Como obter e ler o seu extrato bancário

Como obter e ler o seu extrato bancário

By | 2019-03-08T17:24:43+01:00 08/03/2019|Categories: Banca|
Consultar o extrato bancário

Sim, há coisas mais interessantes para ler, mas de tempos a tempos tem de tirar um extrato bancário (seja em papel ou por via eletrónica) para ver a quantas anda. Ou, por outras palavras, para observar a sua conta e avaliar as transações do último mês.

O leitor sabe que um extrato bancário é, genericamente, um papelinho com a indicação do valor que tem na sua conta, mas a sua função vai além disso.

Na verdade, trata-se de um documento obrigatório, disponibilizado pelas instituições financeiras, que tem por objetivo indicar ao cliente o valor, movimentos a débito e a crédito, e outras informações relativas à conta bancária, como vamos ver mais à frente neste artigo.

Mas antes, há a ressalvar que o Banco de Portugal regulamentou que os extratos bancários têm de ser disponibilizados com periodicidade mensal, exceto se não tiverem existido movimentos na conta (caso em que será disponibilizado um extrato anual).

Por isso, aproveite o seu direito de aceder a este documento, compreenda as informações que ele lhe fornece e, já agora, aproveite as funcionalidades dohomebanking para ler o extrato bancário, quando quiser, de onde quiser e sem custos acrescidos… desde que tenha uma ligação àInternet, claro!

A propósito, se gostava de saber como pode abrir uma conta 100% online, clique aqui!

Que informações deve conter um extrato bancário?

Se solicitar à sua instituição financeira o envio mensal do extrato, em papel ou por email, ou se o solicitar presencialmente, numa sucursal do banco, o extrato bancário deve conter todas as informações da conta ou pelo menos as principais:

  1. Data de início e término do período a que se refere o extrato mensal.
  2. Data e data-valor dos movimentos da conta à ordem, mas também de eventuais contas poupança e empréstimos.
  3. Descrição de cada movimento: montante, natureza (crédito ou débito) e moeda utilizada.
  4. Saldo contabilístico e saldo disponível.
  5. Confirmação da elegibilidade dos depósitos detidos para Fundo de Garantia de Depósitos através de referência ao FID (*)

(*) Uma das siglas do extrato bancário em Portugal, que significa Formulário de Informação ao Depositante. De salientar que este fundo garante o reembolso dos depósitos constituídos nas instituições de crédito suas participantes caso se verifique uma situação de indisponibilidade de depósitos.

Se solicitar o extrato bancário no multibanco ou pela Internet, ele poderá exibir menos dados, mas ainda assim possuir as seguintes informações:

  1. Data e hora em que solicitou o documento.
  2. 10 últimas transações que realizou: data, natureza do movimento (débito ou crédito), respetivo montante e uma pequena descrição da operação.
  3. Saldo contabilístico e saldo disponível.

Se solicitar o extrato através do homebanking, pode recolher apenas as informações que deseja, selecionando o espaço temporal pretendido ou o número de movimentos que pretende consultar, assim como a natureza dos mesmos.

De resto, a informação disponibilizada é a mesma que é apresentada no extrato bancário no multibanco.

Quais os principais termos e siglas do extrato bancário em Portugal?

Para que não se perca a ler o extrato bancário, vamos agora explicar o significado de algumas das suas expressões e siglas.

Transação: É o número da transação efetuada.

Conta: É o número da sua conta bancária.

Data: É o período, ou seja, a data inicial e a data final dos lançamentos que estão no extrato e revela o dia e, muitas vezes, a hora em que atransação foi feita. A data de emissão e o período abrangido, ajudam-no a saber a que mês ou datas correspondem os movimentos que está a consultar. E isso permite-lhe controlar gastos, mas também aperceber-se de alguma irregularidade, como um pagamento repetido, por exemplo.

Data e data-valor: A data diz respeito à data em que ocorreu a operação de débito ou de crédito e a data-valor à data a partir da qual a instituição bancária irá debitar ou creditar o montante em questão na sua conta.

Movimentos: Parte mais importante do seu extrato bancário, pois permite-lhe perceber como foi gastando e recebendo o dinheiro ao longo do mês.

Natureza dos movimentos: Para melhor ler o extrato bancário é preciso distinguir créditos de débitos, sendo as siglas dos movimentos bancários CRE e DEB, respetivamente. Ora, os movimentos a crédito são entradas de dinheiro na sua conta (o seu ordenado, por exemplo) e os movimentos a débito, as saídas de dinheiro da sua conta (pagamentos de serviços, por exemplo).

