terá uma percentagem de lucro elevadíssima.

Se tem jeito para trabalhos manuais e procura ideias de negócios lucrativos, este é um bom investimento.

Saiba como: Transforme a reciclagem num negócio

Voltar ao menu

8 – Personal Trainer

A sociedade atual sente uma maior necessidade de encontrar produtos e serviços personalizados.

O mundo do fitness não é uma exceção e há uma procura de Personal Trainers cada vez maior. Nesse sentido este é, certamente, um negócio rentável.

Claro que precisa ter formação superior em desporto ou pelo menos conhecimentos muito avançados sobre esta temática.

Lembre-se que um PT além de ajudar a alcançar objetivos, ajuda a prevenir lesões.

Verifique se: Vale a pena ser personal trainer em Portugal?

Voltar ao menu

9 – Loja de comércio local

O comércio local voltou a ser procurado e se encontrar uma boa localização e produtos que são realmente úteis e de alguma forma únicos tem cliente garantidos.

Produtos relacionados com o vestuário, calçado e alimentação são apostas com boas possibilidades de êxito.

Esta é sem dúvida uma das melhores ideias para negócios em 2018.

Veja: Como abrir uma loja de comércio local?

Voltar ao menu

10 – Artigos de luxo

A verdade é que a classe baixa e média foram as mais afetadas com a crise económica recente.

Contudo, a classe alta continua a ter um grande poder de compra e procura produtos de luxo, únicos e personalizados.

A exportação destes artigos também é uma excelente opção. Mas, se investir nesse nicho em Portugal, temos a certeza que irá ter imenso sucesso.

Aprenda:Como vender artigos de luxo

Voltar ao menu

11 – Ter um alojamento local

Portugal é um país de turismo, e a verdade é que quem tem uma casa vaga consegue claramente monetizar a mesma com pouco esforço.

Seja um apartamento no meio da cidade ou uma casa no campo, se procura ideias para ganhar dinheiro, saiba que tem na sua mão uma valente mina de ouro.

Veja como: Ganhar dinheiro no Airbnb

Voltar ao menu

12 – Ser designer

A verdade é que a área de design e multimédia tem tido um aumento explosivo de contratações.

Isso ocorre, pois cada vez mais as empresas querem contratar freelancers que trabalhem não só a imagem corporativa da empresa – ou seja toda a imagem de marca – como também querem que os mesmos trabalhem as imagens para as redes sociais.

Assim, se tem excelentes conhecimentos nesta área e se tem um excelente bom gosto, esta é uma das melhores ideias para abrir um negócio com pouco dinheiro.

Voltar ao menu

13 – Web designer

Pois bem, outra ideia bastante rentável de um negócio que pode abrir, passa essencialmente para parte do web design.

Embora neste ponto possam também estar envolvidas as criações de conteúdos para as várias redes sociais e materiais de apoio – como ebooks ou infográficos, o principal trabalho de um webdesigner acaba por ser a construção de sites.

Aqui, o melhor de tudo é que não precisa de nenhum curso em especial. Basta aprender a mexer com os melhores CMS e perceber o seu funcionamento.

Depois, com prática tudo se consegue.

Voltar ao menu

14 – Remodelação de imóveis

Com a bolha imobiliária que se tem sentido, a verdade é que a compra de imóveis para remodelar é uma excelente oportunidade de negócio.

Precisa obviamente de ter excelentes parcerias e garantir que o valor de venda do imóvel posteriormente às obras chega para cobrir não só os custos da remodelação, como ainda para ter um bom lucro.

Voltar ao menu

15 – Compra de imóveis para alugar

Esta é uma das ideias de negócios em Portugal que mais adeptos tem ganho. Quem tem dinheiro para investir, pode comprar um imóvel e colocar o mesmo a arrendar.

Além de o imóvel se pagar a ele próprio, ainda consegue obter um bom retorno mensal sem precisar de ter muitas chatices. Na verdade, se escolher bem os seus inquilinos, não vai ter chatices nenhumas.

Voltar ao menu

16 – Um franchising

É importante frisar desde já que nem todos os modelos de franchising precisam ser muito caros.

