Compras online em Portugal aumentam de forma exponencial - NValores

Compras online em Portugal aumentam de forma exponencial

By | 2019-05-24T20:07:15+01:00 20/05/2019|Categories: Dicas Úteis|Tags: |
compras online em Portugal

Quando falamos de compras online, a grande maioria pensa em lojas ou produtos de especialidade.

No entanto, embora os portugueses comprem cada vez mais neste tipo de lojas, a venda de produtos em 2ª mão tem também crescido de forma exponencial.

De acordo com a DECO, o OLX é a plataforma de vendas em segunda mão mais utilizada em Portugal. E, além disso, saiba que os portugueses compram mais online do que aquilo que vendem.

Logo, se neste momento precisa de ganhar algum dinheiro extra, nada como colocar o que não quer à venda em plataformas online.

Mas, saiba de antemão que nem todos os produtos têm o mesmo volume de procura na internet.

De seguida damos-lhe mais informação.

Quais os produtos que os portugueses mais compram online?

A DECO realiza imensos estudos relativamente às questões das compras online. Assim, um dos últimos, indica que cerca de 50 % dos portugueses já fez compras em segunda mão!

Quando falamos de vender online algum produto utilizado, esta percentagem desce para um terço (16.66 %).

É importante frisar que existem inúmeras plataformas que são utilizadas pelos portugueses para vender.

As principais são:

  1. OLX – 61%
  2. Facebook – 10%
  3. eBay – 9%
  4. Custo Justo – 7%
  5. Amazon
  6. Coisas

Mas, o que é que os portugueses mais compram online?

Na verdade, existem algumas categorias de artigos que têm uma maior saída que outras.

  • Mobiliário
  • Decoração
  • Produtos de bricolage

Estas são as 3 categorias com maior volume de vendas em plataformas como o OLX e o Custo Justo. Isso acontece essencialmente porque os portugueses sentem que existe uma ligação com a pessoa que lhe está a vender determinado produto ou serviço.

É também importante frisar que atualmente, a maior parte das pessoas faz as suas compras através de um computador portátil. No entanto, a compra através de smartphones tem aumentado de forma considerável.

Além da facilidade de pesquisa e respetiva compra, a verdade é que a forma e facilidade de pagamento são também um dos pontos mais valorizados pelos portugueses quando fazem compras online nestas plataformas.

O que leva uma pessoa a comprar ou vender online em segunda mão?

A verdade é que as compras online estão a ganhar terreno nos últimos anos. E, isso deve-se essencialmente ao fato de ser cada vez mais simples comprar ou vender através da internet.

Existem milhares de sites, as formas de pagamento são cada vez mais abrangentes, os sites são cada vez mais seguros…

No entanto, quais serão os fatores que mais pesam para quem compra?

Ou seja, o que é que um comprador tem em conta antes de fechar um negócio?

Alguns dos pontos são:

  • Metodologia de pagamento
  • Atitude de quem está a vender e a forma como comunica (antes e depois de o negócio ser realizado)
  • Forma como o produto é entregue
  • Apoio do site (durante e após a compra)

E o que é que leva os vendedores a optarem por vender cada vez mais produtos em segunda mão através de plataformas como o OLX?

  • Metodologia de pagamento
  • Atitude de quem está a comprar (antes, durante e depois de a transação ser realizada)
  • Facilidade de venda
  • Facilidade na entrega do produto

Quais os cuidados a ter ao fazer compras online em Portugal?

Importante: Como funcionam as devoluções, garantias e cancelamentos?

Ora bem, se os portugueses compram cada vez mais online, é importante que os cuidados sejam cada vez mais redobrados.

Na verdade, muitos portugueses compram e vendem online com uma grande frequência. Isto porque, se pensarmos bem, qualquer produto que se encontre em bom estado, pode ser vendido em segunda mão.

Falamos de coisas tão simples como livros, CD’s, eletrodomésticos, viaturas automóveis, roupa, acessórios de decoração…

Enfim, existe um mundo de possibilidades. E, talvez por isso, é importante que enquanto comprador tenha alguns cuidados redobrados antes de fazer a sua compra.

Os principais são:

  • Sempre que possível faça a compra do produto em mão num local público (e vá acompanhado)
  • Faça o pagamento a dinheiro ou por transferência bancária (mas nunca sem antes ver o produto)
  • Peça várias fotografias ou combine uma forma de ver o produto antes de comprar
  • Tente negociar o preço (mas sempre por um valor justo)
  • Pesquise bastante o produto antes de comprar (muitas vezes por mais 10€ ou 15€ é possível comprar algo melhor e sem ser em 2ª mão)
  • Veja se o vendedor já tem muitas transações realizadas e se não houve problemas anteriores
  • No caso de a encomenda vir pelo correio veja qual é o valor dos portes de envio
  • Contacte o vendedor por telefone e fale com ele antes da compra (é uma forma de verificar se existe ou não empatia)

Quais os cuidados a ter ao vender online?

Agora que já sabe quais os cuidados a ter enquanto comprador, é importante perceber alguns cuidados que deve ter no caso de querer começar a vender online.

Assim sendo, de seguida damos-lhe algumas dicas que pode considerar para começar a vender aquilo que tem em casa e que já não utiliza.

  • Faça um levantamento de tudo aquilo que tem em casa e que possa ser vendido online
  • Faça uma avaliação do produto (pode ser através de alguém especializado – no caso de moedas ou livros antigos, ou tendo por base o preço de venda de produtos similares)
  • Crie um bom anúncio – O mesmo deve cumprir algumas regras de forma a ser apelativo
    • Ter o preço bem definido (inclusivamente informar se aceita ou não trocas)
    • Descrição completa do produto – incluindo todos os defeitos e desgastes
    • Informação sobre todos os contactos – email e telefone – já que ajudam a minimizar o desconforto por parte do comprador
  • Tire fotografias com qualidade e em locais próprios para tal (ou seja, nada de fotografias desfocadas e no meio da confusão)
  • Sempre que receber um pedido de orçamento ou de informação, contacte de volta com a maior brevidade possível
  • Tente fazer a transação num local público, mas se não for de todo possível, opte por enviar à cobrança
  • Sempre que fechar negócio, remova o seu anúncio, pois vai evitar contactos desnecessários

Com o crescimento do e-commerce em Portugal, a compra e venda de produtos online vai ganhar cada vez mais terreno.

Estima-se que até 2020 as compras online sejam 25% do volume total de vendas a nível mundial.

Assim, se quer vender e desfazer-se de produtos em bom estado que não utiliza, ou se quer comprar algo mas não quer gastar muito dinheiro, esta pode ser a solução.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-05-24T20:07:15+01:00 20/05/2019|Categories: Dicas Úteis|Tags: |

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt