Seguros 2017-05-19T01:32:05+00:00

Poupe No Seu Seguro! Encontre as soluções mais baratas das seguradoras.

Faça a sua simulação em menos de 1 minuto. Sem compromisso!

[fusion_imageframe lightbox=”no” lightbox_image=”” style_type=”none” hover_type=”none” bordercolor=”” bordersize=”0px” borderradius=”0″ stylecolor=”” align=”left” link=”” linktarget=”_self” animation_type=”0″ animation_direction=”down” animation_speed=”0.1″ hide_on_mobile=”no” class=”” id=””] [/fusion_imageframe]
echo adrotate_ad(99, true, 0, 0);

O setor dos seguros é extremamente competitivo em Portugal. O grande número de empresas que atuam neste setor e o seu elevado grau de especialização jogam a favor dos clientes, que cada vez mais podem escolher entre diversas opções, garantindo assim que podem ter acesso às condições mais competitivas. Qualquer que seja a área em que necessite de um seguro, o cidadão português já sabe que com um pouco de pesquisa conseguirá encontrar um produto completamente adequado às suas possibilidades e necessidades.

Soluções Em Seguros Disponíveis Para Si!

Outras Soluções!

Informação Relacionada

História dos Seguros em Portugal

A história dos seguros em Portugal é extremamente antiga, não fosse Portugal considerado, por alguns especialistas, como o berço dos seguros.
O início da história dos seguros, em Portugal e no mundo, remonta a 1292, quando o Rei Dom Diniz implementou a primeira forma de seguro em Portugal. Inicialmente, esta forma de seguro era totalmente destinada aos riscos marítimos.

Os seguros estabelecidos por D. Diniz obrigava a que os mercadores firmassem um acordo, com o objetivo de assegurar o pagamento de um “prémio” sobre as embarcações.

Os montantes obtidos eram canalizados para fazer face a despesas motivadas pela perda de embarcações ou mercadorias.

Dado que não ocorria transferência de risco ou responsabilidade, este sistema é encarado como uma espécie de “embrião” do que viram a ser os seguros.

O Que É Um Seguro?

Quase todas as semanas utilizamos a palavra “seguro”, mas a verdade é muitas pessoas não conhecem o real conceito por trás de um seguro.

Os seguros começam por ser um contrato celebrado entre uma seguradora e um segurado. De acordo com este contrato, o seguro deve realizar o pagamento de um prémio e em troca a segurador dá garantias de indemnizar financeiramente, caso aconteça algum dos incidentes previstos nas condições acordadas.

Os seguros existem sobretudo para conferir uma maior tranquilidade aos clientes, que assim passam a saber que os danos causados por situações imprevistas podem ser, de alguma forma atenuados.

As Vantagens dos Seguros

Quem contrata um seguro procura sobretudo a proteção financeira que estes instrumentos concedem. Como a proteção pode incidir em bens, na saúde ou até na vida do segurado, podemos afirmar que os seguros se destinam e a toda e qualquer pessoa.

Porque nunca se sabe quando pode ocorrer um acidente automóvel, um incêndio em casa, um roubo ou um problema de saúde, é importante utilizar a proteção que os seguros conferem e garantir que para qualquer problema, haverá uma solução.

A principal vantagem da contratação de um seguro é exatamente essa: garantir que um incidente inesperado não causa tanto impacto negativo quando poderia, através de apoio financeiro.

Como Funcionam os Seguros em Portugal

Em Portugal, os seguros são regulados pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, do Instituto de Seguros de Portugal (ISP).

É esta autoridade que garante que apenas entidades devidamente credenciadas operam no mercado nacional de seguros e que procura assegurar que todas as normas estipuladas são cumpridas.

Sempre que um cliente se debate com problemas relativamente a um seguro, não conseguindo encontrar uma solução junto da sua seguradora, deve dirigir-se ao ISP e expor a sua situação.

Leave A Comment