Novo aeroporto do Montijo viabilizado por estudo ambiental - NValores

Novo aeroporto do Montijo viabilizado por estudo ambiental

By | 2018-05-15T22:07:18+00:00 15/05/2018|Categories: Dicas Úteis|Tags: |

Muito se tem falado sobre a possibilidade de ser criado o novo aeroporto do Montijo, contudo, ainda não havia a certeza se seria viável a sua construção por motivos ambientais.

O EIA (Estudo de Impacto Ambiental) que será entregue até ao final da semana ao Governo, viabiliza este projeto, contudo, aponta alguns impactos na fauna e na flora locais que a ANA – Aeroporto e Navegação Aérea, considera pouco significativos.

Contudo, iremos explicar-lhe um pouco melhor esta questão.

Quais os resultados do estudo de impacto ambiente realizado?

Um estudo de impacto ambiental, tal como o próprio nome indica, é um estudo técnico onde são analisadas e avaliadas a consequências para o ambiente decorrentes de um determinado projeto.

No mesmo, são identificados e avaliados de forma imparcial as consequências ambientais de determinado projeto (neste caso a construção do novo aeroporto) e quais as medidas que podem ser tomadas para evitar que os impactos sejam significativos.

O relatório que será apresentado ao Governo indica algumas questões que são importantes, e que devem ser conhecidas por parte da população, nomeadamente:

  • A construção do aeroporto terá um impacto pouco significativo na questão do ambiente sonoro, não se verificando nenhuma situação onde os limites legais sejam ultrapassados;
  • Impacto pouco significativo na fauna (como é o caso das aves, repteis e mamíferos) e na flora, tendo sido já desenvolvidas medidas preventivas;
  • Necessidade de melhoria dos acessos rodoviários;

Estes problemas, podem ser facilmente resolvidos, e por esse mesmo motivo, o EIA apresenta soluções para todos.

Quais as medidas que podem ser tomadas para minimizar o impacto ambiental?

Uma vez que o estudo ambiental viabiliza a construção do novo aeroporto do Montijo, a verdade é que vão ter de ser tomadas medidas de forma a que os poucos problemas encontrados sejam minimizados ao máximo.

Soluções previstas no âmbito da gestão da flora e fauna passam por:

  • Criação de um programa de gestão dos habitats que garanta que não irá existir nenhuma fonte de alimento para a avifauna, principalmente para as espécies que comportem um risco superior para a segurança aeroportuária;
  • Realização de contacto com agricultores e associações agrícolas locais de forma a serem aplicadas medidas que minimizem a atratividade de animais, nomeadamente evitando o abando dos resíduos resultantes da atividade de pesca e apanha de marisco;
  • Realização de campanhas de sensibilização da população para o bom estado dos meios de deposição de resíduos;
  • Minimização da presença dos pontos de água que funcionam como atração de aves;
  • Criação de um plano de controlo de risco que passa pela falcoaria, métodos sonoros e métodos visuais que impeçam a presença de animais na zona;

Quando falamos dos planos de melhoria a nível de infraestruturas rodoviárias, as medidas apresentadas são as seguintes:

  • Adoção de um pavimento menos ruidoso no novo acesso à A12, assim como a construção de barreiras acústicas que previnam a poluição sonora;
  • Criação de um plano de isolamentos sonoros para pontos sensíveis como são as escolas, hospitais e centros de saúde;
  • Criação ou melhoria de acessibilidades rodoviárias de forma a evitar a aglomeração de transito nas zonas de maior acesso;
  • Melhoria da estrada de acesso ao Cais do Seixalinho para o serviço fluvial de ligação a Lisboa.

Desta forma, o EIA demonstra que a nível ambiental não existe nenhum impacto que não possa ser minimizado ou eliminado, aprovando por isso o estudo ambiental do novo aeroporto do Montijo.

Este estudo será entregue ao Governo até ao final da semana, e estará ainda em consulta pública durante 40 dias, e é o terceiro passo na construção desta nova infraestrutura aeroportuária.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

By | 2018-05-15T22:07:18+00:00 15/05/2018|Categories: Dicas Úteis|Tags: |

About the Author:

Ricardo Rodrigues é consultor financeiro independente e presta serviços de consultoria financeira em crédito pessoal, crédito consolidado e crédito habitação. Email: geral@nvalores.pt