Como Funciona o Forex

O crescimento do Forex é inegável, já que este mercado é hoje o maior do mundo em termos de transações realizadas. Diariamente, são movimentados mais de 3 triliões de dólares por dia neste mercado. Um número que impressiona e que demonstra a vitalidade do Forex.

Neste artigo vamos esclarecer o que é e como funciona o Forex. Vamos começar pelo fundamental, o que é o Forex?

A palavra Forex (muitas vezes também representada pela sigla FX) é a abreviatura de Foreign Exchange Market – o que numa tradução literal significa “Mercado de Divisas Estrangeiras.

Este é um mercado não regulamentado, no qual as diversas moedas do mundo são comercializadas. Apesar de ter crescido exponencialmente nos últimos anos, este mercado interbancário já existe desde 1971.

O Forex tornou-se realidade quando as taxas de câmbio passaram a ser negociadas internacionalmente através de taxas de câmbio flutuantes.

3 bebés decidem qual a melhor estratégia

1 – Como funciona o forex: explicação simplificada

Milhares de pessoas sentem-se tentadas a darem os primeiros passos neste mercado tão atrativo, contudo antes de mergulhar no comércio de divisas, é essencial saber como funciona o Forex.

O Forex permite que qualquer pessoa possa negociar através de instrumentos financeiros derivados. O foco do mercado consiste na compra e venda de divisas: dólares, libras, francos, ienes, apenas para nomear algumas das moedas mais fortes.

A principal caraterística do Forex é a sua elevada liquidez. Em poucos mercados é possível realizar operações de compra e venda em menos de um segundo.

Esta rapidez espantosa é um dos aspetos que mais intriga muitos potenciais investidores. Como é que existe sempre alguém interessado em comprar aquilo que pretendemos ver ao preço que nós estamos a vender? E como é que existe sempre alguém a vender exatamente aquilo que pretendemos, pelo preço que pretendemos?

A resposta é na verdade bastante simples, são os dealers que fazem este mercado mexer. A função dos dealers é exatamente essa, comprar, vender e fazer o mercado funcionar.

O que você terá como compreender, enquanto investidor, é que irá estar quase sempre a comercializar CFDs (Contracts for Difference) e não dinheiro.

Os CFDs uma espécie de contratos imediatos que garantem que, quando fechar o contrato, o investidor irá assumir a diferença do preço do ativo transacionado. Essa diferença pode ser negativa ou positiva.

Quando o investidor ganha, o valor da diferença é geralmente transferida para a sua conta, no seu dealer. Pelo contrário, quando a diferença é negativa, parte do dinheiro existente na conta do investidor é retirada.

Um aspeto fulcral da negociação Forex é a importância do dólar. Sendo ainda hoje a moeda de reserva, o dólar influencia fortemente todo o mercado cambial.

Isto significa que na maioria das transações, o dólar irá estar de alguma forma envolvido.

2 – Como funciona o forex: explicação prática

Como acreditamos que o funcionamento do forex é mais fácil de compreender através de um exemplo prático, apresentamos aqui um exemplo:

Imagine que possuímos uma conta com 5000 dólares e uma alavancagem de 1:200.

Compramos 50.000 euros do par EUR/USD (isso significa que estamos a realizar uma compra de euros) à cotação de 1.2500 (o que significa $1,25, ou ainda em termos mais simples: 1 euro vale $1,25).

Na prática comprámos 50.000 euros e vendemos 62,500 dólares. Visto que a corretora oferece uma alavancagem de 1:200, do nosso depósito será apenas retirado 250€ ($312,50). Para avançar com a nossa compra de euros, será retirada da nossa conta a quantia de $312,50.

Mais tarde, se optássemos por fechar a posição e se a taxa de câmbio estivesse a 1.5000, iriamos fazer o inverso: estaríamos a vender 50.000€ e a comprar $75.000.

Como resultado desta operação ficaríamos com um lucro do nosso depósito em dólares de $12.500 ($75.000-$62.500). Relembramos que o saldo inicial da nossa conta era de $5.000, por isso o saldo final será de $17.500 ($5.000+$12.500).

A este valor teríamos que retirar os “roll-overs”, as tais taxas de juros aplicadas quando uma posição fica aberta de um dia para o outro. Se vendêssemos no mesmo dia, não seria necessário pagar este custo.

fuso horário em Londres, Nova York, Tokyo e Moscovo

 

3 – Vantagens do mercado forex

O enorme sucesso do mercado Forex é sustentado em algumas caraterísticas específicas:

  • O mercado Forex está permanentemente aberto, o que significa que os investidores podem negociar 24 horas por dia;
  • Enorme liquidez – sendo o mercado com maior liquidez do mundo, é possível negociar qualquer divisa de forma instantânea;
  • Existência de negociações alavancadas;
  • Possibilidade de recorrer a instrumentos padrão, que permitem controlar o grau de exposição ao risco.

