Cartões de crédito com 50 dias sem juros

Com a crise económica que se instalou em Portugal nos últimos anos, é cada vez mais recorrente encontrar pessoas que tenham pelo menos um cartão de crédito (independentemente da entidade emissora). Este pequeno objeto, tornou-se parte integrante das famílias que por diversos motivos não têm a possibilidade de efetuar compras de valores avultados e realizar o seu pagamento na totalidade de uma única vez.

Com a existência de várias entidades emissoras, existem cartões de crédito para todos os gostos que tentam ao máximo criar as melhores condições de forma a atrair um maior número de clientes. No entanto uma das vantagens que alguns bancos inserem é a possibilidade de adquirir cartões de crédito sem juros associados (pelo menos durante um determinado período de tempo).

Vamos passar a explicar.

O que é o crédito grátis nos cartões de crédito?

Uma vez que se trata de uma área com uma procura bastante abrangente, e cada vez mais existe concorrência, as entidades têm de encontrar maneiras de se diferenciarem perante os seus potenciais clientes.

Uma das maneiras mais atrativas é a realização de crédito sem juros, ou seja, se fizer o pagamento do valor total em dívida num determinado período não vai pagar qualquer valor de juros.

As seguintes entidades optaram por implementar esta estratégia de crédito grátis nos cartões de crédito em Portugal, e com isso conseguiram aumentar significativamente o volume de novas adesões:

  • Unibanco
  • Barclays
  • Cetelem
  • Caixa Geral de Depósitos
  • Caixa Agrícola
  • Banif
  • BPI
  • BIG
  • Banco Popular
  • Deutsche Bank

Compare também: Todos os cartões de crédito com credito grátis

O que é que as entidades emissoras ganham com o crédito sem juros?

Os cartões de crédito destas emissoras têm entre 20 a 50 dias de crédito gratuito, ou seja, isento do pagamento de juros durante esse período. Normalmente são usados para créditos relativamente pequenos, como por exemplo uma ida mensal ao supermercado quase no final do mês, quando ainda não recebeu o salário. Por norma os valores destes créditos não ultrapassam os 150 /200€, que é um montante relativamente fácil (depende também da conjuntura económica da própria pessoa) de ser liquidado assim que o ordenado estiver disponível.

Este sistema ajuda a que as pessoas possam realizar compras de pequenos valores sem que tenham de pagar mais por isso.

No entanto quando o crédito é de um valor mais elevado, o que sucede é que o mesmo é pago em prestações (o número vai depender do valor do crédito, da entidade credora ou até mesmo da sua escolha). Assim sendo, nestes casos o mesmo não é pago até ao limite dos 50 dias, estando desta forma sujeito ao pagamento de uma taxa de juros que pode variar consoante o banco, nunca excedendo a taxa máxima que pode ser implementada (a mesma vai variar também consoante o tipo de crédito escolhido).

Esperamos tê-lo ajudado a compreender um pouco melhor como funcionam os cartões de crédito sem juros, e alerta-lo para esta possibilidade que muitas vezes é desconhecida pelos consumidores.

Caso tenha alguma questão sobre este tema ou qualquer outro relacionado com cartões de crédito e finanças pessoais, não hesite em contactar-nos que tentaremos esclarecer as suas dúvidas com a maior brevidade possível.

Deixe um comentário

Simular crédito grátisNão paga nada por submeter o seu pedido