Início / Artigos / Empreendedorismo / Erros que podem arruinar um bom negócio

Erros que podem arruinar um bom negócio

Erros que podem arruinar um bom negócio

Iniciar um novo projeto é sempre um momento de esperança e de sonho, mas o empreendedorismo apresenta muitas armadilhas que podem muito rapidamente fazer esfumar todas as ambições.

Neste artigo vamos focar os principais erros que podem arruinar um negócio.

Todos os negócios possuem um certo grau de risco, mas quando falamos de uma empresa recém-criada e, principalmente, de empreendedores sem grande experiência, então torna-se ainda mais importante saber que erros deve evitar.

Um número muito significativo das novas empresas encerra portas em menos de dois anos.

Esta realidade negra acontece sobretudo devido aos erros que vamos enunciar. Se quer realmente que o seu negócio prospere, evite cometer os erros que listamos em seguida.

Evite estes erros para ter sucesso

Alguns erros, quando cometidos por quem se aventura em algum empreendimento, podem transformar um potencial bom negócio num pesadelo.

Percorrer o caminho do sucesso não é uma tarefa fácil, porém existem situações prejudiciais que podem ser evitadas.

Acompanhe a nossa lista e veja o que não deve fazer se quer ter um negócio de sucesso.

1 – Não ter um bom plano de negócios e não fazer um estudo de mercado

Pode parecer um cliché, ou até uma ideia demasiado óbvia, mas a verdade é que os números comprovam que a maioria das novas empresas que não consegue obter sucesso encerra devido à ausência de bom plano de negócios e de um estudo de mercado.

É verdade que qualquer ideia pode materializar-se numa empresa capaz de gerar lucro, mas é necessário analisar com rigor qual é o seu potencial real.

Para que um negócio possa alcançar o sucesso desejado deve ir de encontro às necessidades de um número substancial de clientes.

Assim, é absolutamente vital conhecer as reais necessidades do mercado e definir um plano para as satisfazer da melhor forma possível.

Um bom plano de negócios deve prever desde logo quais os pontos fortes e fracos do negócio e deve ter em conta todos os fatores que podem ameaçar ou condicionar a empresa. Desenvolver bons conhecimentos de marketing é essencial.

2 – Reunir uma equipa sólida

Uma boa empresa é feita de bons trabalhadores. Conseguir reunir uma equipa sólida é uma grande parte do seu caminho para o sucesso.

Além da competência técnica, é necessário procurar profissionais com bons valores éticos e morais.

Rodear-se de pessoa capazes de defender a empresa em todos os momentos é fundamental.

Cabe ao empreendedor definir, estruturar e, sobretudo, transmitir os valores que pretende que sejam a imagem de marca da sua empresa.

3 – Incorporar a equipa no processo de decisão

Os seus colaboradores apenas se sentirão realmente ligados ao projeto se forem incorporados no processo de decisão.

As suas ideias e a sua visão devem ser ouvidas e analisadas.

Esquecer os interesses da equipa é um dos erros que podem arruinar um negócio. Um empreendedor não deve pensar apenas naquilo que é importante para si.

Os colaboradores devem sentir-se recompensados e valorizados. Só assim é possível construir uma equipa sólida.

4 – Contar com poucos fornecedores

Depender de um número reduzido de fornecedores é outro dos erros que podem arruinar um negócio.

Depender de um fornecedor é sempre uma decisão arriscada, que pode prejudicar a imagem e a capacidade de resposta de uma empresa.

É importante conseguir diversificar o número de fornecedores, principalmente no que diz respeito aos produtos mais importantes da empresa.

Adicionalmente, deve procurar estabelecer uma boa relação com os diversos fornecedores.

Estabelecer uma relação de confiança e uma parceria duradoura é a chave para uma relação profícua.

5 – Não aumentar a base de clientes

Quando uma empresa depende de um número reduzido de clientes, está exposta a um grande grau de risco.

É claro que é importante contar com bons clientes, mas uma empresa deve procurar sempre expandir o seu número de clientes, por forma a estar mais apta para resistir a qualquer contrariedade.

6 – Não ter uma boa gestão financeira

Uma boa gestão financeira é fundamental para o crescimento de qualquer negócio e pode ser a peça-chave que vai determinar o sucesso ou fracasso da empresa.

Isto porque todo o planeamento e objetivos do empreendimento passam por esta importante ferramenta, que, quando utilizada de forma correta, serve como base para a tomada de decisões com segurança para todos os setores operacionais.

Contudo, quando as finanças não são geridas de forma correta, o impacto pode ser catastrófico e levar a empresa à falência.

7 – Falta de metas ou metas impossíveis

Quem trabalha sem um objetivo claro em mente, pode estar fadado ao insucesso.

Ao mesmo tempo, estipular metas impossíveis de serem alcançadas, especialmente a curto prazo, também pode ser fatal para o negócio.

Muitos empresários de primeira viagem acreditam que, em poucos meses, terão muito lucro.

Por mais que tenha um bom negócio, não é assim que as coisas funcionam.

Existem muitos fatores que podem e vão influenciar a evolução da sua empresa, sejam eles internos, ligados à administração, ou externos, relacionados com o mercado em si.

Portanto tenha calma e estipule metas, pois estas são importantes, mas sendo sempre realista e consciente da sua situação.

8 – Não investir em formação

A capacitação não é um requisito obrigatório somente dos seus funcionários, mas principalmente do gestor de qualquer empresa.

Adquirir conhecimento sobre a área em que deseja atuar é fundamental.

Por isso, invista em cursos, palestras e tudo o que possa aprimorar o seu know how, para administrar de forma satisfatória a empresa.

9 – Fazer tudo sozinho

Liderar e gerir uma empresa sozinho é um grande risco.

No início, pode ser possível lidar com a maior parte das atividades e operações, mas precisará de atribuir tarefas se quiser que o seu empreendimento cresça.

Segmentar setores específicos do negócio é o único caminho para quem deseja criar soluções de alto impacto.

Além disso, delegar atividades ajuda a poupar tempo e dinheiro que, certamente, o gestor irá precisar para trabalhar estratégias de crescimento da empresa.

10 – Não sair da zona de conforto

A sua empresa nasceu com o propósito de resolver um problema de determinado nicho de mercado.

Contudo, será que após alguns meses ou anos a sua solução ainda será adequada? Daí a importância de se manter inovador.

É preciso que o empreendedor não se mantenha na zona de conforto, mas esteja sempre a acompanhar as transformações do mercado e dos consumidores. Assim manter-se-á atualizado com as novas exigências.

Estes são os principais erros que podem arruinar um negócio e que já contribuíram para que milhares de empresas fechassem as suas portas.

Não deixe que isto lhe aconteça e atue em conformidade.

Veja A Nossa Sugestão

Autor: Ricardo Rodrigues

 

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários.

Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal.

Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras.

Email: geral@nvalores.pt