TOP 6 alternativas ao crédito pessoal

TOP 6 alternativas ao crédito pessoal

By | 2019-05-21T16:41:11+00:00 23/11/2018|Categories: Crédito Pessoal|
crédito pessoal

Cada vez mais o crédito pessoal é uma realidade na vida de milhares de portugueses. Quando existe uma necessidade extra ou quando é necessário um financiamento, esta é a primeira opção que vem à mente dos portugueses.

Mas, a verdade é que nem sempre um crédito pessoal é a melhor opção! Existem muitas outras alternativas, sendo que algumas delas não comportam o pagamento de juros.

Por isso, neste artigo vamos dar-lhe algumas alternativas a este tipo de crédito.

Tenha em consideração, que muitas vezes o recurso ao crédito pessoal – principalmente se for para recorrer ao pagamento de uma dívida – pode ser uma forma de adiar o problema. Mas, existem alturas em que isso aumenta o problema em si.

Assim sendo, a decisão de solicitar um crédito pessoal deve ser analisada corretamente, e pesando todos os pontos.

Lembre-se que independentemente de ter um crédito pessoal aprovado por um banco ou entidade financeira, esta é quase sempre a forma mais onerosa de solicitar um financiamento.

Se está a ponderar avançar para um empréstimo pessoal avalie cuidadosamente as taxas de juro que vão ser cobradas, assim como o MTIC. Mas se preferir, pode optar por uma das alternativas ao crédito pessoal que apresentamos em seguida.

Principais alternativas ao crédito pessoal

É obvio que existem situações em que recorrer a uma fonte de financiamento extra pode ser a única solução viável.

No entanto, existem muitas outras situações em que solicitar um crédito acaba por ser dispensável. Principalmente nestes casos, as soluções que lhe apresentamos são muito mais interessantes do que pedir um crédito pessoal.

1 – Cartão de crédito

Os cartões de crédito fazem também parte do dia a dia de milhares de pessoas em todo o mundo.

Se o valor que necessita não for muito elevado, esta pode ser uma excelente opção. Mas, tal como na conceção de crédito pessoal, deve ter alguns cuidados.

Deve analisar a taxa de juro que é praticada, o período de crédito sem juros, ou a possibilidade de pagar em X vezes sem juros.

Se conseguir um cartão de crédito nestas condições, irá ser vantajoso para si. Mas, utilize o mesmo com moderação e apenas em caso de necessidade.

Uma vez que o plafond é renovável é muito fácil cair na tentação de o usar com frequência.

2 – Utilizar dinheiro das poupanças

A verdade é que já é difícil colocar algum dinheiro de parte todos os meses para juntar uma poupança atrativa.

Mas, depois de o dinheiro sair de lá, é quase impossível voltar a tê-lo de volta num curto período de tempo.

E, é talvez por isto que a grande maioria das pessoas têm tanta adversão a usar o dinheiro das poupanças para pagar alguma coisa.

Mas, tenha em conta que é muito mais barato para si usar esse dinheiro do que pedi-lo emprestado.

O que pode fazer é criar para si próprio um plano de prestações. Dessa forma, todos os meses coloca lá uma percentagem, tal e qual como se estivesse a pagar um crédito pessoal.

3 – Pedir dinheiro emprestado a um familiar ou amigo

Claro está que esta solução apenas é viável em alguns casos e dependendo muito do montante.

E sim, nós sabemos que não é a solução ideal, nem a mais agradável. Mas, como toda a certeza será mais económica do que pedir um crédito pessoal ao banco.

Assim sendo, se tiver a possibilidade de alguém próximo lhe emprestar o dinheiro, acredite que é uma opção a considerar.

Mas, considere sempre que vai ter de pagar de volta o dinheiro que pediu, e preferencialmente no menor tempo possível. Não estrague uma relação de amizade por causa de dinheiro.

4 – Subsídio de férias ou natal

Existem inúmeras situações em que a compra que quer fazer não é urgente. Por isso, uma alternativa ao crédito pessoal passa efetivamente por esperar pelo subsídio de férias ou natal.

A chegada dos mesmos costuma proporcionar algum desafogo financeiro, por isso, pondere esta opção.

5 – Um crédito de especialidade

O principal motivo pelo qual o crédito pessoal tem uma taxa de juro tão elevada, é essencialmente porque pode ser utilizado num sem número de coisas.

É possível obter para comprar um carro, um computador, um telefone novo, ir às compras, ir de férias…

Assim, se precisa de um empréstimo para algo específico, nada melhor do que contratar um crédito de especialidade.

Por exemplo se quer comprar um carro novo, opte por um crédito auto. Se pelo contrário quer remodelar a casa, opte por um crédito de obras e recheio. Se quer pagar os estudos dos seus filhos, opte por um crédito formação…

Assim, tem a certeza que irá pagar o valor mais baixo pelo montante solicitado.

6 – Junte dinheiro

Esta é talvez a solução mais barata e a melhor alternativa a um crédito pessoal. Se quer comprar algo novo (só porque sim e não por necessidade), comece a juntar dinheiro para a compra.

Quando conseguir ter o valor total amealhado, poderá deslocar-se à loja e comprar aquilo que quer. Além disso, pode até ter a sorte de o item estar em promoção…

Se quer juntar dinheiro mais rapidamente, uma excelente opção é desenvolver alguns trabalhos extra. Existem imensas opções online por onde escolher.

Estas são as principais alternativas ao crédito pessoal, mas é importante que analise se alguma destas possibilidades é realmente adequada às suas necessidades.

No caso de o crédito pessoal ser a melhor opção, voltamos a frisar que o melhor é efetivamente analisar a oferta de mercado para escolher a mais compensatória.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2019-05-21T16:41:11+00:00 23/11/2018|Categories: Crédito Pessoal|

About the Author:

Formado em Engenharia e apaixonado pela área Financeira, Ricardo Rodrigues criou a NValores em Agosto de 2013 com a missão de melhorar a literacia financeira dos Portugueses. Exerceu funções profissionais inerentes à categoria de Consultor Financeiro na Empresa Maxfinance, nomeadamente assessoria na obtenção de crédito pessoal, crédito consolidado, crédito automóvel, cartões de crédito, crédito hipotecário, leasing, seguros e aplicações financeiras. Desde de 2013 com funções profissionais inerentes à categoria de CEO na RRNValores Unipessoal, Lda, especificamente, gere uma equipa formada por consultores, marketing de conteúdos e programadores que criam, desenvolvem e mantêm uma plataforma com informação e comparação de produtos financeiros gratuita para todos os utilizadores. Email: geral@nvalores.pt

Leave A Comment