Como superar as dificuldades financeiras

Estamos numa altura que devido à crise financeira que assolou o país, existem cada vez mais famílias que estão endividadas ou sobre-endividadas, e que não sabem o que podem fazer para superar as dificuldades financeiras que sentem.

A maior parte das pessoas pensa que voltar a ter a sua estabilidade financeira é algo bastante complicado de concretizar. No entanto existem opções que requerem um elevado esforço para o conseguir, mas também existem outras que lhe facilitam a vida sem que tenha de fazer esse esforço mensal.

O NValores explica-lhe algumas das melhores maneiras para superar as dificuldades financeiras, e colocar as suas finanças em dia.

4 Dicas para superar a crise financeira

Vamos dar-lhe 4 dicas que poderá aproveitar e desta forma conseguir alcançar a estabilidade financeira que tanto almeja.

1 – Veja que créditos tem em vigor

A primeira tarefa que tem de fazer para conseguir superar as dificuldades financeiras passa por analisar todos os créditos que tem em vigor, e saber ao que é que os mesmos são referentes.

É importante que saiba com precisão o que é que está atualmente a pagar, a quem é que está a pagar, qual o motivo do crédito e o montante mensal que paga.

Desta forma é possível colocar os créditos de forma prioritária para poder começar a organizar-se.

Imagine que tem 4 créditos em vigor, por exemplo crédito automóvel, crédito habitação, cartão de crédito e crédito pessoal. Ao ver o que está a pagar descobre que apenas lhe faltam 450€ para acabar de pagar o cartão de crédito (sendo este o que tem menor valor a pagamento).

Assim sendo, os seus esforços imediatos devem ser para de liquidar o mesmo com a maior brevidade possível (pois não vai estar a acumular juros sobre o mesmo e fica com um determinado valor livre que deve usar para abater ao crédito seguinte).

Consulte o mapa da CRC do Banco de Portugal para ver quantos créditos tem em vigor atualmente.

Faça a sua Simulação de Crédito Consolidado no NValores

2 – Fale com o Banco

Se tem apenas por exemplo 2 cartões de crédito, mas o valor que está em aberto é muito elevado, deverá tentar falar com o banco para tentar renegociar os mesmos e os respetivos prazos de pagamento.

Salientamos que esta opção vai permitir que mensalmente pague um valor menor, mas a longo prazo os juros que irá pagar associados ao crédito são maiores.

Assim sendo, esta é uma hipótese que deve ponderar. Neste caso, pode sempre colocar de parte algum valor todos os meses para que no fim possa abater algumas prestações ao crédito.

3 – Não recorra a familiares ou amigos

Se o seu principal intuito é superar as dificuldades financeiras, estar a pedir um empréstimo a um amigo poderá não ser uma boa solução, pois embora lhe permita organizar as suas finanças junto de bancos e entidades financeiras, vai ficar com outra dívida para pagar.

Deve tentar sempre dar a volta à situação, sem ter de recorrer a mais empréstimos, pois embora possa pensar que o mesmo lhe vai facilitar a vida, a longo prazo, poderá não funcionar bem dessa forma.

4 – Consolide os seus créditos

Uma opção que está a ser cada vez mais utilizada pelos contribuintes portugueses é a consolidação de créditos. Este tipo de produto financeiro é uma ótima aposta para recuperar a sua estabilidade financeira e recuperar das dificuldades.

Além de poder juntar todos os seus créditos e proceder à realização de um único pagamento mensal, pode poupar todos os meses entre 30% e 60%, e ainda solicitar um crédito extra até no máximo 15.000€ (até 30% do valor dos créditos a consolidar) para qualquer necessidade eventual que tenha surgido.

O principal motivo pelo qual este produto está a ter uma grande aderência, é porque você não terá nenhum trabalho (apenas precisa de enviar a documentação solicitada), e recebe a resposta da entidade bancária ao fim de pouco tempo.

Se está à procura de uma resolução imediata para superar as dificuldades financeiras, esta poderá ser a opção certa para si.

Se após ponderar esta opção, pretender verificar a possibilidade de consolidar todos os créditos que tem atualmente, poderá solicitar-nos essa análise sem qualquer compromisso vinculativo.

Agora que já sabe 4 maneiras para superar a crise financeira que se encontra atualmente na sua vida, não hesite nenhum motivo para continuar sufocado em créditos que ficam com a maior parte do seu ordenado.

Se tiver alguma dúvida ou questão que queira ver esclarecida, não hesite em contactar-nos, pois teremos todo o gosto em esclarecê-lo com a maior brevidade possível.

Autor: Ricardo Rodrigues

 

CEO e Fundador da RRNValores Unipessoal, Lda, Ricardo Rodrigues gere uma equipa formada por consultores, criadores de conteúdos e programadores que desenvolvem e mantêm uma plataforma gratuita com informação e comparação de produtos bancários.

Formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL) e apaixonado pela área Financeira, criou o nvalores.pt em Agosto de 2013 com a missão de garantir uma comparação independente de produtos bancários em Portugal.

Exerceu funções de consultor financeiro independente na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras.

Email: geral@nvalores.pt