Qual o melhor fornecedor de energia em Portugal?

Três lâmpadas penduradas

A energia elétrica é um dos serviços básicos com maiores custos para o bolso dos consumidores portugueses. Assim, ter um fornecedor de energia que se adeque às suas necessidades sem que o orçamento mensal seja comprometido é fundamental para equilibrar as contas.

Para isso, é necessário fazer algumas comparações entre as comercializadores de energia em portugal. Só dessa forma irá conseguir manter-se informado em relação às tarifas e condições dos contratos de energia elétrica.

O fato é que muitas famílias já pensaram em mudar de fornecedor. Entretanto, muitas vezes acabam por não o fazer devido à falta de informações adequadas.

A pensar nisso, o NValores elaborou este guia com tudo o que precisa saber sobre os principais fornecedores do mercado energético português.

Desse modo, irá ser muito mais simples escolher o que melhor se adapta ao seu perfil de consumo.

Como escolher um fornecedor de energia?

A liberalização do mercado de energia elétrica flexibilizou a contratação deste serviço por parte dos consumidores. Isso porque os mesmos passaram a ter a liberdade para escolher o fornecedor que entendem ser o mais adequado às suas verdadeiras necessidades.

Assim, os preços não são mais padronizados pela ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos. Isso tem obviamente um lado positivo, pois há maior diversidade de preços associados à ampla oferta aos consumidores.

Mas, ao mesmo tempo exige cautela para que o fornecedor de energia seja escolhido de forma consciente.

Uma das principais informações que deve ser considerada é que ainda existem fornecedores de energia associados ao mercado liberalizado ou ao mercado regulado.

A principal diferença é que no mercado liberalizado, o consumidor tem um maior poder de escolha. Isso porque é o cliente quem determina a potência a ser contratada, e de que forma se dará essa contratação.  Já no mercado regulado, os preços continuam a ser fixados pela ERSE.

Tendo isso em mente, é preciso entender que o consumo de energia tem tarifas de acordo com as escalas de horário simples, bi-horário e tri-horário.

O tipo de fornecedor mais vantajoso irá depender obviamente do tipo de consumo.

Se não sabe as diferenças, não se preocupe. Explicamo-las de seguida.

Comparação de custos anuais entre fornecedores de luz e gaz

1 – Tarifa simples

No caso da tarifa simples, o fornecedor de energia liberalizado, Iberdola, é quem apresenta o plano mais barato em relação aos outros fornecedores.

A Iberdola é uma empresa que investe em energia sustentável, sendo hoje a principal produtora de energia eólica no mundo. Além disso, os seus contratos não têm um período de fidelização ou prazo mínimo de vigência.

Veja a comparação entre faturas anuais:

Iberdrola 492,39 €
Gold Energy 511,69 €
YLCE 526,64 €
EDP 526,98 €
PT Live 528,98 €

2 – Tarifa bi-horária

Na tarifa bi-horária prevalece também o mercado liberalizado com ofertas mais económicas para os consumidores.

Neste caso, a Gold Energy é quem apresenta o plano mais vantajoso.

Para quem não sabe trata-se de uma companhia portuguesa, que fornece eletricidade e gás natural desde 2008.

Gold Energy (Monoelétrico + cliente) 504,46 €
YLCE (Enforcesco_YLCE) 518,93 €
PT Live (Plano PT Live casa) 523,63 €
Mercado regulado 524,86 €
Alfa (Tarifa Alfa Mais) 529,79 €
Endesa (Tarifa e-luz) 545,81 €

3 – Tarifa tri-horária

Quando falamos da tarifa tri-horária, ao contrário do que acontece com as outras, o mercado regulado é a opção mais económica.

E, nesse caso a economia pode chegar a até aos 54,5 euros por ano.

Mercado regulado 539,20 €
PT Live (PT Live Casa) 593,72 €
EDP eletricidade 597,09 €
Alfa mais 598,22 €
Energia Simples (Plano Base Online) 608,09 €
jafPlus (Plano Plus) 617,50 €

É claro que o preço é o fator que costuma ter maior peso na hora de escolher o melhor fornecedor de energia elétrica.

Porém, além dos custos, é importante também considerar outros aspetos como a qualidade do serviço de atendimento ao consumidor, bem como o pagamento extra por serviços de manutenção adicionais.

Tendo em vista essas informações essenciais, está na hora de fazer uma pesquisa e comparar os custos e taxas entre os principais fornecedores. Calcule a média do seu consumo mensal, e analise quais os planos que mais se encaixam no seu perfil de consumidor.

O segredo é sempre procurar empresas de energia que ofereçam a maior qualidade do serviço ao melhor preço do mercado.

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt