23 Respostas às dúvidas mais comuns sobre o IUC em 2020

Quem nunca ouviu falar do IUC? Quem tem um carro, sabe que anualmente tem de liquidar este imposto ao Estado. Mas o que é afinal o IUC?

Trata-se do Imposto Único de Circulação e representa o antigo selo do carro. Trata-se de um imposto ambiental que responsabiliza os condutores pelas emissões de CO2 emitidas pelo seu veículo.

Tenha em conta que apesar do valor do IUC depender do tipo de carro e das suas características, cada viatura tem um valor fixo. Claro está que esse valor pode sofrer algum tipo de alteração devido às alterações do Orçamento de Estado.

Neste artigo o NValores resolveu elucidá-lo das perguntas mais comuns relativamente a este tema.

Mas, além de ler as respostas para as dúvidas mais frequentes, pode também ler este nosso artigo sobre o Imposto Único de Circulação. Aqui, vai também encontrar mais informação relevante sobre este imposto pago anualmente por milhões de portugueses.

Perguntas frequentes sobre o IUC

Sabemos bem que quando o tema está relacionado com impostos, nem sempre é simples estar a par de todas as informações válidas.

Assim, hoje resolvemos esclarecer as dúvidas mais comuns sobre o imposto de circulação.

1 – De que fatores depende o custo do IUC?

Na prática o valor deste imposto está associado a 3 fatores específicos:

  • Ano e mês da matrícula
  • Cilindrada
  • Emissões de Dióxido de Carbono

2 – Quando é que este imposto é pago?

O Imposto Único de Circulação é pago anualmente até ao dia em que a matrícula da viatura foi emitida.

Ou seja, se o seu carro é de 30 de junho, tem até esse dia para proceder ao pagamento.

Contudo, poderá dois meses antes consultar o portal das Finanças e verificar toda a informação.

3 – No caso de comprar um carro novo, preciso fazer o pagamento do IUC?

Quando falamos de um carro novo (saído do stand com zero km) tem 90 dias após a data da matrícula para proceder ao pagamento do IUC.

Ou seja, se o veículo for matriculado a 30 de agosto tem até dia 28 de novembro para fazer o pagamento.

4 – Como saber a matrícula de um automóvel importado?

Em termos de pagamento do IUC vai ter de se guiar pela data da matrícula portuguesa.

5 – Existe alguma forma de deixar de pagar o IUC?

O Imposto de circulação, tal como o próprio nome indica, incide sobre a circulação de determinada viatura. Como tal, para deixar de proceder ao pagamento deste imposto, tem duas opções:

  • Ou o carro sai de circulação e é abatido (e neste caso procede ao cancelamento da matrícula)
  • Ou no caso de vender a viatura, o IUC deverá ser liquidado pelo novo proprietário

Veja também: Em que situações é possível deixar de pagar o IUC

6 – Tenho de pagar multa de pagar o IUC atrasado?

Tal como acontece com o pagamento atrasado de qualquer imposto, ao atrasar-se no pagamento do IUC irá ter uma multa. Os valores mínimos rondam os 15€ ou 30€.

No entanto, considere que quanto maior o atraso, maior será o valor da multa.

Sabia que anualmente mais de 4.000.000 de portugueses são notificados para pagar impostos que se encontram em atraso relativamente aos seus veículos?

Evite a todo o custo ter de pagar uma multa por se esquecer da data limite de pagamento. Coloque um lembrete no calendário, um post it no frigorífico ou marque mesmo na agenda.

Não tem desculpa para não se lembrar.

7 – Como é que o IUC pode ser liquidado?

Existem duas formas distintas de proceder ao pagamento deste imposto.

  • Presencialmente, deslocando-se a uma repartição do serviço de Finanças
  • Através da internet, acedendo ao portal das Finanças e procedendo ao pagamento no multibanco ou homebanking

Veja também: Como pagar o IUC passo a passo

8 – O antigo dono do meu carro não pagou o IUC. Eu tenho de pagar?

