Crédito Habitação

Simule e compare todos os produtos em crédito habitação. Rápido, fácil & 100% grátis.

Declaro que li e compreendi os Termos e Condições e Política de Privacidade do NValores e aceito a utilização e tratamento de dados para os fins descritos nas condições. Aceito que os meus dados sejam tratados pelo NValores para os principais fins descritos no site e aceito receber e-mails de ofertas e promoções dos nossos parceiros. Pode optar, a qualquer momento, por deixar de receber estes e-mails clicando na opção "unsubscribe" em qualquer e-mail que receber do NValores.

Atualmente comprar uma casa significa, para a esmagadora maioria das pessoas, recorrer a um crédito à habitação. Os elevados preços das casas contrapostos à diminuição dos salários e de outras fontes de rendimentos, representam fatores que não permitem que a maior parte dos portugueses possa comprar uma casa sem recorrer a um crédito à habitação, como acontecia há algum tempo atrás.

Desta forma, a procura de informação fidedigna sobre temas como o crédito à habitação mais barato, crédito à habitação para jovens e até crédito à habitação legislação aumentou substancialmente nos últimos anos.

Vamos fazer um pequeno resumo de tudo o que precisa de saber.

EntidadeMontanteTAEG %DescriçãoLink
SantanderMontante máximo não referido4.467%O Santander não deixa os seus créditos por mãos alheias: a TAE de 4.467 é a mais baixa do mercado.Simular
Deutsche BankMontante máximo não referido4.745%O Deutsche Bank é um dos bancos a oferecer atualmente uma TAE abaixo de 5%.Simular
MontepioMontante máximo não referido5.026%De entre os bancos portugueses, o Montepio é neste momento a instituição com a melhor proposta no que diz respeito à TAE.Simular
BPIMontante máximo não referido5.10%O Crédito à Habitação do BPI é atualmente uma das soluções mais equilibradas do mercado.Simular
BBVAAté 750 mil euros5.115%O BBVA tem no mercado uma das soluções de Crédito à Habitação mais flexíveis do mercado.Simular
BarclaysMontante máximo não referido5.308%Com uma TAE de 5.308%, a empréstimo de habitação proposto pelo Barclays é seguramente uma opção a ter em conta.Simular
CGDMontante máximo não referido5.498%O banco estatal português oferece neste momento um empréstimo à habitação com TAE a partir de 5.498%.Simular
Crédito AgrícolaMontante máximo não referido5.60%O Crédito Agrícola coloca ao dispor dos seus clientes um crédito habitação com TAE a iniciar-se em 5.60%.Simular
Banco BestMontante máximo não referido5.840%A solução de empréstimo de habitação do Banco Best oferece algumas condições interessantes.Simular
BanifMontante máximo não referido6.405%Apesar de não apresentar uma das TAEs mais competitivas, o banco Banif é uma opção sólida no Crédito à Habitação.Simular
Millennium BCPMontante máximo não referido6.731%O Millennium BCP, um dos maiores bancos nacionais, tem no mercado um empréstimo à habitação com TAE a partir de 6.731%.Simular
Banco BICMontante máximo não referido7.329%A solução de crédito à habitação do Banco BIC não se destaca pela competitividade das suas taxas.Simular
BESMontante máximo não referido7.39%O Banco Espírito Santo tem hoje no mercado soluções de crédito à habitação com TAE a partir de 7.39%.Simular
UCIMontante máximo não referido4.994%A UCI é especialista em Créditos Imobiliários e oferece uma TAE extremamente apelativa.Simular

Agora já sabe o que é um crédito à habitação e o que importa avaliar. Também já conhece alguns exemplos concretos dos melhores créditos à habitação do mercado atual.

Mas lembre-se que o ajustamento do crédito à habitação a cada caso individual é essencial para garantir que está a optar pela melhor opção.

O crédito à habitação é, por definição, um empréstimo feito por uma entidade financeira ou instituição bancária, que tem como objetivo a aquisição de uma casa, de terrenos ou até a construção de uma habitação própria.

Sempre que alguém pretende comprar habitação própria e não tem dinheiro suficiente para tal, pode recorrer a um empréstimo para fins de habitação.

Para que o crédito seja aprovado é necessária que sejam apresentados documentos sobre a habitação pretendida e comprovativos de rendimentos. Depois de uma análise detalhada de toda a documentação e da avaliação da casa, o crédito será aprovado ou não.

Na grande maioria dos casos ter um fiador aumenta bastante as probabilidades de conseguir a aprovação do crédito à habitação.

A legislação dos créditos à habitação é bastante extensa, mas podemos destacar o facto de existirem condições especiais de crédito à habitação para deficientes e a obrigatoriedade de fazer um seguro de vida.

O spread e a taxa de juros a pagar são dois termos muito frequentes no mundo dos créditos à habitação, no entanto ainda há muitas pessoas que não compreendem estes dois conceitos.

O spread é um valor definido por cada instituição bancária ou entidade financiadora e significa o seu lucro. Ou seja, é o que o banco ou entidade financiadora irão ganhar por conceder o empréstimo.

O valor do spread é sempre negociável e há muitos bancos que oferecem reduções no spread, caso o cliente opte por usar alguns serviços bancários comuns, como a domiciliação de ordenado e de ordens de pagamentos, a adesão a contas poupanças, entre outros.

Já a taxa de juros pode estar indexada a vários indicadores, sendo que o mais frequente é à Euribor e representa o valor real de juros que serão pagos pelo empréstimo. Este valor é sempre variável, de acordo com as movimentações dos mercados.

A escolha do crédito à habitação é algo muito importante, pois apesar de poder mudar de banco no decorrer do empréstimo, esse processo não é simples e implica sempre alguns custos de valor elevado.

O ideal é fazer logo a escolha certa, mas por vezes isso parece um desafio impossível de ultrapassar.

A primeira coisa que deve fazer para se assegurar que está a optar pela melhor opção é consultar várias entidades financeiras e instituições bancárias, por forma a poder fazer um comparativo das condições que oferecem.

Não se esqueça de considerar as eventuais despesas anuais, que a contratação de alguns serviços bancários possa representar.

Depois de ter selecionado as propostas mais interessantes leia com muita atenção todas as cláusulas contratuais. Afinal de contas vai assinar um contrato de crédito com uma duração bastante prolongada, pelo que é importante reunir o máximo de informação possível.

Não se esqueça de verificar a cláusula de incumprimento de crédito a habitação, saber qual é o período de carência nesses casos e o que poderá fazer para resolver a situação da melhor forma possível.

Ao assegurar estes pontos, tomar a decisão certa é mais simples do que pode parecer.

Na verdade, tomar a decisão acertada é tão simples quanto fazer uma análise de números.