Novas taxas máximas de usura 1º Trimestre de 2017

By |30/12/2016|Categories: Bancos|

Com a crise económica que se deu nos últimos anos, muitas foram as pessoas que pediram créditos ao banco ou a outras entidades por diversos motivos. Trimestralmente são revistas as taxas de usura dos créditos efetuados e 2017 não é exceção.

Se não sabe o que é a taxa de usura nós vamos explicar-lhe.

Bónus: Para o ajudar a conhecer melhor os seus direitos e deveres, preparámos um relatório para Download sobre o crédito pessoal em Portugal, que pode imprimir e usar antes de negociar com uma instituição financeira.

1. O que são as taxas de usura?

A taxa de usura está relacionada com os empréstimos bancários e os valores máximos de cobrança de juros que podem ser aplicados a cada crédito. De forma simplificada, fala-se de crédito usura sempre que aquando da cobrança de um empréstimo resulta a cobrança de juros elevados, lesando assim quem contraiu o empréstimo e beneficiando quem o concedeu.

O limite máximo da taxa de usura é fixado pelo banco de forma a impedir condutas criminosas por parte das empresas que concedem créditos. Esta taxa é revista trimestralmente tendo por base a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetivos Globais) em vigor.

2. Taxas de usura em 2017 por trimestre

Os limites máximos da taxa de usura em 2017 são fixados pelo Banco de Portugal, e a cada três meses surgem novos limites máximos, para as taxas de juro que podem ser aplicadas pelos bancos ou por outras entidades financeiras que concedam linhas de crédito.

Cada tipo de crédito incorre numa taxa de usura máxima, que vamos divulgar de seguida.

Download do Histórico

1º Trimestre de 2017

Tipo de CréditoTAEG Máxima
Crédito pessoal com finalidade de educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,5% – Baixou 0,1%
Outros créditos pessoais (sem finalidade especifica, lar, consolidado e outras finalidades)14,3% – Aumentou 0,1%
Crédito Automóvel, Locação Financeira ou ALD: novos5,5% – Manteve-se inalterada
Crédito Automóvel Locação Financeira ou ALD: usados6,9% – Aumentou 0,2%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: novos10,2% – Baixou 0,1%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: usados12,8% – Manteve-se inalterada
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto17,0% – Baixou 0,3%
Tipo de CréditoTAN Máxima
Ultrapassagens de crédito17,0% – Baixou 0,3%

3. Taxas de usura em 2016 por trimestre

4º Trimestre de 2016

Tipo de CréditoTAEG Máxima
Crédito pessoal com finalidade de educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,6% – Aumentou 0,1%
Outros créditos pessoais (sem finalidade especifica, lar, consolidado e outras finalidades)14,2% – Baixou 0,2%
Crédito Automóvel, Locação Financeira ou ALD: novos5,5% – Baixou 0,1%
Crédito Automóvel Locação Financeira ou ALD: usados6,7% – Baixou 0,4%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: novos10,3% – Manteve-se inalterada
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: usados12,8% – Baixou 0,1%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto17,3% – Baixou 0,3%
Tipo de CréditoTAN Máxima
Ultrapassagens de crédito17,3% – Baixou 0,3%

3º Trimestre de 2016

Tipo de CréditoTAEG Máxima
Crédito pessoal com finalidade de educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,5%
Outros créditos pessoais (sem finalidade especifica, lar, consolidado e outras finalidades)14,4%
Crédito Automóvel, Locação Financeira ou ALD: novos5,6%
Crédito Automóvel Locação Financeira ou ALD: usados7,1%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: novos10,3%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: usados12,9%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto17,6%
Tipo de CréditoTAN Máxima
Ultrapassagens de crédito17,6%

2º Trimestre de 2016

Tipo de CréditoTAEG Máxima
Crédito pessoal com finalidade de educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,5%
Outros créditos pessoais (sem finalidade especifica, lar, consolidado e outras finalidades)14,8%
Crédito Automóvel, Locação Financeira ou ALD: novos5,9%
Crédito Automóvel Locação Financeira ou ALD: usados7,2%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: novos10,6%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: usados13,0%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto18,1%
Tipo de CréditoTAN Máxima
Ultrapassagens de crédito18,1%

1º Trimestre de 2016

Estas são as taxas de usura que podem ser aplicadas pelas entidades que realizam créditos no decorrer do 1º trimestre de 2016.

Tipo de CréditoTAEG Máxima
Crédito pessoal com finalidade de educação, Saúde, Energias Renováveis e Locação Financeira de Equipamentos5,3%
Outros créditos pessoais (sem finalidade especifica, lar, consolidado e outras finalidades)14,8%
Crédito Automóvel, Locação Financeira ou ALD: novos6,1%
Crédito Automóvel Locação Financeira ou ALD: usados7,4%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: novos10,5%
Crédito Automóvel com reserva de propriedade e outros: usados13%
Cartões de Crédito, Linhas de Crédito, Contas Correntes Bancárias e Facilidades de Descoberto17,9%
Tipo de CréditoTAN Máxima
Ultrapassagens de crédito17,9%

É importante que tenha estas taxas em mente para não ser cobrado em excesso quando pedir crédito.

Caso alguma entidade exceda a taxa máxima de usura em 2016, estabelecida pelo Banco de Portugal, está a incorrer num crime de usura que é punível por lei.

Fonte: http://clientebancario.bportugal.pt/