Tenha em conta que este imposto, ao ser anual, é cobrado ao proprietário do veículo no momento em que o mesmo terá de ser liquidado.

Como tal, só passa a ter de pagar o IUC a partir do momento em que o veículo passou a ser seu.

Assim, os impostos anteriores são sempre responsabilidade do proprietário antigo. Se, por algum motivo for notificado pelas finanças para proceder ao pagamento, deverá apresentar uma reclamação sustentada.

Ou seja, deve reclamar contendo na sua posse todos os documentos que comprovem que há data X o carro não estava em seu nome.

Se por exemplo comprou o carro em junho de 2019 e o IUC deveria ser pago em setembro, o mesmo será da sua responsabilidade. Contudo, se o IUC tivesse de ser pago em maio, o mesmo seria responsabilidade do antigo proprietário.

9 – O meu carro não circula, mesmo assim é preciso pagar o Imposto?

Muitas pessoas pensam que por terem o veículo imobilizado, não necessitam de proceder ao pagamento do IUC.

No entanto, enquanto a matrícula do carro for válida e enquanto ele estiver no seu nome, existe essa obrigatoriedade de pagamento.

10 – Já não pago o IUC há alguns anos, mas este ano resolvi pagar. Tenho à mesma de pagar os outros anos?

Claro que sim. Não basta liquidar o imposto deste ano para ficar com as dívidas regularizadas. Enquanto estiverem valores de IUC em atraso, irá estar em dívida para com as finanças.

E, quanto mais tempo passar, mais irá pagar de imposto relativamente a esta questão.

11 – Qual é o valor da multa?

Tal como lhe dissemos o valor mínimo da multa por não pagamento do IUC é de 15€ ou 30€.

No entanto, o valor total irá depender do tempo de atraso no pagamento.

12 – Vendi o meu carro este ano, preciso pagar o IUC?

Se o registo da transferência ocorreu antes da data de pagamento do imposto, o mesmo deve ser pago pelo atual proprietário da viatura.

Contudo, se a alteração de propriedade não tiver sido efetuada (ou seja, se não constar do Instituto dos Registos e Notariado, I.P.) o IUC deve ser liquidado por si.

13 – Mandei abater o carro, e agora?

Se mandou abater o carro antes da data de aniversário da matrícula do veículo, não deve proceder ao pagamento do IUC. Isso porque o carro já não se encontra em circulação.

14 – No Portal das Finanças aparece um automóvel como sendo meu, mas não é. Como posso proceder?

Tal como dissemos, enquanto estiver registado como proprietário do veículo, irá ter de proceder ao pagamento do imposto.

O nosso conselho é verificar o motivo pelo qual ainda não foi realizada a alteração do registo de propriedade. Tente resolver esta questão o mais rápido possível para evitar problemas de maior.

15 – Onde posso consultar os valores do IUC para 2020

No Portal das Finanças pode aceder em Serviços – IUC – Consultar e verificar os valores.

No entanto, na tabela seguinte poderá ver os valores do IUC para a categoria A.

Categoria A - Combustível Gasolina - IUC 2020

A estes valores ainda terá de adicionar as taxas de emissão de CO2 para veículos com matrícula posterior a 2007.

16 – Como sei que o IUC está em dia num carro usado?

No caso de estar a adquirir um veículo usado, poderá analisar o DUA (Documento único automóvel) e verificar se está tudo bem como a viatura.

17 – Como calcular o valor do IUC do meu carro?

Tenha em consideração que o que precisa para efetuar o cálculo do IUC pode ser encontrado no Documento Único de Circulação.

Vão ser os seguintes dados:

  • Cilindrada
  • Data de matrícula
  • Emissões de CO2

Deverá efetuar o cálculo de acordo com a tabela de Imposto Único de Circulação para o ano corrente.

