Advertisement

Conta Corrente Caucionada

Tendo em conta a atual conjuntura económica, não está fácil para a empresas acederem a crédito junto das entidades bancárias, independentemente do tipo de crédito pretendido. Contudo, ainda existem empresas que têm acesso a crédito, nomeadamente, empresas com boa solidez financeira, boa gestão e qualidade na liquidez.

Os bancos, na sua grande maioria, não estão totalmente fechados à concessão de crédito a empresas, estão sim, mais rígidos e a exigirem mais conforto para concederem o crédito.

Um dos créditos que é concedido com alguma regularidade a empresas é a conta corrente caucionada (vulgarmente também conhecida como crédito de tesouraria). Este tipo de conta bancária é destinada exclusivamente às empresas, e na qual o banco faculta à empresa um montante especifico, mesmo não existindo esse saldo disponível em conta.

O seu principal objetivo é permitir que as empresas tenham capacidade de resposta a curto prazo, permitindo a resolução a curto prazo de situações de falta de liquidez temporária.

Como nada é oferecido, as empresas para que possam ter acesso a uma conta corrente caucionada pagam juros sobre o valor que utilizarem. Assim sendo, de forma simples, podemos dizer que uma conta corrente caucionada é um financiamento a curto prazo.

1 – Como funcionam as contas caucionadas para empresas

Esta tipologia de conta tem condições muito específicas e por esse motivo estas devem sempre ser estipuladas entre a empresa e o banco, além porque só a própria entidade bancária poderá estipular o limite de crédito (que vai variar consoante a faturação da empresa).

Para ter acesso a uma conta corrente caucionada, a empresa vai ter sempre de abrir uma nova conta, isto porque é através desta que é realizada a ligação entre os movimentos com a conta à ordem. A empresa apenas pode transferir entre contas valores até ao limite máximo do crédito estabelecido pelo banco.

Por norma, esta tipologia de conta tem uma validade de 180 dias, no entanto vindo o prazo a mesmo renova automaticamente (caso não haja informações em contrário).

Como dissemos anteriormente, nada é oferecido, assim sendo, o custo dos juros da utilização deste tipo de serviços bancários é calculado ao dia, tendo sempre em consideração o montante do empréstimo que foi realizado (a sua cobrança é feita de forma regular na conta à ordem da empresa).

Em alguns casos (não todos), os bancos podem exigir às empresas, uma garantia, por forma a acautelar a sua posição, sendo que sem esta não fornecem o serviço. A garantia mais comum é uma livrança assinada pelos sócios.

Apesar de haver juros associados aos valores disponibilizados pelos bancos, este modelo já ajudou muitas entidades a não entrarem na falência (daí ser uma opção bastante viável se está a passar uma fase de dificuldades que sabe que será ultrapassada a curto prazo).

Existem diversas vantagens para uma empresa na abertura de uma conta corrente caucionada, no entanto as mais relevantes são:

  1. Financiamento a curto prazo flexível e prático;
  2. Taxas de juro bastante competitivas;
  3. Liberdade de realização das transferências entre contas sempre que haja necessidade para tal;
  4. Permite resolução a curto prazo de problemas de liquidez financeira;

2 – Cuidados a ter

Apesar de ter algumas vantagens que são fundamentais para as empresas nesta altura de grande incerteza económica, este tipo de conta corrente caucionada, apresenta também algumas desvantagens para as empresas (maioritariamente ao nível de juros que são cobrados diariamente).

Uma grande maioria dos bancos cobram ás empresas diversas comissões na contratação de um crédito tesouraria, como:

  • Comissão de Dossier ou de Formalização  – Esta comissão é cobrada independentemente do pedido de concessão de conta caucionada ser ou não aprovado. Este tipo de comissão pode ser fixa ou variável (neste caso o valor pago pelas empresas pode ascender facilmente aos milhares de euros).
  • Comissão de Imobilização  – Esta comissão é praticada pela maioria dos bancos, e é cobrada sobre o valor do limite da conta corrente caucionada que não está em utilização.

Além das três que apresentamos anteriormente, algumas entidades bancárias podem também solicitar que seja feito o pagamento de uma comissão de gestão ou de utilização.

Assim sendo, com a aplicação de todas as comissões apresentadas conjuntamente com os juros pagos diariamente, a contratação de uma conta corrente caucionada pode ser uma solução que a médio prazo pode ser bastante dispendiosa (mais ou menos 14% a mais do valor de despesa que iria ter se não optasse por esta via).

Desta forma, antes de contratar este tipo de serviço, proceda a uma análise cuidadosa das finanças da sua empresa, e verificar se existe mesmo a necessidade desta contratação ou se de outra forma menos dispendiosa consegue dar a volta à questão.

1 comentário em “Conta Corrente Caucionada”

  1. olá gostaria de saber se é obrigatório algum seguro de vida para a conta caucionada , assim como para o crédito á habitação ? Supondo que um dos sócios morre como fica salvaguardada a posição dos herdeiros no caso da habitação própria ser a garantia da caucionada? Grato pela atenção despendida

Deixe um comentário