Saldo contabilístico: É o resultado dos movimentos a crédito e a débito na sua conta bancária. No entanto, pode ser superior ou inferior ao saldo disponível.

Saldo disponível: É aquele que, como o nome indica, está disponível e pode ser utilizado imediatamente sem recorrer a crédito, mas que também pode ser temporariamente inferior ao saldo contabilístico, como acontece, por exemplo, quando faz um depósito num multibanco (porque o saldo aumenta automaticamente, mas para que passe a disponível, é preciso que o banco confira os valores depositados).

Para analisar o seu extrato bancário, deve perceber se a diferença entre ambos (se a houver) está correta e, caso o seu saldo contabilístico detenha um valor negativo elevado, deverá analisar junto do seu banco a melhor solução para equilibrar as suas finanças.

Precisa de um crédito pessoal para equilibrar a sua situação financeira? Preencha o nosso simulador e encontre a melhor solução!

Posição financeira: Permite-lhe verificar o valor total do seu património dividido entre a poupança e o crédito, sendo que a poupança diz respeito à conta poupança, depósitos a prazo, fundos de investimento, PPR e outros produtos.

Todos os produtos financeiros que tenha contratado, são assim apresentados ao pormenor ao longo do extrato bancário, com informações sobre o tipo de depósito, taxa de juro, capital investido ou prestação do ou dos empréstimos e capital em dívida, entre outros.

Como aceder ao extrato bancário?

Bom, já sabe que pode tirar o seu extrato bancário no multibanco ou solicitá-lo diretamente numa sucursal da sua instituição financeira, mas ainda assim deixamos aqui algumas formas mais fáceis e rápidas de obter o seu extrato em alguns dos principais bancos portugueses.

Como tirar extrato bancário na CGD?

Bem sabe que pode dirigir-se a uma sucursal da Caixa Geral de Depósitos para solicitar um extrato de conta ou fazê-lo com maior rapidez e comodidade através do multibanco.

Mas a verdade é que também pode solicitar o seu extrato bancário na CGD, por email ou – mais fácil ainda – aderindo ao serviço Caixadirecta, onde tem sempre acesso ao arquivo digital dos seus documentos, sendo que pode consultar o seu extrato (bem como outros documentos digitais) quando, a qualquer hora e de onde quiser: do seu computador, smartphone ou tablet.

Como tirar extrato bancário no Santander?

Aceder ao seu extrato bancário no Santander é simples, mas primeiro há que tornar-se cliente digital para poder consultar os extratos de conta e de cartões, entre outras informações em formato digital no NetBanco.

Claro que poderá obter todas estas informações ao balcão ou através do multibanco, mas a verdade é que sem qualquer custo adicional, pode aceder ao NetBanco (inclusive para solicitar um serviço por correio), do conforto do seu lar, para consultar o extrato bancário com recurso a pesquisa e filtro para facilitar a recolha das informações que pretende.

Como tirar extrato bancário no Montepio?

Se não é adverso às novas tecnologias, esqueça as idas ao banco e o recurso ao multibanco e prefira aderir ao extrato digital. Basta enviar um email ou contactar a linha de apoio ao cliente.

Além de estar a contribuir para um planeta mais sustentável, obtém o seu extrato bancário no Montepio de forma fácil, segura e célere: todos os documentos ficam disponíveis para consulta logo após a sua emissão, não tendo de aguardar o respetivo envio pelo correio e pode aceder a toda a informação quando quiser, com a possibilidade de guardar todo o histórico de documentos.

Como tirar extrato bancário no Novo Banco?

Também o Novo Banco lhe oferece vantagens na consulta online e até agradece e aconselha os seus clientes a pouparem a natureza, aderindo ao extrato digital da sua conta e do cartão de crédito.

Disponível, inclusive, 5 dias mais cedo que no NBnet! Outra característica deste serviço que dispensa a visita a uma sucursal ou a ida a uma máquina multibanco, é que lhe envia um alerta por email a informar que tem um novo extrato bancário no Novo Banco.

Aproveite as informações do extrato bancário para acompanhar a sua situação financeira mensalmente e manter as contas em dia.

E se as informações do seu extrato bancário o estão a afligir, porque não considerar um crédito consolidado? Junte todos os empréstimos num só e fique a pagar menos. Se não acredita, clique aqui e simule já!

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-03-08T17:24:43+01:00 08/03/2019|Categories: Banca|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt