Calculadora das minhas despesas mensais

Calculadora das minhas despesas mensais

By | 2017-06-09T01:39:35+00:00 25/11/2014|Categories: Crédito Consolidado|
Calculadora de despesas mensais

Saber como calcular as despesas mensais é essencial para que se possa ter uma noção exata de onde é que se está a gastar o dinheiro, que tende a desaparecer sem deixar rasto.

Só quando se sabe qual é o verdadeiro destino do dinheiro gasto mensalmente, é que se pode fazer um esforço para reduzir alguma dessas despesas.

A redução das despesas nem sempre é fácil de levar a cabo, mas o primeiro passo para que isso seja possível de concretizar é, sem sombra de dúvidas, calcular essas despesas e analisá-las de uma forma crítica e objetiva.

Muitas pessoas têm a tendência a queixar-se porque têm muitas despesas e afirmam que já fizeram todos os esforços possível para as controlar, mas a verdade é que nunca se esforçaram por fazer o cálculo real das despesas mensais e quando o fazem ficam bastante surpreendidas com os resultados obtidos.

Quer reduzir as prestações da casa? Consulte o nosso simulador de transferência de crédito habitação a custo zero e poupe muito dinheiro todos os meses.

Simulador

Passo 1 de 3
Neste campo devemos incluir todas as despesas que obrigatoriamente temos de respeitar mensalmente, tais como:
Anterior
Próximo
Passo 2 de 3
São aquelas despesas que apesar de surgirem todos os meses o valor gasto nelas não é sempre o mesmo e por isso são mais dificeis de controlar. Neste campo deve colocar-se o valor mínimo e máximo gasto em cada mês.
Anterior
Próximo
Passo 3 de 3
Anterior
Próximo
Enviar
Enviar

calculo das despesas mensais

Fazer o cálculo das despesas mensais

Existem vários métodos para calcular as despesas mensais. Alguns economistas defendem que se devem incluir as despesas mensais simples, enquanto outros consideram que também se deve incluir o valor de despesas como o seguro automóvel dividido por 12 meses, por forma a encontrar um valor médio de despesas mensais, mais preciso e real.

No NValores consideramos que o cálculo mais simples das despesas mensais é suficiente para que se possa tirar conclusões sobre as despesas mensais familiares e para procurar uma forma de controlar essas mesmas despesas.

Para calcular as despesas mensais devemos começar por dividi-las em duas categorias – as fixas e as variáveis.

Despesas Mensais Fixas

Neste campo devemos incluir todas as despesas que obrigatoriamente temos de respeitar mensalmente, tais como:

  • Crédito à habitação / Renda de Aluguer – mesmo que o valor a pagar mensalmente pelo crédito à habitação seja revisto a cada 3 ou 6 meses, este deve estar incluído nas despesas fixas, pois o seu pagamento é imperativo.
  • Água, Luz e Gás – deverá fazer uma média dos consumos no ano anterior por forma a encontrar o valor gasto por mês neste tipo de despesas. O valor encontrado e o valor realmente faturado pode ter pequenas oscilações mas não deverão ser significativas.
  • Pacotes de Internet, TV e/ou telefone (se aplicável)
  • Combustível ou transportes públicos
  • Pagamento de créditos diversos (seja o cartão de crédito, crédito automóvel, crédito pessoal ou de outro tipo)
  • Escolas, Atividades de Tempos Livres e outros do género dos filhos (se aplicável)
  • Outras despesas mensais, como por exemplo, ginásio, uma conta poupança fixa, seguros de saúde, entre outros.

Despesas Mensais Variáveis

São aquelas despesas que apesar de surgirem todos os meses o valor gasto nelas não é sempre o mesmo e por isso são mais difíceis de controlar. Neste campo deve colocar-se o valor mínimo e máximo gasto em cada mês.

  • Alimentação preparada casa
  • Restaurantes, Take Away, cafés, bares entre outros do género
  • Telemóvel
  • Valor de poupança mensal (se aplicável e caso não se trata de um plano de poupança de valor fixo)
  • Outras despesas mensais variáveis, como por exemplo, internet móvel, vestuário, entre outras.

Depois de encontrar o valor de cada uma das despesas mensais o cálculo total é muito simples de fazer, mas por vezes os resultados podem ser assustadores.

Para simplificar a sua vida desenvolvemos um simulador de orçamento familiar que pode ser usado online, através do simulador disponível no nosso site, ou offline através de um ficheiro de Excel.

Com este simulador é possível percepcionar não só o valor total das despesas mensais, mas também quais são as despesas mensais que pesam mais e menos no orçamento familiar.

controlar as despesas mensais

Controlar as despesas mensais

Depois de conhecer as suas despesas mensais e de perceber qual o peso de cada uma delas na globalidade das suas despesas, deve ser feita uma análise dessas despesas, por forma a encontrar a melhor forma de as controlar.

Por norma, quando olhamos para as nossas despesas mensais com o objetivo de as controlar temos a tendência de reduzir a poupança, pois essa é realmente a solução mais fácil. Mas na verdade esta é a única despesa onde não devemos mexer.

Ter uma poupança é extremamente importante e por mais pequena que seja ela é a nossa salvaguarda. Dessa forma, cortar na poupança seria um erro crasso.

Normalmente, as despesas que se conseguem reduzir com maior facilidade são as variáveis, pois podemos ir menos vezes a restaurantes, gastar menos dinheiro no telemóvel, comprar menos uma peça de vestuário, sem que isso comprometa a nossa qualidade de vida.

Mas também é possível reduzir as despesas fixas, com medidas simples mas eficazes, como por exemplo:

  • Controlar o tempo dos banhos – poupança de água e gás
  • Lavar a roupa só quando a máquina estiver cheia – poupança de água e luz

Estas medidas podem parecer irrisórias, mas quando se colocam todas em prática é possível conseguir poupanças de despesas na ordem dos 10 a 40%, pelo que se tornam realmente eficazes.

Conclusão

Se está realmente interessado em calcular as despesas mensais e em controlá-las, não fique mais tempo a pensar no assunto. Use o nosso simulador online ou ficheiro Excel e descubra todos os segredos escondidos sobre as suas despesas mensais.

Depois de conhecer as suas despesas a fundo, verá que controlar as despesas mensais pode ser muito mais simples do que parece, bastando ter uma visão crítica sobre as suas despesas e perguntar sempre:

  • Será que preciso mesmo de manter esta despesa?
  • Qual será a melhor forma de reduzir o valor desta despesa?

E não se esqueça que a poupança não é uma despesa negativa, mas sim positiva, por isso esta é a única despesa que não deve ser reduzida, antes pelo contrário, se conseguir reduzir as outras despesas em, por exemplo, 20%, pode aumentar a poupança em pelo menos 10%. Parece positivo certo?

Agora basta fazer as suas contas, por forma a conseguir calcular e controlar as despesas mensais familiares.

Veja também:

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2017-06-09T01:39:35+00:00 25/11/2014|Categories: Crédito Consolidado|

About the Author:

Ricardo Rodrigues é consultor financeiro independente e presta serviços de consultoria financeira em crédito pessoal, crédito consolidado e crédito habitação. Email: geral@nvalores.pt