4 Métodos Simples para Determinar o Valor de uma Empresa

4 Métodos Simples para Determinar o Valor de uma Empresa

By | 2019-01-23T19:10:35+00:00 30/03/2016|Categories: Empreendedorismo|

Saber com determinar o valor de uma empresa, é algo bastante importante, principalmente se vender ou comprar uma está nos seus planos. Neste artigo vamos explicar-lhe como calcular o valor de uma empresa.

Primeiramente é importante salientar que não existe um método universal para a realização deste cálculo. Desta forma, avaliar corretamente uma empresa é sempre um processo subjetivo que está dependente de diversas questões, e que podem resultar em valores bastante díspares.

Aspetos como o potencial do negócio e o estado financeiro da empresa vão influenciar de forma significativa o valor da empresa, no entanto como é óbvio uma empresa que se situe numa curva ascendente de crescimento vai sempre ser mais valorizada do que uma que se encontre num período descente.

De seguida, apresentamos algumas formas diferentes para calcular o valor de uma empresa.

1 – Método comparativo

O método comparativo consiste na comparação entre empresas semelhantes, no entanto é bastante difícil de ser aplicado pois é bastante complicado encontrar no mercado, 2 empresas que sejam suficientemente semelhantes (dimensão idêntica e atuação no mesmo sector) para conseguirem ser utilizadas como termo de comparação.

Na prática utilizar esta tipologia para calcular o valor de uma empresa, pode ser um risco bastante elevado, pois o mesmo pode não refletir o real valor da mesma.

2 – Método de Cash flow

Este método utiliza o cash flow (ou fluxo de caixa) para determinar o valor de uma empresa. O fluxo de caixa descontado leva em consideração o valor estimado para uma empresa a médio e longo prazo. Esta avaliação é realizada, recorrendo à projeção dos benefícios, mas também contabilizando o valor associado aos riscos associados ao fluxo estimado,

De forma a garantir algum rigor à projeção realizada, é importante que o período de projeção não ultrapasse 5 anos. Este é o método de avaliação do valor de uma empresa que representa uma maior fiabilidade, e que é atualmente o mais utilizado pois avalia o potencial de investimento a médio/longo prazo.

3 – Avaliação dos ativos

Outro dos métodos utilizados para determinar o valor de uma empresa, é através da avaliação dos seus ativos, ou seja, qual é o valor dos ativos da empresa caso ela deixasse de trabalhar naquele momento.

É importante ressalvar que ao realizar o cálculo deve incluir os valores em dívida, assim como eventuais compromissos financeiros que a empresa tenha.

Embora seja um método bastante simples, os especialistas na área não o recomendam pois não tem em consideração aspetos importantes como a receita futura, assim sendo apenas deve ser aplicado caso a empresa se encontre em fase de liquidação.

4 – Performance no futuro

Este tipo de avaliação é realizada tendo em conta o desempenho posterior da empresa (já após a aquisição por parte de um novo investidor). Esta avaliação depende de diversos fatores, como o estado do negócio e a capacidade de gestão do novo comprador.

Assim sendo, o valor atribuído ao negócio tem apenas por base as expectativas do comprador. Este tipo de avaliação não é muito utilizada, uma vez que realizar a aquisição de um negócio e calcular o valor do mesmo não deve ser realizado com base em expectativas, mas sim em valores reais de desempenho.

5 – Resumo

Como referimos anteriormente, não existe um método universal que possa ser infalível para determinar o valor de uma empresa, por isso cada situação deve ser analisada de forma individual e levar em conta as características da conjuntura atual.

Por isso, se pensa vender ou comprar uma empresa e quer saber como deve calcular o valor da mesma, contacte um especialista que o possa ajudar no seu caso concreto.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-01-23T19:10:35+00:00 30/03/2016|Categories: Empreendedorismo|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

One Comment

  1. Luciano 12/05/2016 at 12:34 - Reply

    O que noto muitas vezes é que empresas compram concorrentes para ganhar mercados, mas esquecem de avaliar a cultura organizacional. Não conseguindo implantar seus métodos acabam levando a empresa a ruína.

Leave A Comment