As melhores dicas para comprar um carro usado

As melhores dicas para comprar um carro usado… sem medos!

By | 2019-03-19T17:13:20+00:00 11/03/2019|Categories: Dicas Úteis|Tags: |
precisa de crédito pessoal

Não seja mais um a contribuir para o sucesso do provérbio “o que é barato, sai caro”.

Saiba o que deve levar em linha de conta antes de comprar um carro usado. Do preço ao crédito automóvel, passando pela garantia, inspeção interna e externa do veículo e documentação necessária…

Os carros em segunda mão podem ser um excelente negócio se tiver paciência para pesquisas, cuidado na recolha da informação sobre carros usados e conhecimentos de mecânica que bastem para verificar o automóvel.

E, tendo em conta que todos os anos são vendidos milhares de carros usados, não deve ser difícil reunir essas competências para fechar um bom negócio.

Basicamente, para comprar o seu “novo” automóvel, basta fazer uma pesquisa online em sites de carros usados baratos, como o Custojusto, OLX e Standvirtual ou visitar um stand de automóveis. Mas antes de assinar o contrato de compra e venda, convém saber quais os cuidados a ter na compra de carros usados.

Atenção às dicas que lhe vamos listar de seguida!

Preços de carros usados

O valor justo do automóvel usado é sempre discutível, mas existem alguns locais e simuladores que ajudam a determinar o preço e comparar custos para o mesmo modelo:

  • Stands de automóveis usados
  • Sites de carros usados baratos, como Custojusto, OLX e Standvirtual
  • Revistas da especialidade
  • Serviços de avaliação de empresas especializadas, online ou por telefone.

A garantia

Os automóveis usados ou novos têm o dever, por lei, a 2 anos de garantia desde  da data que efetua a compra, mas a legislação que regula o ato de comprar carros usados a particulares é muito diferente da que é aplicada a stands de automóveis.

Ou seja, por lei só os stands são obrigados a dar garantia a carros usados: 2 anos ou outro prazo acordado entre comprador e vendedor, sendo que por norma, grande parte dos stands de carros usados apresentam apenas um ano (o período mínimo permitido), de forma a compensar oferecem um desconto no preço de venda, por exemplo.

Porém, comprar carros usados a particulares é outra coisa!

Estes vendedores não são obrigados a passar qualquer tipo de garantia após a venda. E é precisamente por esta razão que existem alguns riscos em comprar carros usados a particulares, pois se o vendedor resolver ocultar dados importantes sobre o estado do veículo, nada poderá fazer.

Veja as campanhas de crédito consolidado

A solução é mesmo continuar a ler este artigo (independentemente do local onde pretende comprar um carro usado) para tomar nota de todos os cuidados a ter, não só para não ser enganado, mas também para efetuar um bom negócio.

Inspeção do veículo usado

Vamos passar agora a outros cuidados a ter na compra de carros usados, mais práticos, que se prendem com a inspeção do veículo usado.

É importante ter algum conhecimento de mecânica, se não tiver pode sempre recorrer a um amigo ou um especialista da área (algumas oficinas disponibilizam este serviço – Bosch Car Service). Se tiver esse conhecimento pode fazer a inspeção sozinho, de acordo com as indicações que se seguem

Inspecionar o exterior do carro

Principais aspetos a verificar:

  • Sinais de ferrugem ou mossas na carroçaria e outras deformações
  • Bolhas ou riscos na pintura
  • Abertura e fecho das portas e capô
  • Alinhamento dos painéis
  • Ver se há furos nas borrachas
  • Verificar os faróis e as luzes
  • Pneus verificar o estado.

Inspecionar o interior do carro

Principais aspetos a verificar:

  • Estado dos estofos e do tablier.
  • Funcionamento dos cintos de segurança.
  • Funcionamento dos vidros, portas, escovas, espelhos, rádio, etc.
  • Funcionamento do volante, buzina, pedais e travão.
  • Retirar os tapetes para ver se não estão a encobrir defeitos.
  • Confirmar se o volante, estofos e pedais condizem com a quilometragem do carro.
  • O número do chassi (normalmente junto ao motor) corresponde ao número que se encontra no registo de propriedade do carro.
  • Verificar o nível do óleo.
  • Averiguar o circuito de arrefecimento e o estado da bateria.

Testar o carro (test-drive)

Nem sempre é possível dar uma voltinha no carro usado que pensa comprar, mas no caso de o vendedor concordar com um test-drive, deve fazer o seguinte para concluir a inspeção do veículo usado.

  • Verificar se os travões estão em condições.
  • Testar a direção (alinhada).
  • Verificar embraiagem e entrada das mudanças, acelerações e resposta do motor.
  • Testar a transmissão.
  • Ter atenção a possíveis ruídos da caixa de velocidades.
  • Prestar atenção a sons fora do comum, vibrações, fumos e funcionamento geral do veículo.
  • Confirmar a temperatura do veículo.

Documentação necessária para comprar um carro usado

Outro dos cuidados a ter na compra de carros usados é a análise dos documentos necessários para compra de veículo usado, nomeadamente o livro de revisões e o DUA (Documento Único Automóvel).

Verifique em particular se…

  • IUC (Imposto Único de Circulação) está pago.
  • O nome do vendedor é o mesmo que se encontra nos documentos da viatura.
  • O número de identificação marcado no chassis é igual ao número do livrete.
  • O livrete e o registo de propriedade confirmam a procedência do veículo.
  • O contrato de compra e venda discriminando preço, matrícula e ano de fabrico do automóvel.

Caso venha a efetuar a compra, também precisará de ter o seu cartão de cidadão atualizado, declaração de venda automóvel e seguro.

Descubra: Como encontrar o seguro automóvel mais barato.

Crédito automóvel e leasing

Se precisa de contrair um crédito automóvel ou pessoal para adquirir um carro usado, aconselhamo-lo a fazer uma pesquisa junto de bancos e outras instituições financeiras, pedindo simulações para o montante de que precisa.

E depois contabilizando e comparando os encargos inerentes às diferentes modalidades de financiamento nas propostas que recolheu.

O leasing pode parecer a modalidade mais em conta para a maioria dos compradores que não valorizam ter o carro em seu nome. Contudo, muitas instituições financeiras não permitem esta modalidade para carros usados e além disso, se pensarmos no custo dos seguros obrigatórios (automóvel e de responsabilidade civil facultativo), esta solução pode ficar dispendiosa.

Nesse caso, deve recorrer ao crédito automóvel. Fica com o carro registado em seu nome (com propriedade do veículo) desde o princípio com a condição de contratar o seguro de responsabilidade civil obrigatória e, em algumas instituições, o de vida.

Clique aqui e simule agora mesmo o valor que ficaria a pagar por um crédito pessoal!

Como vê, agora que tomou nota de todas as dicas relacionadas com os cuidados a ter na compra de carros usados, a tarefa já não parece tão difícil.

Na verdade, até está ansioso por começar as investigações!

Pois que faça um bom negócio e excelentes viagens!

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-03-19T17:13:20+00:00 11/03/2019|Categories: Dicas Úteis|Tags: |

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt
crédito urgente 100% online