Tal como acontece em qualquer outro mercado financeiro, o investidor só irá saber realmente como funciona o Forex quando começar a transacionar.

4 – Caraterísticas únicas do forex

O forex é completamente diferente do mercado de ações devido a possuir diversas caraterísticas únicas. Entre as principais particularidades do Forex podemos referir:

  • Alavancagem – esta é a principal caraterística do Forex e por isso, é um dos aspetos que terá que qualquer novo investidor deve estudar com toda a atenção e cautela. Sem um bom domínio do conceito de alavancagem, todo e qualquer investidor estará condenado a perder dinheiro no mercado de forex.

Todas as corretoras do mercado permitem que os investidores alavanquem o seu investimento. Se uma corretora indicar um rácio de 50:1, isso quer dizer que o investidor pode alavancar até um máximo de 50 vezes o seu investimento inicial.

É verdade que rácio é um excelente argumento para cativar novos investidores ávidos, mas o que não pode ser esquecido é que basta uma pequena flutuação no sentido contrário da posição assumida para que todo o capital investido possa desaparecer numa questão de minutos.

Existem até situações extremas de oscilações repentinas na cotação, nas quais o investidor pode perder mais do que o capital investido. Quando isso acontece, o intermediário financeiro procede de forma automática ao fecho da posição, cabendo ao investidor a responsabilidade sobre a dívida gerada.

  • Horário de Funcionamento – Um dos aspetos mais interessantes do forex é que o mercado funciona de forma contínua. Geralmente, o mercado abre às 23 horas de domingo (hora de Portugal Continental) e apenas encerra às 22 horas de sexta-feira.

Contudo, algumas das corretoras também cotam durante o fim de semana, pelo que podemos afirmar realmente que se trata de um mercado contínuo.

5 – Custos de investir no mercado de forex

De uma forma geral, as comissões de negociação cambial já estão incluídas nos preços. Quando o investidor olha para um preço, já está perante a soma do preço de mercado mais a margem do intermediário.

Isto é mais fácil de perceber com base neste exemplo: caso o preço do par EUR/USD seja 1,3856 e se a margem for 2 pips, então o preço de compra seria de 1,3857 e o preço de venda 1,3855.

Uma vez que uma menor margem é sinónimo de menor comissão, deve procurar uma corretora de confiança que ofereça a menor margem possível. Note que além da margem, algumas corretoras podem ainda cobrar uma comissão fixa.

Também deve ter em consideração a questão dos juros (rol over). Quando uma posição fica em aberto para o próximo dia, terá que ser feito o cálculo dos juros com base nas taxas overnight associadas às duas moedas. Se estiver comprador o juro será positivo, pelo contrário se estiver vendedor, então o juro será negativo.

6 – Intermediários registados na CMVM

Contudo, antes de entrar neste mercado, é importante que o potencial investidor dedique algum tempo a estudar e a analisar toda a mecânica do mercado.

Uma visita ao site da entidade fiscalizadora, no caso português a CMVM, é também obrigatória. Nem todas as corretoras de associadas ao Forex são legítimas, pelo que é fundamental auferir da idoneidade de uma empresa antes de realizar qualquer depósito.

Atualmente, os intermediários financeiros devidamente registados na CMVM e com escritório aberto em Portugal são os seguintes:

  • XTB Trading
  • Banco Best
  • Banco Big
  • Dif Broker
  • Fincor
  • GoBulling
  • Golden Broker
  • Orey Financial
  • X-Trade Brokers

Se pretende dar os seus primeiros passos no mercado de Forex pode escolher um destes intermediários e iniciar as suas transações nos mercados cambiais sabendo que está a confiar em entidades legítimas.

Impostos

Como investidor está obrigado a declarar todas as mais-valias e menos-valias obtidas no mercado de forex.

O resultado liquido que resultar das suas ações em forex é somado com as mais-valias e menos-valias obtidas com outros produtos financeiros. Depois, o valor total será taxado a 28%, ou então será englobado com outros rendimentos.

Agora que já sabe como funciona o Forex, ou pelo menos quais são os predicados básicos deste mercado, prossiga com a sua aprendizagem e quando estiver confiante, comece as suas próprias transações.

Veja A Nossa Sugestão

2 comentários em “Como Funciona o Forex”

  1. Boa tarde,

    Como posso saber quais os corretores portugueses registados na CMVM para operar Forex?
    No site não consegui encontrar.

    Já agora, aconselha algum em particular?
    Obrigado.

    Responder
    • Boa noite Rodrigo,

      Actualizámos o artigo sobre Forex onde listámos os corretores registados na CMVM.

      No NValores destacamos o seguinte produto:
      https://www.nvalores.pt/trading/xtb-trading/

      Em breve iremos fazer mais análises a outros produtos mencionados neste artigo.

      Esperamos ter respondido à sua questão.

      Obrigado por nos visitar.

Deixe um comentário

Simular crédito grátisNão paga nada por submeter o seu pedido