Custos do Crédito Habitação: Quais são os principais?

Custos do Crédito Habitação: Quais são os principais?

By | 2017-06-20T16:31:15+00:00 09/06/2017|Categories: Crédito à Habitação|
Custos do crédito habitação

hoje iremos indicar-lhe quais os principais custos do crédito habitação.

Conheça-os de seguida e comece hoje mesmo a preparar-se.

Quem compra uma casa e necessita de solicitar um empréstimo bancário, sabe que existem diversos custos associados ao crédito habitação.

Contudo, nem sempre os consumidores estão cientes dos mesmos e não os contabilizam quando começam a fazer as mais diversas simulações para a aquisição da sua nova casa.

Hoje o NValores resolveu abordar este tema, de forma a que tenha toda a informação relevante para comprar a sua casa sem qualquer surpresa desagradável.

1 – Quais são os principais custos do crédito habitação?

Ter uma casa é sinal de ter de suportar diversos custos inerentes não só à sua manutenção como à sua aquisição.

Ao pedir um financiamento ao banco, é importante que tenha em conta que existem diversos custos que estão associados a esse crédito.

Assim sendo, conheça-os melhor de seguida.

1.1 – Juros do crédito

Quando pede um crédito habitação, tenha em conta que terá de devolver esse dinheiro à entidade bancária com juros.

Os juros são sem dúvida um dos principais pesos no que concerne as despesas de um crédito habitação, sendo por isso muito importante que saiba qual a taxa de juro que está a contratar para a aquisição da sua casa.

Ao realizar comparações, deve ter especial atenção à TAN (Taxa Anual Nominal) que corresponde à soma do indexante (por exemplo a EURIBOR) mais o spread (margem cobrada pelo banco para conceder o empréstimo) e à TAER (Taxa Anual Efetiva Revista).

É importante ter em conta que em muitos casos os bancos permitem que tenha uma redução significativa do spread, contudo, para que isso aconteça deve subscrever alguns produtos financeiros adicionais.

Desta forma, antes mesmo de optar por qualquer proposta que lhe seja feita, deve realizar diversas comparações.

1.2 – Seguros obrigatórios do crédito habitação

Outro dos custos do crédito habitação são os seguros obrigatórios que têm de ser contratados (seguro de vida e seguro multirriscos).

São muitas as pessoas que desconsideram estes dois seguros como custos do crédito habitação, contudo, tenha em conta que a médio/longo prazo os mesmos podem ter um peso bastante considerável no valor da sua prestação mensal.

É importante salientar, que você pode contratar os mesmos na companhia de seguros que lhe for mais favorável, não sendo obrigado a contratar os mesmos através do banco.

Frisamos, que pode também subscrever alguns seguros adicionais como é o caso do seguro de desemprego e Proteção de pagamento de prestação.

Cada vez mais os portugueses optam pela sua subscrição, uma vez que ninguém está livre de ficar desempregado de um dia para o outro.

1.3 – Valor das comissões bancárias

Quem pede um empréstimo para comprar casa, tem que contar com o valor das comissões bancárias, ou seja, um valor que o banco cobra pela prestação dos seus serviços.

Por norma, este tipo de comissão inclui:

  • Comissão de abertura de processo;
  • Despesas de abertura;
  • Análise e estudo de viabilidade do crédito;
  • Comissão de gestão;
  • Custo de avaliação do imóvel…

É importante ter em conta, que dependendo do seu relacionamento com o banco, pode ter direito há isenção das mesmas ou pelo menos uma redução do valor.

Contudo, não descarte nunca o facto de que poderá ter de pagar estes valores, pois pode ser surpreendido pela negativa.

1.4 – Custos com a hipoteca do imóvel

É importante que tenha também em conta que outro dos principais custos do crédito habitação são os custos com a contratação da hipoteca.

Os mesmos são:

  • Escritura de Mútuo com hipoteca (sendo que os custos da escritura variam de acordo com diversos fatores, entre os quais o montante de empréstimo solicitado);
  • Imposto de Selo (que corresponde a 6% do montante do crédito);
  • Certidão do registo predial (é um documento que indica todas as descrições e inscrições prediais em vigor, e tem a durabilidade de 6 meses).

1.5 – Alterações de contrato e amortização

Se está a considerar amortizar o seu crédito, de forma total ou parcial, saiba que essa amortização também tem custos (0,5% do valor total no caso de ter uma taxa variável ou 2% no caso de ter uma taxa fixa).

Tenha também em conta, que todas as alterações que sejam realizadas após a escritura, também vão ter custos adicionais (como é o caso de querer alterar o prazo do empréstimo).

2 – Outros custos associados à aquisição de um imóvel

Quando falamos dos principais custos do crédito habitação, é importante salientar que existem mais custos do que os que mencionamos anteriormente.

Estes custos por norma, são relativos a impostos.

2.1 – Impostos

Quem compra uma casa tem inúmeros impostos que tem de liquidar antes mesmo de realizar a escritura do imóvel.

Assim sendo, é importante que os conheça e que conte com eles na hora de fazer as contas do custo da sua nova casa.

2.2 – IMT (Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis)

Este imposto é aplicado sempre que existe a mudança de proprietários de um imóvel (ou seja, sempre que alguém compra um imóvel).

É importante ter em conta, que o cálculo do IMT varia de acordo com a tipologia do mesmo (urbano ou rústico), a localização (Continente ou Regiões Autónomas) e a sua finalidade (Habitação Própria e Permanente ou Secundária).

Salientamos também que o seu cálculo incide sobre o maior de dois valores: valor tributário do imóvel ou valor declarado na escritura de compra e venda.

O IMT deve ser liquidado antes da escritura, sendo que as guias de pagamento podem ser obtidas online ou numa repartição das finanças.

2.3 – IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis)

O IMI ou Imposto Municipal sobre Imóveis é um imposto municipal sobre o valor patrimonial tributário dos imóveis localizados no território nacional (de norte a sul do país), e que tem de ser pago anualmente.

Tenha em conta que o cálculo do IMI é feito com base no Valor Patrimonial Tributário (VPT) associado ao imóvel.

Ao VPT é depois aplicada uma taxa que é definida anualmente por cada município.

No entanto, é importante que tenha em conta, que embora algumas das variáveis sejam fixas, outros são mutáveis.

Se está há procura da sua nova casa e não sabe por onde começar a sua análise, consulte-nos e peça uma simulação para o seu empréstimo pois podemos ajudá-lo a obter as melhores soluções de financiamento para concretizar o seu sonho.

Temos inúmeros consultores financeiros à sua disposição, que podem falar diretamente com os bancos e entidades financeiras de forma a obter o crédito mais barato com o spread mais baixo e que melhor se adapte às suas necessidades.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-06-20T16:31:15+00:00 09/06/2017|Categories: Crédito à Habitação|

About the Author:

Ricardo Rodrigues é CEO e Fundador do NValores desde 2013. Plataforma para pedir crédito online. Nomeadamente crédito pessoal, crédito consolidado e crédito habitação. Email: geral@nvalores.pt