Alternativamente, poderá simular o IUC 2020 recorrendo a ferramentas online como é o caso dos simuladores de IUC. Apenas tem de inserir os dados que lhe são pedidos e, em alguns segundos, tem acesso ao resultado.

18 – Qual o melhor simulador de IUC?

Os simuladores de IUC funcionam de forma automática de acordo com os dados que inserir. No entanto deixamos aqui a sugestão do simulador da ANECRA que tem vindo a crescer em popularidade.

O melhor é que além do cálculo simples e direto de IUC esse simulador também lhe oferece uma pequena ferramenta estatística que indica quanto pagou no ano passado de IUC, quanto terá de pagar este ano e a diferença entre os dois valores.

Os simuladores de IUC online são uma ajuda preciosa para calcular, por exemplo, quanto iria ter de pagar de imposto se comprasse um veículo específico.

19 – As empresas podem proceder ao pagamento do IUC presencialmente?

No caso das empresas o pagamento do IUC das viaturas tem de ser obrigatoriamente pago através do portal das finanças.

Contudo, esta é também a forma mais simples e rápida de o fazer, precisando somente de um computador com acesso à internet.

20 – É necessário circular com um comprovativo de pagamento do IUC?

Se quiser, e por uma questão de salvaguarda, poderá circular com este comprovativo.

Contudo, não é obrigatório por lei.

21 – É possível pagar menos de IUC?

Na realizada a não ser que opte por adquirir um veículo cujo valor do IUC seja mais baixo, dificilmente irá conseguir pagar menos.

Isso porque, os valores estão tabelados e são iguais para todos os veículos que cumpram os mesmos requisitos.

22 – Existem exceções ao pagamento do IUC?

Sim, existem, como por exemplo veículos militares, de bombeiros e de forças de segurança. Automóveis de museu com deslocações ocasionais, ou veículos de missões diplomáticas.

Contudo, na prática, estas exceções de pagamento são de pouca utilidade para a maioria das pessoas.

23 – Sou portador de deficiência, com grau superior a 60%, como posso pedir a isenção do IUC 2020?

Se for portador de deficiência com um grau de incapacidade igual ou superior a 60%, poderá beneficiar da isenção de IUC. A mesma apenas é válida relativamente a um veículo automóvel que pertença às categorias A, B ou E (motociclos, automóveis ligeiros de passageiros e reboques).

Para conseguir a isenção do pagamento do IUC, é necessário terá de ter o reconhecimento da isenção junto de qualquer serviço das Finanças. Ou através da internet se a informação relativa a essa incapacidade estiver confirmada no cadastro da Autoridade Tributária e Aduaneira. Isso deverá ser feito até ao termo do prazo de pagamento voluntário do seu veículo.

No entanto, é importante salientar que nem todos os carros têm direito à isenção do IUC.

De acordo Decreto-Lei n.º 41/2016, os benefícios concedidos estão limitados pelo nível de emissão de CO2 (não podendo ultrapassar 180g/Km, em veículos da categoria B) e pelo valor do referido imposto (a isenção não pode ultrapassar o montante de 240€).

Assim sendo, só está isento se a sua viatura produzir menos de 180g/Km de CO2 e com o teto máximo de 240€. Ou seja, caso o IUC seja superior a este valor, o remanescente terá de ser liquidado por si.

Como vê, estas são as dúvidas mais comuns relativamente ao Imposto Único de Circulação. Existe alguma dúvida que não tenha sido esclarecida? Fale connosco e iremos esclarecer as suas questões.

Veja também: Isenção de IUC para carros antigos

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt

  1. Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

    Boa tarde Luís,
    No seguimento da sua questão, o pagamento do IUC de um carro que esteja matriculado em Portugal a Dezembro é sempre realizado anualmente nesse mesmo mês, e o pagamento do mesmo é imputado ao dono do carro (por exemplo, se o carro for de novembro e você o comprar nesse mês tem de pagar o IUC, no entanto se comprar o mesmo em dezembro é o stand que tem de realizar o pagamento).
    Se a viatura for de março, o pagamento deve ser realizado nesse mesmo mês.
    Esperamos ter esclarecido as suas questões.