Na verdade, existem modelos de negócio muito em conta e que têm imenso sucesso e um retorno brutal do investimento que foi realizado.

Além de tudo, tem sempre do seu lado um gestor competente que o vai ajudar a tomar corretamente as rédeas do seu negócio. Por isso, temos a certeza que é uma excelente opção para si

Voltar ao menu

17 – Assistente virtual

Até há bem pouco tempo o negócio de assistente virtual não era sequer conhecido em Portugal.

Contudo, ao longo do último ano este serviço tem-se multiplicado imenso. E no que é que consiste? Basicamente enquanto assistente virtual irá trabalhar a partir de casa a ajudar empresários nas tarefas administrativas.

Algumas das tarefas mais comuns são:

  • Gestão de agenda
  • Gestão de redes sociais
  • Marcação de reuniões
  • Envio de documentação

Enfim, existe uma ampla gama de opções, por isso, aqui poderá fazer inúmeras tarefas que tornem o seu trabalho uma mais valia para o cliente.

Voltar ao menu

18 – Ter uma loja virtual

Cada vez mais os portugueses compram através da internet. Assim sendo, esta é uma das muitas ideias de negócios online que pode abrir com um investimento reduzido.

Mas, também neste caso é importante que perceba qual o nicho em que irá atuar, por a área do e-commerce começa a estar um pouco saturada tendo em conta a quantidade de lojas virtuais que abrem diariamente.

Voltar ao menu

19 – Ser programador

Uma das maiores tendências de negócios para 2018 continua a ser ser programador. Na verdade, uma pessoa que saiba mexer em código de forma prática e simples consegue ganhar imenso dinheiro a trabalhar como freelancer.

Mas, se quiser ter uma empresa sua nesta área, também é possível. Basta que reúna uma equipa de pessoas multi disciplinares, e temos a certeza que vai conseguir ter imenso sucesso.

Voltar ao menu

20 – Maquilhadora Profissional

As mulheres preocupam-se cada vez mais com a sua aparência, e querem saber como se maquilhar ou em casa de necessidade que uma maquilhadora profissional as deixe lindas para determinado evento.

Assim, se percebe imenso de maquilhagem, tem aqui uma excelente opção de um negócio a baixo custo e com um alto rendimento.

Além de poder trabalhar num cabeleireiro, pode também fazer sessões de maquilhagem ao domicílio, juntar-se a sessões fotográficas e ainda dar workshops.

Voltar ao menu

21 – Dar formações

Percebe imenso de uma área? Gosta de falar em público e não sente receio de se engasgar a meio de uma conferência?

Se respondeu que sim a estas duas questões, saiba que uma excelente forma de ter um negócio lucrativo passa por dar formações.

Podem ser online, presenciais, por módulos… enfim, você é que precisa perceber quem é o sue público-alvo e quais as suas dores de modo a poder sanar as mesmas com um excelente conteúdo formativo.

Voltar ao menu

22 – Crie um negócio de afiliados

Por último, mas não menos importante, uma excelente opção para ter um negócio rentável e trabalhar com um sistema de afiliados.

Basicamente trata-se da venda de produtos ou serviços de outras pessoas, por uma comissão previamente acordada.

Acredite, é uma forma bastante simples de ganhar dinheiro e ter sucesso. A par com isso, pode vender produtos afiliados e ainda exercer em conjunto mais alguns das ideias que mencionamos anteriormente.

Voltar ao menu

23 – Coworking

O termo coworking significa literalmente “trabalho partilhado”. E, este é um conceito que tem ganho cada vez mais espaço entre os trabalhadores independentes.

No modo de trabalho em coworking um grupo de pessoas divide o mesmo espaço que pode ser uma sala, um escritório ou mesmo um espaço totalmente desenvolvido para esse efeito.

Desta forma, acaba por ser feita uma divisão de despesas, tornando o espaço mais em conta do que o aluguer de um escritório tradicional.

Este é um negócio simples, pois basta um espaço que tenha mesas e estações de trabalho, para que os interessados possam alugar as mesmas durante o tempo necessário.

