Crédito habitação – Spread mais baixo e TAEG 2019-05-02T21:09:35+01:00

Melhor Crédito Habitação

Encontre o Spread mais baixo e a TAEG mais baixa na habitação

Abril de 2019

Compare todos os bancos
Spread mínimo TAEG e mais baixa
Tipo de taxa: variável, mista e fixa
% de Financiamento (avaliação e/ou aquisição)

Crédito pessoal ou consolidado?

Preencha o nosso formulário e fale com um consultor de forma a encontrar um empréstimo que se adapte às suas necessidades.

Pedir crédito

Cada vez mais as famílias portuguesas optam por adquirir um imóvel, de forma a garantir que possuem a sua casa de sonho a pagar o mínimo possível relativamente à mesma.

No entanto, é bastante comum que a maior parte das pessoas não entenda muito bem o que é o spread no crédito habitação, e como é que o mesmo influência o valor total do crédito contratado.

Para que fique completamente elucidado, iremos explicar-lhe de forma simples como é que tudo funciona. Mas antes, apresentamos uma tabela comparativa, de forma a conhecer os Spreads e as TAEG apresentadas em Março de 2019, pelas principais instituições financeiras.

Comparação de Crédito habitação

BancoSpread mín.Spread max.TAEGPrazo máx.Financiamento atéTipo de Taxa
Bankinter1,00%2,45%1,80%40 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoVariável (euribor a 12M)
Banco CTT1,10%1,70%1,70%40 anos85% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
Santander Totta - Select1,10%1,90%1,80%40 anos90% da aquisição e 85% do valor de avaliaçãoVariável (euribor a 12M)
Credito Agrícola1,10%3,85%2,20%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
Abanca1,20%3,70%3,10%30 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
Novo Banco1,25%5,00%2,10%40 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoVariável (euribor a 12M)
Banco Best1,25%5,00%2,10%40 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoVariável (euribor a 12M)
Activobank1,25%2,75%2,70%40 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
BCP
1,25%2,75%2,70%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
BPI1,25%2,04%2,60%40 anos85% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
CGD1,30%5,35%2,90%40 anos85% da avaliação e 90% da aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
Deutsche Bank1,30%2,15%2,50%40 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
EuroBIC
1,49%1.9%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (Euribor a 6M)
Montepio1,55%3,50%3,15%30 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (euribor a 12M)
UCI1,75%2,75%3,50%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoVariável (Euribor a 6M)
Santander Totta - Select1,10%1,90%1,80%40 anos90% da aquisição e 85% do valor de avaliaçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
Banco Best1,25%5,00%2,50%40 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
CGD1,30%5,35%3,30%40 anos85% da avaliação e 90% da aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
Deutsche Bank1,30%2,15%3,20%40 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
BCP1,45%3,65%2,90%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
Montepio1,50%2,25%3,47%40 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
UCI1,99%2,95%3,98%40 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 6M)
BPI2,15%5,30%3,70%40 anos85% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoMista (fixa + variável Euribor a 12M)
Bankinter2,30%30 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoFixa (30A)
Novo Banco2,50%30 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoFixa (30A)
Banco Best2,50%30 anos90% da aquisição e 80% do valor de avaliaçãoFixa (30A)
CGD3,30%30 anos85% da avaliação e 90% da aquisiçãoFixa (30A) taxa Swap
UCI4,27%30 anos90% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoFixa (30A)
Montepio4,13%25 anos80% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoFixa (25A)
BPI4,50%30 anos85% do menor valor entre a avaliação e aquisiçãoFixa (30A)

 

Crédito habitação – Taxa Mista – Spread mais baixo e TAEG

 

Crédito habitação – Taxa Fixa – TAEG mais baixa

 

Análise do estudo comparativo de Spread e TAEG

Março de 2019

É importante considerar e comparar a TAEG (taxa anual efectiva geral), sendo que reflecte o total dos custos com o crédito habitação (comissões, juros, despesas de processo e seguros).

Após análise da tabela podemos concluir que a TAEG aplicada pelas principais instituições financeiras, varia entre 1,70% e 3,60% na modalidade taxa variável ou mista e máximo de 4.5% em taxa fixa até 30 anos.

O Bankinter em Março apresenta o Spread mais baixo do mercado desde 1%.

Logo a seguir, com spread desde 1,1% encontram-se o Banco CTT, a Abanca, Crédito Agrícola e o Santander Totta.

Este mês o Banco BPI apresenta uma descida considerável no spread de 1,5% para 1,25%.

De modo geral, o spread mínimo praticado pelos Bancos em março varia entre 1% e máximo 1,5%. Relativamente aos financiamentos com taxa de juro fixa até 30 anos, este não se aplica.

Verificámos também que atualmente, os bancos apenas concedem entre 80% a 90% do valor da habitação, desta forma é importante juntar algum dinheiro antes de pensar em comprar casa.

Note que todas as informações mencionadas na tabela acima foram retiradas à data de 26/03/2019, qualquer alteração realizada pelas Entidades financeiras não é da responsabilidade da NValores.

Assim, será crucial consultar a página do Banco que melhor se adapta às suas necessidades, de forma a obter a simulação e a FINE (ler atentamente).

Perguntas frequentes

O que é o Spread?

É importante explicar-lhe o que é o spread, para que possa compreender de forma simples como é que o mesmo interfere no seu crédito.

De forma prática, o spread no crédito habitação é a taxa de lucro que é cobrada pelos bancos aquando da realização de um empréstimo para compra de casa.

No entanto, é importante salientar que a taxa de juro final, não implica somente este denominador, como também os indexantes (que por norma são a taxa Euribor entre 6 e 12 meses).

