Aprenda a redigir uma carta de motivação

Apesar de a maioria dos candidatos ignorar este passo, enviar uma carta de motivação juntamente com todas as candidaturas a empregos pode fazer toda a diferença. Aprenda a redigir uma carta de motivação e tire partido da vantagem que este documento lhe pode proporcionar.

Hoje, a esmagadora maioria das candidaturas a emprego são entregues através da Internet, contudo mesmo as candidaturas entregues digitalmente devem fazer-se acompanhar de uma carta de motivação.

Veja também: 4 Exemplos de cartas de motivação

1. Porque deve escrever uma carta de motivação

Uma carta de motivação deve acompanhar o seu currículo e serve para demonstrar por que razão se está a candidatar a um determinado emprego. Assim ao escrever uma carta de motivação está a diferenciar-se dos outros candidatos de uma forma positiva.

Este documento permite que a pessoa que está a analisar as candidaturas perceba melhor quais os motivos que o estão a levar a concorrer aquele emprego.

Na carta de motivação deve incluir o seguinte conjunto de informação:

  • Quem é
  • De onde vêm
  • Porque motivos se está a candidatar
  • O que tem para acrescentar à empresa à qual se está a candidatar

2. Dicas para uma boa carta de motivação

Para que a sua carta de motivação seja eficiente, não deve preocupar-se apenas em se apresentar, mas deve sobretudo sublinhar os motivos que o estão a levar a candidatar-se àquela oportunidade de emprego.

Coloque sempre os seus contactos na carta, já que desta forma está a transmitir disponibilidade e a tornar a sua candidatura mais credível. Elementos como um contacto telefónico e um endereço de e-mail são essenciais.

Não volte a repetir tudo o que já consta no seu currículo. A repetição de informação pode tornar a leitura da sua carta maçadora e isso pode voltar-se contra si.

Finalmente, tente ser original e adapte sempre a sua carta a cada candidatura.

3. Exemplo de um carta de motivação

Para que saiba como escrever uma boa carta de motivação, deixamos aqui um exemplo. Contudo, desaconselhamos fortemente que se limite a adaptar e a copiar este exemplo. Frisamos que o principal objetivo de uma carta de motivação é a diferenciação e que por isso deve adaptar a carta ao seu percurso profissional.

Utilize esta minuta para se inspirar:

Remetente:

Função ocupada – Empresa:

Endereço:

Contacto:

Data:

Assunto: Carta de Apresentação

Exmo.(a) Sr.(a) Diretor(a) de Recursos Humanos

Após ter tido conhecimento da vossa oferta de emprego, venho desta forma apresentar a minha candidatura à vaga em aberto.

Sou um jovem licenciado em Engenharia Civil pela Universidade do Porto (média de 15 valores) e tenho no meu percurso profissional dois estágios que me permitiram adquirir conhecimento prático.

Considero ter conhecimentos sólidos na minha área, uma excelente ética de trabalho e uma enorme vontade de continuar desenvolver os meus conhecimentos ao serviço da vossa empresa.

Tenho para oferecer uma constante capacidade de superação e uma grande auto motivação. Encaro os desafios que me são propostos com uma enorme vontade de superá-los e valorizo o trabalho em equipa e o sucesso coletivo.

Obrigado pela sua atenção. Encontro-me disponível para prestar esclarecimentos adicionais relativamente às minhas capacidades, qualificações e motivação. Poderá contactar-me através do número telefónico 9xxxxxxxx ou do email carta@xxxxx.

Com os melhores cumprimentos,

(Assinatura)

Veja A Nossa Sugestão

2 comentários em “Aprenda a redigir uma carta de motivação”

  1. Espero que sim porque quando tinha feito uma carta de motivação isto apresentara o motivo de dar a sua vida e sua inteligência do trabalho para a empresa.

  2. Em situações onde não há uma oferta de emprego, mas mesmo assim queres deixar seus documentos numa empreza. Será necessário a carta de motivação?

Deixe um comentário