O melhor de tudo é que o próprio investimento não precisa ser muito elevado.

Voltar ao menu

24 – Negócios com animais

Cada vez mais temos os animais de estimação como verdadeiros membros da família. E, acabamos por lhes dar todos os cuidados e mimos dignos de um rei (ou rainha).

Com isso, o mercado de produtos e serviços para animais cresce cada vez mais. E, é um ramo de mercado que tende a expandir-se. Além disso, dificilmente será uma área atingida por crises económicas.

Existem empresas que fazem até mesmo festas de aniversário para cães e gatos, com direito a bolo e todas as guloseimas próprias para os bichinhos, inclusivamente cerveja. Portanto basta um pouco de criatividade para lucrar muito nessa área.

Voltar ao menu

25 – Trabalhar com consultoria ambiental

A preocupação com o meio ambiente alcançou as grandes empresas, que investem cada vez mais numa produção limpa e formas de preservação do ecossistema.

Para que estes projetos saiam do papel, essas empresas necessitam de consultores especializados na área. E qual vai ser a sua tarefa? Sugerir e auxiliar na implementação de medidas de proteção ambiental.

Quem estiver preparado para prestar consultoria nesse ramo certamente estará um passo à frente relativamente a negócios altamente rentáveis.

Voltar ao menu

26 – Espaços de beleza para o público masculino

Longe vai o tempo em que os homens não se preocupavam com a aparência, e eram indiferentes às rotinas de beleza.

Cada vez mais o público masculino torna-se vaidoso e se preocupa com cuidados relativos à aparência. Alguns bons exemplos são cortes de cabelo, barba e cuidados com a pele.

O problema é que muitos ainda se sentem desconfortáveis em frequentar salões cheios de mulheres. Portanto abrir um espaço voltado para os homens é um ótimo negócio.

Voltar ao menu

27 – Gestão de redes sociais

Administrar a sua própria rede social é provavelmente simples. Mas já pensou ter de cuidar de uma ou várias contas que possuem milhares de seguidores, os quais estão a todo o momento interagindo com likes e comentários?

Certamente não é uma tarefa simples, e essa é a realidade de muitas empresas e marcas que divulgam os seus produtos e serviços nas redes sociais.

Ter um responsável por gerir estes perfis é fundamental para que as páginas se mantenham atualizadas e o público satisfeito.

Aqueles que se dedicam a esse trabalho estão, sem dúvida, num ramo de mercado que cresce todos os anos.

Voltar ao menu

28 – Drones

Os drones caíram no gosto dos consumidores e também das empresas. E atualmente já são explorados para diversas finalidades, inclusive como serviço de entrega ou como ferramenta de filmagem para casamentos.

Uma novidade inusitada e que pode render muito dinheiro para quem se aventurar no ramo.

Voltar ao menu

29 – Food Trucks

Os Food Trucks espalharam-se pelo mundo, e ganharam a preferência de quem procura qualidade e praticidade nas refeições do dia a dia.

Vale bastante a pena investir na ideia, pois o mercado da venda de alimentos está sempre em constante mudança. E, o melhor de tudo é que esta opção não exige um capital inicial tão alto quanto o de um restaurante, por exemplo.

Voltar ao menu

30 – Ser Guia Turístico

Portugal voltou a ser um dos países que mais recebem turistas na Europa, o que fica evidenciado nas estatísticas de 2019.

Até meados do primeiro semestre de 2019 houve um crescimento de 6% no número de turistas que visitaram o país.

Portanto, o ramo do turismo é uma área promissora, na qual vale a pena investir e apostar como negócio rentável.

Voltar ao menu

Estas são 30 ideias simples e práticas que pode colocar em prática com alguma facilidade e que podem ser altamente rentáveis.

Lembre-se que oferecer um serviço único e diferenciado, com um preço justo e elevado valor para os clientes é a melhor forma de alcançar o sucesso.

Além disso, se vai dedicar-se a um negócio, dedique-se a algo que o apaixone. Só assim poderá alavancar ao máximo o seu projeto.

Veja mais: Negócios online de sucesso em Portugal

É um cliché, mas trabalhar com paixão facilita o sucesso.

