Como preencher o anexo h do IRS sem erros?
pedir crédito pessoal

Como Preencher o Anexo H do IRS sem Erros?

By | 2017-06-09T12:07:00+00:00 23/05/2014|Categories: Impostos|Tags: |

O anexo H do IRS é uma matéria de interesse para a grande maioria dos portugueses, pois é o anexo onde se podem apresentar todas as despesas do ano, por forma a conseguir reembolsos de IRS maiores, ou pagamentos menores.

O nome oficial do anexo H do IRS é “benefícios fiscais e deduções”, e nele devem ser apresentados os itens seguintes:

  • Rendimentos isentos sujeitos a englobamento
  • Rendimentos da propriedade intelectual isentos parcialmente – art. 58º do EBF
  • Abatimentos
  • Deduções à coleta e benefícios fiscais
  • Saúde / Educação / Lares / Energias renováveis
  • Consignação de 0,5% do imposto liquidado (lei nº 16/2001, de 22 de Junho)
  • Acréscimos por incumprimento de requisitos

Como o anexo H do IRS é tão importante, vamos explicar pormenorizadamente como deve ser feito o seu preenchimento, explicando cada um dos pontos anteriores.

Veja também: Como preencher o IRS passo a passo e faça o Download do nosso Ebook Grátis: Guia Especial IRS – Edição 2016

Rendimentos isentos sujeitos a englobamento

Este campo do anexo H serve para declarar todos os rendimentos auferidos que sejam isentos e sujeitos a englobamento. Os rendimentos seguintes enquadram-se neste quadro legal:

  • Renumerações auferidas em missões diplomáticas e consulares
  • Renumerações auferidas ao serviço de organizações estrangeiras ou internacionais
  • Lucros derivados de obras ou trabalhos na NATO, em território nacional
  • Recebimentos em dinheiro de valores que se destinavam à Segurança Social
  • Renumerações auferidas por tripulantes de navios
  • Renumerações abrangidas por acordos de cooperação
  • Renumerações auferidas em missões militares no estrangeiro de caráter humanitário

Rendimentos da propriedade intelectual isentos parcialmente – art. 58º do EBF

Aqui deve colocar-se o valor correspondente a 50% dos rendimentos auferidos devido à propriedade literária, artística e cientifica, tendo um valor máximo de 30.000 euros.

Abatimentos

Serve para conseguir fazer abatimentos no rendimento líquido, sendo que esses abatimentos têm de estar devidamente justificados. Aqui são colocados os valores de pensões pagas.

Deduções à coleta e benefícios fiscais

Neste campo do anexo H do IRS devem ser colocados os valores que se pretende deduzir ao valor total da coleta. Neste momento são aceites as deduções seguintes:

  • Planos Poupança Reforma
  • Despesas com educação ou reabilitação de pessoa com deficiência
  • Prémios de seguros
  • Donativos e Mecenato
  • Juros e amortização de dívida para a aquisição ou melhoramento de habitação própria
  • Rendas de habitação pagas
  • Regime público de capitalização

Saúde / Educação / Lares / Energias renováveis

Este é, possivelmente, o campo com maior interesse do Anexo H do IRS para a maioria dos portugueses, pois é onde se podem apresentar todas as despesas relacionadas com a saúde, educação, lares e energias renováveis.

Neste campo podem ser apresentadas as despesas seguintes:

  • Despesas de saúde com IVA de 6% ou isentas de IVA
  • Despesas com outros bem e serviços diretamente relacionados com a saúde
  • Despesas de educação e formação profissional
  • Despesas com lares e instituições de apoio à terceira idade
  • Despesas com a aquisição de equipamento para a utilização de energias renováveis

Consignação de 0,5% do imposto liquidado (lei nº 16/2001, de 22 de Junho)

Neste campo pode ser feita uma atribuição de 0,5% do imposto liquidado a uma instituição particular de solidariedade social, pessoa coletiva de utilidade pública de beneficência ou assistência humanitária. Esta atribuição não tem qualquer tipo de custo para o contribuinte.

Veja as campanhas de crédito consolidado

Acréscimos por incumprimento de requisitos

Sempre que se tenham entregues declarações nos anos anteriores (máximo desde 1999) em que se apresentaram benefícios e deduções fiscais a mais, pode-se regularizar a situação neste campo, indicando o valor em excesso que foi declarado.

Com esta explicação, preencher o anexo H do IRS será bem mais simples. Agora basta fazer as contas e colocar os valores finais nos campos adequados.

Veja A Nossa Sugestão

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-06-09T12:07:00+00:00 23/05/2014|Categories: Impostos|Tags: |

About the Author:

Ricardo Rodrigues é CEO e Fundador do NValores desde 2013. Plataforma para pedir crédito online. Nomeadamente crédito pessoal, crédito consolidado e crédito habitação. Email: geral@nvalores.pt
crédito urgente 100% online