  2. Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

    Boa tarde Leonor,
    No seguimento da sua questão, sempre que proceder ao pagamento de algum imposto fora do prazo legal de pagamento está sujeito a coima. No entanto, dependendo do atraso a mesma poderá ou não ser aplicada pelas entidades competentes.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão

  3. Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

    Boa tarde Helena,
    No seguimento da sua questão, lamentamos não ter respondido atempadamente, no entanto a titulo futuro, poderá realizar o pagamento a partir do momento em que tem a nota de liquidação consigo, sem necessitar de esperar pelo mês de matrícula.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão.

  4. Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

    Boa tarde Vítor Filipe,
    No seguimento da sua questão, a partir do momento em que o carro se encontra na posse do stand, por ter sido dado à retoma, você deixa de ser o responsável pelo pagamento do IUC (a não ser que o mesmo tenha sido “vendido” ao Stand no mês em que o IUC deve ser liquidado).
    Esperamos ter esclarecido a sua questão.

  5. Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

    Boa tarde António,
    No seguimento da sua questão, lamentamos não ter respondido atempadamente, no entanto para efeitos de IRS o IUC não é contabilizado. No entanto se ficou com a viatura, a mesma deve ser passada para o seu nome em vez de continuar no nome do 1º mutuatário.
    Esperamos ter esclarecido a sua questão

  6. Luis correia on 19 Mai 2016:

    Bom dia,
    Comprei este mês uma mota 747cc de Maio de 1997 mas ainda não consta a mota no meu portal das finanças (aguardo a recepção do documento unico). Como posso fazer o pagamento do IUC?

  7. Noémi on 16 Mai 2016:

    Adquiri um carro importado em Fevereiro 2016.
    Gostaria de saber quem é o responsável pelo pagamento do IUC. Se Eu, ou se o Stand, já que à data da matricula, este estava em nome do stand e o documento emitido pelas Finanças, para efeitos de pagamento do imposto, está no nome do stand.
    Agradeço resposta pois o stand está obrigando a cobrar-me o valor, e eu creio que é um cobrança indevida.
    Obrigada.

  8. José Augusto on 12 Mai 2016:

    Vendi a embarcação mas o IUC continua em meu nome como posso abater?

    • Rui Sousa on 20 Mai 2016:

      Adquiri um carro importado em 22 ABRIL / 2016. (data da transferência de propriedade)
      Gostaria de saber quem é o responsável pelo pagamento do IUC. se eu, ou o vendedor, sabendo que a data da matricula nacional, é de 14 de Abril 2016, (anterior à data da minha compra já comprei a viatura com matricula nacional), mais informo que o documento emitido pelas Finanças, para efeitos de pagamento do imposto já está no portal em meu nome e dá-me um prazo para pagar até 13 Julho de 2016.

      Agradeço resposta, Obrigada

  9. Angela on 05 Mai 2016:

    Bom dia,
    Esqueci-me de pagar o IUC no prazo legal. Com um atraso de 4 dias e fazendo o respetivo pagamento pela internet, a multa está incluída na conta?

  10. Ricardo Pires on 21 Abr 2016:

    Boa noite, o meu IUC é algo elevado, há possibilidades de pagar o mesmo em duas vezes? Obrigado

    • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

      Boa tarde Ricardo Pires,
      No seguimento da sua questão, não é possível realizar o pagamento do IUC em prestações.
      Esperamos ter esclarecido a sua questão

  11. Paula Sebastião on 13 Abr 2016:

    Comprei um carro novo em dezembro de 2015, tive de pagar no stand o IUC, disseram-me que era de lei e que eram eles que o pagavam , agora recebi uma notificação de que o mesmo não foi pago.
    O que devo fazer?
    Tenho comprovativo do stand como paguei o mesmo no dia da compra.

    • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

      Boa tarde Paula Sebastião,
      No seguimento da sua questão, no primeiro ano de matrícula é o stand que procede ao pagamento do IUC e não quem adquire a viatura, assim sendo, deve reclamar junto do vendedor e solicitar a devolução do montante que entregou para o pagamento do mesmo. Caso não consiga resolver a questão, contacte as finanças para esclarecimentos adicionais.
      Esperamos ter esclarecido a sua questão.

  12. Elisabete Vieira on 13 Abr 2016:

    Boa tarde!

    Tenho uma amiga que é portadora de deficiência e por este motivo está isenta do pagamento de IUC. Comprou outro carro e pensava que teria de pagar o selo no mês em que o comprou (Abril), mas devia tê-lo pago em Fevereiro. Agora pretendia efetuar o pagamento e aparece-lhe o valor do imposto total para pagar. Ora se ela está isenta não faz sentido ter de pagar o selo…quando muito poderia ter de pagar uma multa nas finanças, ou pagar perante as autoridades, caso fosse mandada parar.

    Pretendo saber o que ela pode fazer nesta situação?

    Obrigada,

    • Celeste Garcia on 12 Mai 2016:

      Boa noite,

      Adquiri uma viatura em Janeiro de 2016 com isenção ao abrigo do Art. 5 [Regime Deficientes] em nome da minha filha portadora de deficiência com um grau de 100% e deficiência confirmada na AT. Não fui informada que tinha de solicitar a isenção do IUC junto das finanças. Nunca recebi qualquer e-mail ou notificação das finanças para liquidação do IUC, conforme fazem para o pagamento do IMI. Agora fui confrontada pela AT através de e-mail informando que a minha filha está em incumprimento com a liquidação do IUC,

      O que posso fazer para reclamar um direito que a minha filha tem e que lhe está a ser ROUBADO pelo próprio Estado?

      Este suposto pedido de isenção do pagamento do IUC a deficientes comprovados na AT é um autentico ROUBO ao cidadão!
      A minha filha é uma contribuinte que tem tudo declarado e confirmado pela AT referente à deficiência

      Obrigado!
      Celeste Garcia

      • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

        Boa tarde Celeste Garcia,
        No seguimento da sua questão, embora não seja justo, é desta forma que as finanças funcionam, assim sendo, sempre que altera de veículo deve solicitar essa mesma isenção, pois só desta forma é que o mesmo é aplicado. Após esta primeira solicitação o mesmo passa a ser automático anualmente.
        Esperamos ter esclarecido a sua questão.

    • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

      Boa tarde Elisabete Vieira,
      No seguimento da sua questão, sempre que é realizada a aquisição de um veículo a isenção deve ser solicitada. No entanto se o carro foi adquirido em abril e o IUC deveria ter sido pago em fevereiro, o antigo dono é que deveria ter realizado o pagamento do mesmo.
      Esperamos ter esclarecido a sua questão.

  13. Teresa on 06 Abr 2016:

    Comprei em outubro de 2015 uma viatura nova mas com crédito através da skoda. A viatura durante 5 anos vai estar em nome da skoda. Após 2 meses + ou – o vendedor informou-me que tinha de pagar o IUC embora o carro não esteja no portal das finanças em meu nome. Será que era eu que tinha de pagar este imposto? ou será que só terei de o fazer quando constar no livrete da viaturao o meu nome?
    Obrigado

    • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

      Boa tarde Teresa,
      No seguimento da sua questão, uma vez que o carro ainda se encontra em nome da concessionária, será a mesma a ter de fazer o pagamento do mesmo. Assim sendo, só deverá realizar os pagamentos quando o carro estiver em seu nome. No entanto, poderá sempre verificar a questão com as Finanças.
      Esperamos ter esclarecido a sua questão

  14. Cláudia on 22 Mar 2016:

    Fiz o pagamento do iuc pela Internet, mas sem querer cancelei a nota de pagamento, o que faço agora?

