Como poupar 14352 € com a consolidação de créditos

Como poupar 14.352 € com a consolidação de créditos

By | 2017-05-19T01:32:40+01:00 18/02/2016|Categories: Crédito Consolidado|

Se é um dos muito portugueses que tem vários créditos acumulados e entrou numa “bolha” em que já tem de pedir um crédito para o pagamento de outro, este artigo é para si.

Sabia que pode consolidar todos os seus créditos num único, podendo poupar até 70% por mês?

Vamos explicar primeiro o que é a consolidação de créditos, apresentando-lhe dois exemplos concretos.

O que é a consolidação de créditos?

A consolidação de créditos é a junção e todos os créditos que tem, num único crédito, ajudando-o a assumir o controlo das suas finanças, eliminando pagamentos atrasados e reduzindo o valor mensal que paga.

Juntar todos os seus créditos em um único empréstimo consolidado, significa que pagará mensalmente um valor muito mais baixo (pode chegar aos 60% menos) do que paga atualmente com os créditos em separado.

Ao consolidar os seus créditos, tem a oportunidade de negociar uma menor taxa de juros, dado que a mesma é acordada novamente, sendo fixada consoante o termo do contrato.

Se é uma das pessoas que se encontra nesta situação, pondere seriamente em verificar se não é mais favorável para si esta alteração. Vamos dar-lhe dois exemplos práticos para conseguir ver a diferença do antes e depois.

Exemplo 1 – Poupança de 7.032 €/ano

A família Silva tem um rendimento mensal líquido de 1420€ (a Ana é trabalhadora por conta de outrem e ganha 570€ e o Rui é funcionário público e ganha 850€).

Antes de consolidar os créditos eram estes os valores pagos pela família Silva:

Empréstimos Montante em dívida Mensalidade
Crédito pessoal 12.000 € 275,00 €
Linha de crédito 1.500 € 175,00 €
Cartão de crédito 1 2.200 € 185,00 €
Cartão de crédito 2 5.500 € 330,00 €
Total 21.200 € 965 €

A família Silva tinha uma taxa de esforço (percentagem do ordenado que é alocada ao pagamento de empréstimos ou mensalidades) de 68% (a taxa máxima de esforço que deve ser suportada por uma família é de 50%)

Depois de consolidar todos os créditos ficaram com a seguinte situação:

Empréstimos Montante em dívida Mensalidade
Crédito consolidado + 3.800€ Novo Projeto 25.000 € 379,20 €

A taxa de esforço passou para 27%, fazendo com que a poupança mensal fosse de 586€ (61%), anualmente poupa 7.032€.

Exemplo 2 – Poupança de 14.352 €/ano

A família Pereira tem um rendimento mensal líquido de 2080€ (a Filipa trabalha por conta de outrem e ganha 850€ e o Miguel trabalha por conta de outrem e aufere 1230€).

Antes de consolidar os créditos eram estes os valores pagos pela família Pereira:

Empréstimos Montante em dívida Mensalidade
Crédito habitação 35.000 € 430,00 €
Crédito pessoal 12.000 € 275,00 €
Crédito automóvel 10.000 € 370,00 €
Linha de crédito 1.500 € 175,00 €
Cartão de crédito 1 4.200 € 440,00 €
Cartão de crédito 2 3.500 € 380,00 €
Total 66.200 € 1.640 €

A família Silva tinha uma taxa de esforço de 79%.

Depois de consolidar todos os créditos ficaram com a seguinte situação:

Empréstimos Montante em dívida Mensalidade
Crédito consolidado + 8.800€ Novo Projeto 75.000 € 444,12 €

A taxa de esforço passou para 21%, fazendo com que a poupança mensal fosse de 1.196€ (73%) e anual de 1.196€ x 12 meses = 14.352 €.

Esclarecimento de algumas dúvidas frequentes

1 – Em que circunstâncias devo optar pela consolidação de créditos?

Deve utilizar a consolidação de créditos essencialmente se estiver em risco de incumprimento e tiver várias prestações a pagar. Com a consolidação vai pagar menos mensalmente e paga apenas um crédito (em vez de 2 ou 3 separados).

2 – Quais as principais vantagens da consolidação de créditos?

As principais vantagens de aderir à consolidação de créditos passa por:

  1. Unificar o pagamento de todas as prestações numa só;
  2. Reduzir significativamente a prestação mensal;
  3. Aumento do prazo de pagamento;
  4. Lida apenas com um único credor;
  5. Ganha um maior fôlego no orçamento familiar.

3 – Quais as principais desvantagens?

Embora tenha bastantes vantagens, existem alguns contras da consolidação dos créditos, sendo elas:

  • Maior encargo total com os juros;
  • Pode ser assumido como uma solução fácil e não como uma oportunidade de reeducação financeira;

4 – Quais as etapas para consolidação de um crédito?

Fazer uma consolidação de créditos é um pouco mais moroso e complexo do que solicitar um crédito pessoal, no entanto vai ter um acompanhamento durante todo o processo. As etapas são as seguintes:

  1. Análise e recolha de toda a documentação relevante;
  2. Preparação do processo;
  3. Negociação para tentar obter a melhor taxa de juro;
  4. Aprovação por parte de um novo credor;
  5. Liquidação dos créditos antigos e constituição de um novo crédito

5 – Posso consolidar os meus créditos caso tenha um historial negativo?

Caso tenha algum histórico de incidentes bancários, ou se já tiver algumas das prestações em atraso, não vai conseguir fazer este tipo de crédito. Nesta situação o melhor que pode fazer é tentar negociar os mesmos junto das respetivas entidades credoras de forma a diminuir o valor das prestações.

Esperamos que este artigo sobre consolidação de créditos o tenha ajudado a entender um pouco melhor como é que funcionam os mesmos, e caso tenha algumas dúvidas poderá questionar-nos, que tentaremos responder-lhe o mais rapidamente possível. Pode também consultar as soluções de créditos consolidados dos nossos parceiros.

Veja também:

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-05-19T01:32:40+01:00 18/02/2016|Categories: Crédito Consolidado|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

2 Comments

  1. joana rosa 10/06/2016 at 17:12 - Reply

    tem alguma linha de credito consolidado para empresas ?

    • Ricardo Rodrigues 14/06/2016 at 20:01 - Reply

      Boa tarde Joana Rosa,

      Actualmente o crédito consolidado só se aplica a particulares.

      Att,
      Ricardo Rodrigues

Leave A Comment