Cuidado com as taxas do crédito pessoal

O crédito pessoal é uma opção muito interessante para quem necessita de dinheiro rápido, pois o seu processo de aprovação é, por norma, bastante simples e rápido. Ainda assim é necessário ter cuidado com as taxas do crédito pessoal, por forma a encontrar a melhor opção do mercado.

O que saber sobre as taxas do crédito pessoal?

Os créditos pessoais são regulados pelo Banco de Portugal e as taxas máximas que podem ser cobradas para cada tipo de crédito (dependendo da sua finalidade) são definidas trimestralmente por esta entidade.

Ainda que existam taxas máximas a cobrar nos créditos pessoais é necessário ter alguns cuidados na hora de escolher o crédito pessoal a usar.

Os créditos pessoas implicam sempre a cobrança de taxas, denominadas por TAN e TAEG. A TAN é a Taxa Anual Nominal e a TAEG é a Taxa Anual Efetiva Global.

Assim a TAN indica apenas a taxa de juros que será aplicada e as despesas de processo e comissões que possam existir.

Já a TAEG trata-se de uma taxa que reflete o custo total do crédito, incluindo todos os parâmetros da TAE e ainda todas as outras despesas anuais que estejam associadas ao crédito em causa, como por exemplo, custos com seguros associados ao crédito.

Sempre que se faz um crédito pessoal a entidade credora tem a obrigação de apresentar todas as informações referentes ao crédito pessoal em causa, incluindo a TAN e TAEG aplicada.

Veja também: As taxas máximas de usura que podem ser aplicadas no crédito ao consumo.

Como interpretar a informação da TAN e TAEG?

Quando se faz um crédito pessoal, ou outro tipo de crédito, há uma tendência para dar-se importância à TAN e desvalorizar a TAEG.

Este é um erro comum, pois na verdade a TAEG é um indicador mais completo, representando os custos gerais do crédito em causa.

Desta forma, sempre que se pretende fazer um crédito e se pretende comparar várias opções de crédito para encontrar a melhor opção de mercado deve fazer-se essa comparação com base na TAEG e não na TAN. Pode haver situações em que o crédito com a TAN mais baixa tem uma TAEG elevada.

Resumo dos cuidados a ter com as taxas do crédito pessoal

Em suma, é importante olhar cuidadosamente para a informação fornecida pela entidade credora, analisando muito bem a TAEG.

Se pretende fazer um crédito pessoal não deixe de usar o nosso simulador de créditos para encontrar a melhor solução do mercado para as suas necessidades específicas.

Veja A Nossa Sugestão

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt

  1. Priscila on 26 Mai 2015:

    Gostaria de receber ofertas aqui do Brasil pois as q vem são de Portugal ai não tem como eu fazer obrigada

    Reply to Priscila