Como poupar no Natal

Como poupar no Natal

By | 2017-05-19T01:32:56+00:00 27/11/2014|Categories: Aprenda a Poupar|

O Natal é uma época de gastos consideráveis para a maioria das família portuguesas, mas numa altura em que a crise continua a ser a palavra de ordem é fundamental saber como poupar no Natal.

Para evitar contrair dívidas na época natalícia, é fundamental que comece a pensar nesta altura de forma antecipada. Idealmente deveria retirar todos os meses algum dinheiro, já a pensar na compra dos presentes de Natal.

Contudo, mesmo que não tenha feito esta planificação de forma antecipada, continua a ser possível alcançar uma poupança assinalável, desde que siga as dicas que vamos dar em seguida, sobre como poupar no Natal.

Dicas para Poupar no Natal

  • 1.Faça uma lista dos presentes que irá oferecer.

Já reparou que quase todas as sugestões de poupança começam por fazer uma lista? Isto acontece por alguma razão, fazer uma lista permite manter as despesas sob controlo e é um dos passos mais importante para conseguir poupar no Natal.

Comece por decidir que presentes quer oferecer e qual é o valor máximo que pode gastar em todos eles. Faça uma segunda lista para as outras despesas que irá ter nesta época, incluindo alimentação, iluminações, possíveis jantares de natal (o da empresa, o do grupo de amigos, etc). Se fizer estas listas e se as cumprir de forma escrupulosa, está a dar um passo decisivo para poupar no Natal.

  • 2.Poupe durante todo o ano.

Sabemos que é difícil pensar sequer em poupanças, mas se conseguir colocar apenas 10€ de parte, todos os meses, já terá um bom ponto de partida para os gastos durante a época natalícia. É claro que se conseguir poupar ainda mais, tanto melhor.

Por exemplo, se costuma ir jantar fora diversas vezes por mês, basta abdicar de uma dessas refeições, para conseguir colocar de parte algum dinheiro.

  • 3.Evite comprar prendas de Natal de forma muito antecipada.

Comprar os presentes de Natal com alguma antecedência pode ser vantajoso, mas também acarreta alguns riscos. Porquê?

Porque há sempre o risco de oferecer algo que a pessoa já tem, ou de que não irá gostar. Se a compra foi feita com bastante antecedência, então já não irá ser possível realizar a troca. Contudo, a partir de novembro, muitas lojas já oferecem prazos de devolução superiores, já pensando exatamente nas prendas de Natal.

  • 4.Aproveite as promoções especiais.

Muitas lojas portuguesas já aderem às promoções especiais de Inverno que há muito se haviam popularizado lá fora. Estamos a falar do “Black Friday” e do “Cyber Monday”, duas promoções que marcam o final do mês de Novembro e que são uma excelente possibilidade para encontrar presentes engraçados, por um preço bastante inferior ao que é normal.

É claro que por vezes estas promoções podem ser algo enganadoras e o desconto não ser tão grande como anunciado. Nada como comparar os preços das promoções com os preços praticados em outras lojas, por forma a garantir que está realmente a fazer um bom negócio.

  • 5.Opte por fazer as suas compras online.

Ao comprar os presentes que vai oferecer no Natal através da Internet, irá conseguir um bom nível de poupança. Para começar, irá poupar combustível e tempo, já que não terá que andar a saltar de espaço comercial em espaço comercial para comprar tudo o que precisa.

Adicionalmente, ao comprar online pode comparar preços com toda a facilidade, garantindo que faz efetivamente boas compras. Convém não dispersar as compras por muitas lojas, pois dessa forma os custos de expedição podem subir e arruinar a poupança.

  • 6.Prefira o comércio local.

Se não vive perto de um centro comercial, pode ser mais vantajoso realizar as suas compras no comércio local. O pequeno comércio apresenta ainda a vantagem de oferecer produtos diferenciados, que podem resultar em presentes de Natal extremamente originais.

Ao comprar todas as prendas de Natal num centro comercial, arrisca-se a estar a oferecer algo que outra pessoa também irá oferecer.

  • 7.Organize o jantar de Natal do seu grupo de amigos em casa.

Os jantares de Natal de grupo são geralmente feitos em restaurantes. Para quem tem diversos jantares de Natal marcados, todas estas festas podem representar uma despesa adicional complicada de suportar.

Em alternativa aos tradicionais jantares organizados em restaurantes, pode propor que o jantar seja feito na sua casa, ou na casa de outro membro do grupo. Todos podem e devem contribuir, levando alimentos e bebidas e no final, a fatura irá ficar bastante menos onerosa. E claro, ficarão muito mais à vantagem, já que o ambiente será mais privado.

  • 8.Faça você mesmo os presentes.

Os presentes com mais significado raramente são os presentes mais caros. Caso possa fazer ou preparar você mesmo alguns dos presentes, irá certamente espalhar ainda mais felicidade.

Algumas sugestões de presentes “faça você mesmo” são: compotas, saquinhos com bolinhos secos, quadros decorativos, camisolas de lã, cachecóis, qualquer coisa que saiba fazer e que transmita um pouco do seu cunho pessoal.

  • 9.Opte por uma decoração mais natural.

Poderá poupar nas decorações de Natal, se apostar numa decoração mais natural. Pinhas, azevinho, musgo e frutas da época permitem dar um toque especial a qualquer casa, durante esta época. Utilize a sua imaginação!

  • 10.Fomente a partilha na ceia de Natal.

Organizar a ceia de Natal fica bastante dispendioso. Para diminuir o impacto desta refeição, peça a todos os membros da família para levarem algo. Ao dividirem as despesas por todos, o impacto será muito menor e em simultâneo estará a fomentar o espírito de partilha.

Veja A Nossa Sugestão

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-05-19T01:32:56+00:00 27/11/2014|Categories: Aprenda a Poupar|

About the Author:

Ricardo Rodrigues é CEO e Fundador do NValores desde 2013. Plataforma para pedir crédito online. Nomeadamente crédito pessoal, crédito consolidado e crédito habitação. Email: geral@nvalores.pt