Crédito habitação mais barato do mercado: Como conseguir?

Crédito habitação mais barato

Cada vez mais o objetivo de quem faz a aquisição de um imóvel passa essencialmente por conseguir obter o crédito habitação mais barato do mercado, possibilitando desta forma, uma poupança significativa ao longo de todo o contrato.

No entanto, são muitas as famílias que não sabem que é possível fazer diversas simulações de crédito habitação, de forma a verificar quais as melhores ofertas.

Assim sendo, hoje o NValores vai explicar-lhe tudo o que precisa saber, para poder realizar diversas simulações de sucesso, e conseguir efetivamente obter o crédito habitação mais barato do mercado.

1 – Crédito habitação mais barato – o que deve ter em conta

Antes de lhe explicarmos quais as principais questões que deve ter em conta quando está à procura de um crédito habitação, salientamos desde já que o NValores consegue o crédito habitação mais barato do mercado, e que não cobramos qualquer comissão pela realização da análise de crédito.

Quando o intuito passa essencialmente por conseguir pagar o mínimo possível, existem diversas questões que deve ter em conta, como os spreads, custos totais do processo, seguros…

2 – Dados importantes a recolher

Antes de começar a fazer as simulações em diferentes bancos, é importante que recolha os dados essenciais relativamente aos mesmos, para que possa efetivamente comparar os custos. Deste modo, os principais dados a recolher são:

Características do crédito

Aqui vai necessitar saber qual o montante total a solicitar, prazo de pagamento, spread, valor da primeira prestação, período de carência, valor residual….

Taxas

Deve ver se é mais compensatório uma taxa de juro fixa ou se pelo contrário a variável dá-lhe maior folga orçamental. Deve também ter em conta a TAEG e a TAN associada ao crédito;

Seguro

Muitas entidades bancárias permitem que o spread seja mais baixo se contratar o seguro multirriscos e de vida em conjunto com o crédito habitação. No entanto, é importante que veja quais os valores dos mesmos, e se não será mais vantajoso para si a contratação do mesmo a outra entidade.

Outros custos

Diversos custos que estão associados com abertura de dossier, registo de aquisição, certidão de registo predial, escritura

Depois de obter todos estes dados para o crédito habitação que está a analisar, deve colocar os mesmos em tabelas, de forma a poder realizar as simulações do crédito habitação e ficar a saber qual é aquele que é efetivamente mais barato.

Veja também: Todos os custos no crédito habitação

3 – Noções importantes para escolher o crédito habitação mais barato

De forma a analisar corretamente os dados que recolheu anteriormente, é importante ter algumas noções base do que é que os mesmos significam. Assim sendo, o glossário seguinte irá também ajudá-lo a obter o melhor resultado para o crédito habitação.

Montante

Valor total que irá solicitar ao banco (lembre-se que a maior parte dos bancos apenas financia até 80% do valor de avaliação do imóvel). Quanto menos dinheiro pedir emprestado, melhor.

Prazo

Período durante o qual estará a pagar o crédito (por norma os prazos mais alargados vão até aos 50 anos, mas considere prazos mais pequenos de forma a pagar menos juros).

Valor residual

É melhor optar por não escolher esta forma de pagamento, pois irá transferir o maior montante do seu crédito para os últimos anos de pagamento (ficando com uma prestação bastante superior nessa altura).

Carência de capital

Outra alternativa a evitar, pois irá permitir que durante os 2 ou 3 primeiros anos apenas pague o valor dos juros, tornando as restantes prestações bastante mais altas.

TAE – Taxa Anual Efetiva

Quanto menor melhor, uma vez que este é um dos principais indicadores dos encargos associados ao empréstimo.

TAN – Taxa Anual Nominal

Permite-lhe calcular os juros do empréstimo através do prazo e do montante solicitado.

Spread

O spread é a margem de lucro do banco para este tipo de produtos financeiros, variando de acordo com o montante do empréstimo, da percentagem de financiamento e do prazo.

O envolvimento do cliente com os produtos contratados ao banco (seguros, cartões de crédito, créditos complementares) pode levar também à descida do spread por parte do banco (no entanto, mais uma vez é necessário ver se vale realmente a pena ou se o montante total será bastante superior).

Veja também: Como consigo o spread mais baixo?

Agora que já sabe como conseguir um crédito habitação mais barato, já viu que pode não ser um processo simples de levar a cabo, uma vez que é necessária a realização de dezenas de simulações, que mesmo assim podem não ser efetivas.

Sobre o autor: Ricardo Rodrigues

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários. Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal. Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Email: geral@nvalores.pt