Como calcular o novo salário líquido da função pública

Como calcular o novo salário líquido? Função Pública

By | 2017-05-19T01:32:59+01:00 03/08/2014|Categories: Emprego|

A cada vez mais confusa tarefa de calcular o salário líquido tem levado muitas pessoas ao desespero. Isto acontece, principalmente no que diz respeito ao cálculo do salário líquido da função pública.

É importante que todas as pessoas consigam calcular o seu novo salário líquido, por forma a que possam identificar e alertar para eventuais erros no seu salário.

Infelizmente, muitos portugueses limitam-se a olhar para o seu recibo de ordenado e a aceitar o que lá vem, sem se questionarem sequer relativamente aos valores que lá estão indicados.

Este artigo visa ajudar todos os trabalhadores da função pública a calcularem o seu novo salário líquido.

Como Calcular o Novo Salário Líquido da Função Pública

Como todos sabemos, os funcionários públicos têm sido extremamente afetados pelas medidas de austeridade impostas pelo governo.

O Orçamento de Estado para 2014 voltou a trazer más notícias para a Função Pública, trazendo o anúncio de novos cortes. Estes cortes são sinónimo do agravamento das condições de vida para milhares de trabalhadores e obrigam os funcionários públicos a fazer contas aos seus rendimentos.

Analisemos mais em pormenor os cortes trazidos pelo OE 2014:

De acordo com este documento, todos os funcionários públicos que recebam um salário bruto acima de 675€ irão sofrer um corte salarial que vai dos 2,5% até aos 12%, dependendo do salário recebido.

Para realizar-se o cálculo do novo salário líquido da função pública pode-se utilizar a seguinte fórmula:

Corte do salário (em %) = ((2,5% + ((12%-2,5%) * (Valor do salário – 675€)) / (2000€ – 675€))

Valor do corte do salário (em €) = Valor do salário – (Valor do salário * Corte do salário em %)

Para não se preocupar com contas, utilize o nosso simulador do corte salarial na função pública.

É necessário contabilizar ainda outros descontos e taxas, como:

  • IRS (Imposto Sobre os Rendimentos) – A taxa de IRS está diretamente relacionada com diversos fatores, incluindo o local de residência (não é igual ter residência no Continente, ou nos Açores ou Madeira), o estado civil, a existência e o número de independentes, eventual incapacidade e valor do salário bruto. A taxa de IRS pode ir dos 0% até ao valor máximo de 44%.
  • Segurança Social – A taxa para a segurança social é uma taxa fixa de 11% do salário bruto. Esta taxa não depende do valor do salário.
  • Sobretaxa de IRS de 3,5% – Tal como acontece para os trabalhadores do setor privado, também os trabalhadores da função pública continuam obrigados ao pagamento de uma sobretaxa extraordinária de 3,5%. Esta taxa é aplicada mensalmente a todos os montantes recebidos acima do salário mínimo nacional (atualmente em 485 euros).
  • ADSE – É necessário contabilizar ainda o desconto mensal de 3,5% que os funcionários públicos fazem para a ADSE. Relembramos que a ADSE é o subsistema de saúde específico para os funcionários públicos.

Importa também referir algumas questões especiais, como o pagamento do subsídio de Natal em duodécimos, ao longo de todo o ano.

No caso da função pública, o subsídio de alimentação é sempre pago em dinheiro, ao contrário do que já vai acontecendo no setor privado, onde os vales se vão tornando cada vez mais comuns.

Esperamos que este artigo tenha sido útil e que permita calcular mais facilmente o novo salário líquido da função pública.

Veja A Nossa Sugestão

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-05-19T01:32:59+01:00 03/08/2014|Categories: Emprego|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

Leave A Comment