Diferença entre 1º titular e 2º titular de conta bancária

Para quem deseja partilhar as responsabilidades de gestão financeira, uma conta bancária com mais de um titular pode ser a melhor opção. Mas qual é a diferença entre 1º titular e 2º titular? Esta é uma pergunta bastante comum quando se pensa na abertura deste tipo de conta.

Neste artigo o NValores irá responder a essa e outras dúvidas muitos comuns acerca da diferença entre os dois titulares de uma conta bancária. Continue a leitura para esclarecer todas as dúvidas que tem.

Diferença entre 1º titular e 2º titular

Conheça as principais informações da titularidade e movimentação de uma conta bancária

Primeiramente, é importante esclarecer que o titular de uma conta é a pessoa a quem pertencem os fundos depositados. Ou seja, o responsável pela sua movimentação.

Contudo, saiba que existe a possibilidade de abrir uma conta em que existam dois ou mais titulares. E nestes casos podem surgir dúvidas sobre os direitos de movimentação em relação a cada um deles.

Para compreender melhor essa questão, é preciso saber que existem as contas coletivas ou a possibilidade de incluir uma pessoa autorizada a aceder à conta. Explicamos melhor de seguida.

1 – Contas coletivas

As contas coletivas podem ser divididas em três categorias diferentes:

  • Contas coletivas solidárias – Podem ser movimentadas por qualquer dos seus titulares isoladamente
  • Contas coletivas conjuntas – Só podem ser movimentadas mediante as assinaturas de todos os titulares
  • Contas coletivas mistas – Oferecem diferentes possibilidades de movimentação, dependendo do que os seus titulares acordarem com a instituição de crédito. Por exemplo, pode convencionar-se que os fundos sejam movimentados mediante a assinatura de um determinado titular ou, em alternativa, mediante as assinaturas de dois outros titulares da conta

Mas, um ponto comum em relação aos três tipos de conta coletiva é relativamente ao saldo. Ou seja, este pertence a todos os titulares de igual forma.

Para compreender melhor, vamos a um exemplo prático.

No caso de uma conta ordenado com descoberto bancário autorizado, se um dos titulares entrar em incumprimento, todos os outros serão chamados a regularizar a situação.

2 – Conta com um titular e um autorizado

Ao contrário da explicação anterior, existem diferenças entre um titular e um autorizado na conta bancária.

Podemos definir o autorizado como a pessoa que tem a possibilidade e autorização para movimentar a conta em nome do proprietário. Porém, este não é o proprietário da conta.

É ainda importante frisar que a instituição bancária tem de aprovar a inclusão de um autorizado na conta. E este, somente, poderá movimentá-la nas condições acordadas entre o titular da conta e a instituição.

Tenha ainda em consideração que a instituição apenas pode imputar responsabilidades ao titular da conta.

Isso significa que o saldo, os rendimentos e as potenciais dívidas pertencem ao proprietário e não ao autorizado. Entre as transações permitidas à parte autorizada estão a realização de depósitos, fazer transferências, pagamentos e levantamentos.

Por outro lado, o autorizado a movimentar a conta bancária não pode pedir créditos, cartões de crédito, fechar a conta ou encerrar produtos na conta.

A um autorizado pode ser concedida permissão de movimentação de uma conta já existente. Entretanto, geralmente os bancos não permitem a inclusão de um segundo titular.

Nestes casos, a solução é abrir uma nova conta juntamente com a pessoa que deseja ter como segundo titular.

Se está a pensar em dividir a vida financeira com alguém, então deve ponderar sobre qual alternativa é a mais adequada para si. Lembre-se que se optar pela inclusão de uma pessoa autorizada, toda e qualquer responsabilidade sobre a conta será unicamente sua.

A conta conjunta, apesar de proporcionar uma divisão igualitária de responsabilidade entre os titulares, exige o consentimento de todos para as movimentações.

Analise os prós e contras de cada uma delas agora que já conhece as diferenças relativamente à titularidade de conta bancária.

Veja também:

Autor: Ricardo Rodrigues

 

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários.

Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal.

Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras.

Email: geral@nvalores.pt