    • Ricardo Rodrigues on 20 Mai 2016:

      Boa tarde Cláudia,
      No seguimento da sua questão, se a nota de liquidação já tiver sido regularizada, não existem nenhum problema, caso contrário poderá solicitar uma nova nota de liquidação.
      Esperamos ter esclarecido a sua questão.

  15. Ângelo on 28 Jul 2015:

    Acabei de comprar um carro novo a pronto pagamento e durante as negociações não me foi comunicado que teria que pagar o IUC. Quando fui para levantar e pagar o carro o vendedor informou-me de um valor que na realidade nem era o correto, gostaria de saber se tenho que pagar uma vez que fui às finanças e informaram-me que o carro ainda estava em nome do vendedor e não era obrigado a fazê-lo.Gostaria que me informassem se realmente sou obrigado a pagar no primeiro ano ou se é o vendedor. E qual a lei ou artigo que refere isso no que diz respeito ao imposto do IUC. Cumprimentos e obrigado pelo esclarecimento.

  16. alexandrina on 30 Jun 2015:

    bom dia deixei de fazer o pagamento do imposto de circulaçao porque estou no estrangeiro e fui deixando passar como posso fazer para legalizar a situaçao

  17. Cristina on 15 Jun 2015:

    Bom dia, quem tiver problemas de Iuc aconselho a consultar a página no facebook ” não vá para as filas ” já me foi muito útil .

  18. Daniel on 08 Jun 2015:

    Boa tarde. Comprei há cerca de 2 meses, Abril de 2015, um automóvel usado, matriculado em Novembro de 1993.A dúvida que gostaria de esclarecer é, caso o anterior dono do automóvel não tiver pago o IUC de Novembro de 2014, terei de ser eu a efectuar esse pagamento, ou terei apenas de efectuar o pagamento em Novembro de 2015? Na documentação do carro não vinha o comprovativo de pagamento do IUC.

    Obrigado.

  19. Diogo Duarte on 10 Abr 2015:

    De acordo com o exposto na lei depreendo que o IUC consiste num imposto ambiental que visa impor taxa sobre a afetação ambiental que os veículos causam ao ambiente pelo curso da sua atividade, o que é corroborado pelo facto de que existe prevista a isenção para veículos que se movam por completo a energias renováveis.

    A minha questão prende-se com uma embarcação que possuo e que está não navegável à 2 anos, De facto a embarcação (com 6,7 metros) está em doca seca à 2 anos e consigo provar que nas condições em que se encontra, não pode ser usada, nem poluir o ambiente de qualquer forma.

    Efetivamente, a embarcação tem um motor inboard que está totalmente destruído por corrosão (na coluna e no motor em si), sendo que está sem motor à 2 anos e prevejo que assim continue durante mais 2 ou 3 anos, até que eu consiga encontrar uma situação para a motorizar novamente.

    Nestes 2 anos nunca foi deixado de pagar de imposto, mas os custos, somados aos custos de aluguer de espaço em doca seca, estão a tornar-se incomportáveis.
    Não pretendendo abater a embarcação de forma permanente, que solução poderei ter para não pagar este imposto que é muito significativo face à cilindrada do motor ser de 4.3 l.

    Onde me devo dirigir para tentar resolver este assunto.

    Desde já grato. Com os melhores cumprimentos, Diogo Duarte.

  20. Jorge on 06 Out 2014:

    Tenho um carro importado, paguei 6000 euros de legalização, por ter um co2 elevado.
    já passaram 5 anos após a legalização.
    Pago iuc muito elevado, existe alguma forma de reclamar o valor, dado que é um carro familiar já com 12 anos?
    Como se justifica existir carros desportivos e com mais cilindrada e pagão menos que o meu?
    Tenho o direito de reclamar?
    Onde e como?