Salientamos ainda, que o valor do spread não é fixo nem igual em todos os bancos. Na verdade, o mesmo adapta-se à realidade de cada pessoa e vai depender imenso do perfil de risco do proponente.

Antes de comprar algum imóvel, é importante que perca algum tempo a realizar simulações e analisar quais as ofertas do mercado para esta tipologia de crédito.

Devo escolher taxa fixa ou variável?

A opção pelo tipo de taxa, deve-se essencialmente às suas expectativas quanto à evolução futura das taxas de juro e dos encargos que quer assumir no imediato.

Assim sendo, tenha em conta o seguinte:

  • Taxa fixa – Com esta taxa, sabe à partida qual o valor da taxa de juro a vigorar até ao final do prazo do empréstimo. É normal que a taxa de juro fixa seja mais alta do que a taxa de juro variável, uma vez que o prazo a que esta se refere é muito maior.
  • Taxa variável – Neste caso, a taxa de juro altera-se ao longo da vida do empréstimo, sempre que ocorre a revisão do valor do indexante (por exemplo: de 3 em 3 meses, se a Euribor for a 3 meses, ou de 6 em 6 meses, se a Euribor for a 6 meses, etc.). Isto acontece porque o valor do indexante pode aumentar ou diminuir ao longo do tempo devido a diversos fatores.
  • Veja também: Qual a melhor taxa? Fixa ou variável
O que é o spread e a taxa de juros?

De forma prática, o spread no crédito habitação é a taxa de lucro que é cobrada pelos bancos aquando da realização de um empréstimo para compra de casa.

O spread é um valor definido por cada instituição bancária ou entidade financiadora e significa o seu lucro. Ou seja, é o que o banco ou entidade financiadora irão ganhar por conceder o empréstimo.

O valor do spread é sempre negociável e há muitos bancos que oferecem reduções no spread, caso o cliente opte por usar alguns serviços bancários comuns, como a domiciliação de ordenado e de ordens de pagamentos, a adesão a contas poupanças, entre outros. Na verdade, o mesmo adapta-se à realidade de cada pessoa e vai depender imenso do perfil de risco do proponente.

Já a taxa de juros pode estar indexada a vários indicadores, sendo que o mais frequente é à Euribor e representa o valor real de juros que serão pagos pelo empréstimo. Este valor é sempre variável, de acordo com as movimentações dos mercados.

O que é a EURIBOR?

A Euribor é a principal taxa de juro de referência do mercado monetário do Euro, sendo cotada diariamente para 8 prazos distintos (1 e 2 semanas, 1 mês, 2, 3, 6, 9 e 12 meses). A taxa Euribor é então o indexante de referência para os créditos com taxa de juro variável.

A sua evolução depende, da taxa de juro oficial definida pelo Banco Central Europeu (BCE), do grau de liquidez do sistema financeiro e das expectativas dos agentes financeiros quanto ao comportamento futuro da inflação e da política monetário do BCE.

Requisitos para um spread mais baixo no credito habitação

Tal como dissemos anteriormente, o spread é adaptado à realidade da pessoa que solicita o crédito, assim sendo, o banco avalia o valor do rendimento, a idade, o estado civil, o agregado familiar, o histórico bancário, entre outros. No entanto, conseguir o spread mais baixo (mínimo) poderá não ser simples, uma vez que o empréstimo é sempre um risco para a instituição.

Contudo, existem alguns fatores que podem baixar o valor do mesmo.

Rácio financiamento / garantia

Rácio financiamento / garantia

Quanto maior for o capital inicial investido no imóvel, maior será a probabilidade de conseguir obter um spread de valor inferior.

Apresentar um rácio de LTV (Loan to value – rácio financeiro, que relaciona o montante associado a um empréstimo, com o valor da garantia que é prestada pelo consumidor) de 70%, significa que está a pedir apenas 70% do valor total do imóvel que pretende adquirir.

Contratação de produtos adicionais

Contratação de produtos adicionais

A contratação de diversos produtos adicionais (como cartão de crédito, domiciliação de ordenado, seguros, débito direto mensal em conta (luz, água), entre outros) pode fazer com que o spread possa ser aligeirado por parte das entidades bancárias.

No entanto, é muito importante que faça todos os cálculos de forma a perceber se a contratação desses serviços é realmente benéfica ou se o valor total acaba por ser superior.

Aquisição de imóveis de banco

Aquisição de imóveis de banco

Embora muitas famílias desconheçam esta questão, se está neste momento à procura de casa, saiba que os imóveis vendidos pelo banco, têm tendência a ter um spread bastante mais baixo e com bonificações especiais para compra.

Além de tudo, são os únicos imóveis que podem, pontualmente, ser financiados a 100% pela entidade bancária.

Apresentar garantias

Apresentar garantias

Mesmo que não tenha possibilidade de dar um valor considerável como entrada para um determinado imóvel, a apresentação de garantias como um imóvel já liquidado (que terá de hipotecar novamente) ou contas poupança com valores avultados, podem possibilitar uma boa renegociação do spread com as mais diversas entidades financeiras.

No entanto, é muito importante que tenha sempre em conta, que apesar de neste momento ser bastante mais simples adquirir um imóvel (comparativamente há alguns anos), saiba que nem sempre os financiamentos são aprovados.

É necessário ter uma situação estável, de forma a não representar para o banco um risco há realização do empréstimo.

Agora que já sabe quais os bancos com o spread mais baixo no crédito habitação, pode começar a analisar todas as ofertas existentes no mercado e começar a olhar para esta taxa com o devido entendimento do seu significado e das suas implicações a nível de crédito.