Este artigo foi publicado em: 18 de novembro de 2015 às 18:24 e atualizado em: 27 de fevereiro de 2020

11 comentários em “Negócios Rentáveis em Portugal? 30 Ideias lucrativas”

  1. Olá estou no mundo dos negocios há muitos anos e todos os negocios são rentaveis , dependendo da sua localização.
    Há consumidores para tudo , desde o mais essencial ao mais superfulo.
    Aqui o que é mais importante é a localização.Um negocio bem localizado nunca fecha.Todos os outros que não estão bem localizados correm sempre esse risco .
    É também importante a diferenciação .Não em tudo .Mas neste momento o mais rentavel é o negocio de venda de vicios .Tabaco,alcool , jogo.As margens são pequenas , mas as vendas são brutais dia a dia.

  2. Olá, sou portuguesa e moro no Brasil, gostaria de abrir em Portugal um Pet Shop de higiene animal, onde além de banho e tosquia venda também rações, bebedouros, brinquedos e roupinhas para os bichinhos mas, não sei como está esse mercado em Portugal. Será que alguém pode me ajudar pois, tenho receio que não seja muito procurado.

  3. Bom dia !

    Também tenho um negócio há 19 anos (infantário) mas por motivos pessoais quero me desfazer dele .
    Se alguém estiver interessado por favor contatar

  4. Boa tarde
    Podem por favor dar-me a vossa opinião acerca da minha ideia de abrir uma loja de comércio local de sementes. rações para animais. ferramentas agricolas. adubos.etc,etc. Será viável?
    Obrigado
    Mesquita

  5. Estou interessado em comprar um hostel, quem tiver corretagem desta especie de negócio favor entrar em contacto.

  6. Ola cladia. Como posso falar consigo!? Sou de leiria e puderei ter interesse.

  7. Olá a todos. Eu tenho o meu próprio negócio, mas por motivos pessoais terei de abdicar dele. Tenho a loja em trespasse! Uma loja com quase 19 anos de existência em Leiria. Se alguém tiver interessado é só entrar em contacto :)

  8. Ola Meninos( Bernardo e Paulo) tudo bem com vcs?
    Olha achei muito lega a mensagem que vcs deixaram por aqui. Eu sou Brasileira, mas nao moro no Brasil a 11 anos, estive morando na Espanha, Inglaterra e agora Portugal. Tenho um grande interesse também de montar meu proprio negocio, acho que este objetivo deve ser o sonho de muitas pessoas, mas nao é nada facil tomar esta decisao.
    Estou com 34 anos e muito motivada a tentar um negocio proprio em alimentecao saudavel, biologica e organica. Sou apaixonada por uma vida saudadel.
    Poderiamos conversar sobre a possiblidade de juntarmos nossas ideias o que me dizem?
    Abracos
    Tatiana

  9. Eu estou mais ou menos na mesma situação. Tenho 30 anos, trabalho por conta de outrem e ganho o ordenado minimo. Quero mesmo ter um negócio próprio mas morro de medo de arriscar. Mesmo não tendo experiência nenhuma na área em que queres abrir o negócio digo-te que tudo se vende desde que seja bem promovido. Para além do investimento na qualidade do produto que vais vender, investe também na criação de uma boa marca e na divulgação da mesma. É meio caminho andado para o sucesso. Arrisca que eu também vou arriscar
    Cumprimentos e um grande abraço

  10. Bom dia, sou um jovem de 34 anos e depois de vários anos a trabalhar por conta de outrem, gostaria de investir no meu próprio negócio. Tenho andado a refletir muito, e estava a pensar investir num negocio de venda de fruta (furtaria tradicional). Gostava de abrir uma pequena furtaria, mas o medo porém, fala mais alto. Eu estou empregado, ganho o ordenado mínimo nacional, e por vezes tenho de fazer uma ginástica valente para ele chegar ao fim do mês. Por isto mesmo, gostaria de arriscar. Gostava de ter opiniões, principalmente de quem está mais por dentro deste negócio. Que acham?
    Obrigado e um grande abraço—

Deixe um comentário