Crédito para funcionários públicos tem aprovação mais fácil

credito pessoal

Os funcionários públicos são pessoas como outras quaisquer, e por isso, sempre que necessitam de algum crédito pessoal, crédito consolidado ou habitação, solicitam-no exatamente da mesma maneira que um funcionário do setor privado.

No entanto, quando os funcionários públicos pedem crédito, tem a vida facilitada pois existe uma grande facilidade na aprovação do mesmo.

É importante ressalvar, que não existe nenhuma tipologia especifica de crédito para a função pública.

Vamos explicar-lhe de seguida, porque é mais fácil ter o crédito aprovado no caso de ser trabalhador da função pública.

Como funciona a aprovação do crédito para funcionários públicos

Embora um funcionário público tenha de solicitar um crédito, diretamente a um banco ou entidade financeira, é importante ter em conta que não existe nenhum tipo de crédito pessoal ou crédito habitação que possa ser adquirido exclusivamente por funcionários do estado.

Qualquer pessoa que queira ver um crédito aprovado (independentemente de onde trabalha), necessita de apresentar garantias ao banco, pois de outra maneira não é possível o mesmo aprovar o empréstimo (os bancos não emprestam dinheiro a quem não tem forma de provar que o pode pagar de volta).

E quando se trata de um crédito para funcionários públicos, os mesmos conseguem realmente a apresentação das garantias (como contrato, rendimento fixo…), o que dá uma segurança ao banco e facilita a aprovação.

Porque é mais fácil aprovar um crédito para funcionários públicos?

Existem dois motivos que permitem uma análise normalmente positiva por parte das entidades bancárias quando é solicitado qualquer tipo de crédito por parte destes contribuintes.

Os motivos são os seguintes:

1 – Remuneração

Um funcionário público tem por norma uma remuneração superior à maioria dos trabalhadores do setor privado (até porque os ordenados da função pública encontram-se tabelados de acordo com a função que é desempenhada e no início do ano civil todos recebem uma folha com o valor que vão auferir mensalmente).

Assim sendo, quando é solicitado um crédito para funcionários públicos, essa mesma folha é entregue ao banco, que a pode analisar e saber quais os valores que vão ser disponibilizados para aquele trabalhador.

2 – Estabilidade/contrato de trabalho

Se entrar na função pública não é simples, no entanto, estando lá dentro e com contrato assinado, a estabilidade é enorme, pois dificilmente os mesmos são despedidos.

Assim sendo, quando algum trabalhador do estado recorre a um banco para pedir um crédito pessoal, crédito à habitação ou até mesmo um cartão de crédito, o banco sabe que a pessoa não irá ficar (provavelmente) sem trabalho no decorrer do período de vigência do contrato.

Quando se trata do setor privado essa questão é bastante mais complicada de prever, uma vez que estes podem ser dispensados a qualquer altura.

É importante salientar, que independentemente de ser funcionário público ou privado, qualquer contribuinte que tenha dívidas em atraso, penhoras ou o nome no Banco de Portugal, não vai ver o seu pedido de crédito aprovado.

Agora que já sabe como funciona o crédito para funcionários públicos, pode pedir o seu em caso de necessidade, que terá uma maior probabilidade de ver o mesmo aprovado.

Sempre que precisar, poderá preencher o simulador de crédito grátis do NValores para ser contactado por um consultor registado no Banco de Portugal, que irá analisar a sua situação e as suas necessidades e propor-lhe uma solução de financiamento adaptada ao seu perfil financeiro.

Veja também: Crédito Pessoal para Reformados

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários.Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal.Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt