Cuidado com as taxas do crédito pessoal

Cuidado com as taxas do crédito pessoal

By | 2017-07-19T04:12:25+01:00 27/04/2015|Categories: Crédito Pessoal|

O crédito pessoal é uma opção muito interessante para quem necessita de dinheiro rápido, pois o seu processo de aprovação é, por norma, bastante simples e rápido. Ainda assim é necessário ter cuidado com as taxas do crédito pessoal, por forma a encontrar a melhor opção do mercado.

O que saber sobre as taxas do crédito pessoal?

Os créditos pessoais são regulados pelo Banco de Portugal e as taxas máximas que podem ser cobradas para cada tipo de crédito (dependendo da sua finalidade) são definidas trimestralmente por esta entidade.

Ainda que existam taxas máximas a cobrar nos créditos pessoais é necessário ter alguns cuidados na hora de escolher o crédito pessoal a usar.

Os créditos pessoas implicam sempre a cobrança de taxas, denominadas por TAN e TAEG. A TAN é a Taxa Anual Nominal e a TAEG é a Taxa Anual Efetiva Global.

Assim a TAN indica apenas a taxa de juros que será aplicada e as despesas de processo e comissões que possam existir.

Já a TAEG trata-se de uma taxa que reflete o custo total do crédito, incluindo todos os parâmetros da TAE e ainda todas as outras despesas anuais que estejam associadas ao crédito em causa, como por exemplo, custos com seguros associados ao crédito.

Sempre que se faz um crédito pessoal a entidade credora tem a obrigação de apresentar todas as informações referentes ao crédito pessoal em causa, incluindo a TAN e TAEG aplicada.

Veja também: As taxas máximas de usura que podem ser aplicadas no crédito ao consumo.

Como interpretar a informação da TAN e TAEG?

Quando se faz um crédito pessoal, ou outro tipo de crédito, há uma tendência para dar-se importância à TAN e desvalorizar a TAEG.

Este é um erro comum, pois na verdade a TAEG é um indicador mais completo, representando os custos gerais do crédito em causa.

Desta forma, sempre que se pretende fazer um crédito e se pretende comparar várias opções de crédito para encontrar a melhor opção de mercado deve fazer-se essa comparação com base na TAEG e não na TAN. Pode haver situações em que o crédito com a TAN mais baixa tem uma TAEG elevada.

Resumo dos cuidados a ter com as taxas do crédito pessoal

Em suma, é importante olhar cuidadosamente para a informação fornecida pela entidade credora, analisando muito bem a TAEG.

Se pretende fazer um crédito pessoal não deixe de usar o nosso simulador de créditos para encontrar a melhor solução do mercado para as suas necessidades específicas.

Veja A Nossa Sugestão

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-07-19T04:12:25+01:00 27/04/2015|Categories: Crédito Pessoal|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

One Comment

  1. Priscila 26/05/2015 at 19:45 - Reply

    Gostaria de receber ofertas aqui do Brasil pois as q vem são de Portugal ai não tem como eu fazer obrigada

Leave A Comment