Simulador de Créditos Pessoais

O número de créditos pessoais concedidos tem aumentado na última década e isso revela que as pessoas estão a recorrer cada vez mais a esta nova forma de financiamento, para conseguirem comprar bens ou serviços, a que de outra forma não poderiam ter acesso.

O simulador do crédito pessoal ajuda a fazer uma melhor avaliação do crédito pedido e do verdadeiro impacto desse crédito no orçamento familiar mensal.

Atualmente os créditos pessoais são feitos tendo em mente várias finalidades, desde a remodelação da casa, umas férias de sonho, a aquisição de um eletrodoméstico novo ou até cobrir uma despesas médica elevada e inesperada, entre muitas outras.

O facto de o acesso ao crédito pessoal ser bastante simples e rápido, havendo entidades financiadoras que aprovam créditos até 50.000€ e disponibilizam o valor total em menos de uma semana tem feito com que este tipo de crédito se tenha tornado tão popular.

Mas antes de avançar com qualquer tipo de pedido de crédito pessoal, é importante conhecer as condições específicas do crédito, como por exemplo os seguros associados e os respetivos custos, a taxa de juros aplicada e as condições a aplicar em caso de amortização antecipada.

Após a reunião de todos os dados sobre o crédito pessoal que se pretende obter é aconselhável usar um simulador de crédito pessoal. Só com o auxílio desta ferramenta é que se consegue ter uma noção real dos custos mensais que o crédito pessoal acarreta.

Como usar o simular de crédito pessoal?

Utilizar o simulador de crédito pessoal é muito simples, bastando inserir os dados básicos sobre o crédito pessoa a contratar, tais como:

  • Valor total do crédito a pedir
  • Prazo de pagamento pretendido
  • Taxa de juros associada
  • Valor de seguros associados
  • Custo de eventuais comissões mensais (por exemplo, valor custo de transferência bancária)
  • Custo de abertura de processo

Depois de colocar todos os dados no simulador de crédito pessoal, é possível obter o custo mensal a suportar pelo empréstimo em causa. Caso veja que o valor é muito elevado, ou que pelo contrário, até pode despender uma verba mensal um pouco superior, pode aumentar ou diminuir o prazo de pagamento até encontrar o valor mensal que melhor satisfaz as suas possibilidades financeiras.

O que fazer depois de usar o Simulador de crédito pessoal?

Fazer uma avaliação completa do crédito pessoal é importante, para que possa encontrar um valor de mensalidade a liquidar que vá ao encontro das suas possibilidades. Contudo, depois de encontrar esse valor há algo mais que pode fazer para se assegurar de que está a tomar a decisão correta.

Referimo-nos a calcular a taxa de esforço familiar, incluindo o valor dessa nova mensalidade, por forma a ter uma visão global da relação entre os seus rendimentos e as suas despesas mensais.

Para fazer esse cálculo basta somar todos os rendimentos e despesas com créditos (se a casa for alugada deve considerar o valor do aluguer). Depois divide a soma dos créditos pela soma dos rendimentos e multiplica por 100.

A taxa de esforço ideal deve inferior a 30% e qualquer taxa de esforço igual ou superior a 40% é um sinal claro de problemas futuros, que podem ser evitados com medidas simples, como por exemplo, alargar o prazo do crédito pessoal ou pedir um montante total menor, reduzindo assim os encargos mensais.