Emigrar para França: O Que Precisa de Saber

Emigrar para França está longe de ser uma novidade para os portugueses. A França é um dos destinos tradicionais da emigração portuguesa há muitas décadas, o que faz com que para muitas pessoas seja mais fácil dar esse passo.

Muitos portugueses têm família ou amigos em terras gaulesas, o que facilita a mudança. Mas mesmo quem não contactos em França, tem a vantagem de poder facilmente saber quais os passos certos para emigrar para este país, já que a informação disponível é muita.

Apesar da ligeiramente melhoria que se fez sentir sobre a economia portuguesa nos últimos meses, milhares de portugueses ainda sentem dificuldade em encontrar emprego, ou estão insatisfeitos com o seu ordenado e com o seu nível de vida, o que os faz procurar novas oportunidades fora de portas.

A decisão de emigrar para França acaba por ser natural, já que este é o país da União Europeia que conta com a maior comunidade portuguesa. Em terras francesas vivem hoje mais de 600 mil portugueses.

Emigrar para França continua a ser sinónimo de uma boa qualidade de vida e de salários substancialmente mais elevados do que aqueles que são praticados em Portugal.

Contudo, para que esta “aventura” corra como espera deve planear tudo com a devida antecipação e é nesse sentido que preparámos este guia sobre como preparar a sua mudança para França.

O Que Precisa de Saber Antes de Emigrar Para França

Emigrar para França – tal como para qualquer outro país – requer uma preparação prévia. Trabalho, habitação ou cuidados de saúde são apenas algumas das questões nas quais deve focar as suas atenções.

Para o ajudar deixamos-lhe algumas dicas essenciais.

Procurar Trabalho em França

Antes de viajar para França deve garantir que tem um emprego garantido. Viajar sem nada concreto pode resultar em dissabores, uma vez que o mercado laboral francês já viveu melhores dias. É verdade que em França existem mais oportunidades do que em Portugal, mas encontrar um emprego pode não ser tarefa fácil.

A taxa de desemprego tem vido a subir de forma constante, e hoje França é mesmo um dos países europeus com uma taxa de desemprego mais elevada.

Pode começar a procurar emprego utilizando a Internet. Existem muitos sites que divulgam oportunidades de emprego em França e que pode utilizar para encontrar a oportunidade que lhe vai abrir as portas de um dos países mais fascinantes do Velho Continente.

Estes são os sites mais relevantes para procurar emprego em França:

  • www.directemploi.com
  • www.monster.fr
  • www.keljob.com
  • www.directemploi.com
  • www.adecco.fr
  • www.emploi.org
  • www.indeed.fr

Atenção, antes de começar a candidatar-se a empregos, deve adaptar o seu modelo de Curriculum Vitae às versões mais utilizadas em França. Ao contrário do que é crença geral, os modelos de CV podem ter diferenças assinaláveis mesmo entre países no espaço europeu.

Também é importante que tenha atenção relativamente ao tipo de contrato que irá ter. No mercado laboral francês existem dois tipos de contrato de trabalho, sendo eles:

CDI (Contrat à durée indéterminée) – que tal como o seu nome indica, é um contrato por tempo indeterminado;

CDD (Contrat à Durée Déterminée) – ou numa tradução literal, contrato pode tempo determinado. Pode estender-se por, no máximo, 18 meses, findos os quais a empresa pode optar por oferecer um contrato CDI.

Se não sabe falar francês invista num curso intensivo e esforce-se ao máximo para dominar o idioma, já que este é um fator fundamental para ter sucesso.

Como Encontrar Casa Em França

O preço das habitações em França pode ser considerado elevado, ou muito elevado, dependendo da zona. Principalmente nas grandes cidades como Paris, encontrar alojamento a um preço razoável pode ser autenticamente uma missão impossível. Em Paris, um simples estúdio pode facilmente ultrapassar os 1000 euros de renda por mês.

Outro aspeto importante: dificilmente conseguirá alugar uma casa em França caso ainda não tenha trabalho, uma vez que no processo de arrendamento é geralmente solicitada diversa documentação, incluindo um comprovativo de trabalho.

Qualidade de Vida

Na maior parte das cidades francesas a qualidade de vida é boa. É claro que nas grandes metrópoles existem os problemas geralmente associados à vida nas grandes cidades, como o trânsito, taxas de crime relevantes e um estilo de vida mais estressante.

No que diz respeito aos cuidados de saúde, França tem um excelente Sistema Público de Saúde. Quando é necessário ter acesso algum tipo de cuidado médico, a Segurança Social assume uma parte das despesas, sendo o restante montante coberto pela “mutuelle” (algo que é comparável a um seguro de saúde).

Estas são as informações mais relevantes que deve ter em conta quando decide emigrar para França.

Veja A Nossa Sugestão

Deixe um comentário

Simular crédito grátisNão paga nada por submeter o seu pedido