Como baixar o spread do meu crédito habitação?

By | 2017-07-28T04:24:48+00:00 28/07/2017|Categories: Crédito à Habitação|
Baixar o spread

Um dos maiores problemas de quem adquiriu casa há alguns anos, passa simplesmente pelo valor absurdo que está a pagar relativamente ao spread do credito habitação.

Simular crédito habitação

No entanto, muitas pessoas não sabem, mas é possível baixar o spread do crédito habitação com alguma facilidade.

Se é um dos milhares de contribuintes que se encontra a pagar um valor de spread superior a 2%, saiba que a sua negociação, pode fazê-lo poupar milhares de euros até ao final do contrato.

Hoje o NValores vai dar-lhe algumas dicas que o vão ajudar efetivamente a negociar e baixar o spread do seu crédito habitação.

Siga as nossas dicas e prepare-se para poupar milhares de euros.

5 dicas para negociar e baixar o spread da sua casa

Se antigamente os bancos concediam crédito habitação com spreads exorbitantes, hoje em dia verifica-se exatamente o contrário. Cada vez mais os banco têm vindo a descer, e a “guerra” neste momento, faz-se de forma a ver qual o banco que oferece spreads mais baixos.

No entanto, é importante que antes de fazer o que quer que seja, olhe bem para o seu contrato e veja quais as condições que foram contratadas, de forma a poder realizar o máximo de simulações possíveis e negociar o spread da melhor forma possível.

As nossas dicas vão ajudá-lo nessa tarefa.

Conheça-as de seguida.

Veja também: Transferência de crédito habitação? Veja quando vale a pena!

1 – Fale com o seu banco

Quem tem atualmente um spread com uma percentagem superior a 2%, tem a possibilidade de baixar imenso o valor da prestação mensal e consequentemente poupar imenso no pagamento do valor restante do crédito habitação contratado.

Desta forma, é imperativo que o seu primeiro passo seja falar com o seu gestor bancário, de forma a que possa discutir com ele melhores taxas de juros e um valor mais atrativo de spread.

Tenha sempre em conta que um bom relacionamento com o banco assim como a antiguidade podem ser boas vantagens aquando da renegociação do spread.

No entanto, é bastante importante que antes mesmo de falar com o banco, faça algumas simulações online de forma a perceber o que é que os outros bancos estão a oferecer.

2 – Subscrição de produtos complementares

A subscrição de produtos financeiros complementares e a domiciliação de ordenado, podem também ser uma boa forma de baixar o spread do empréstimo da sua casa.

No entanto, tenha sempre em conta que o principal intuito da negociação é baixar a prestação da sua casa, assim sendo, deve analisar quais as taxas de juros associadas aos produtos que lhe estão a oferecer para conseguirem baixar o spread.

De forma a analisar essa informação, deve recorrer à TAER (Taxa Anual Efetiva Revista), que de acordo com as definições do Banco de Portugal, englobam a taxa de juro e todos os valores associados à aquisição de qualquer produto ou serviço financeiro.

3 – Boa entrada ou amortização

Outra forma de negociar o spread com o banco, passa simplesmente por aquando da aquisição do imóvel, dar uma boa entrada para o mesmo.

Desta forma, irá aumentar a confiança do banco na sua estabilidade financeira, permitindo que os mesmos possam efetivamente baixar um pouco mais o spread para a contratação desse crédito.

Outra opção, passa também por falar com o seu gestor bancário e verificar com ele se é possível realizar a amortização de um valor parcial da casa, de forma a baixar o spread.

Neste último caso, deve ter em conta que muitas vezes poderá ter de pagar uma comissão de reembolso por amortização antecipada (assim sendo, é necessário que verifique se efetivamente compensa).

4 – Aquisição de imóveis de banco

Embora muitas famílias desconheçam esta questão, se está neste momento à procura de casa, saiba que os imóveis vendidos pelo banco, têm tendência a ter um spread bastante mais baixo e com bonificações especiais para compra.

Além de tudo, são os únicos imóveis que podem, pontualmente, ser financiados a 100% pela entidade bancária.

5 – Transferência de crédito habitação

Embora até há bem pouco tempo não se falasse propriamente da transferência de crédito habitação, esta é uma opção que deve ter em conta se pretende efetivamente negociar o spread do seu crédito.

Embora possa ser cobrada uma comissão de amortização antecipada do crédito (que varia entre 0,5% para taxas de juro variáveis e 2% para taxas de juro fixas), saiba que muitos bancos já cobrem o valor associado a essa mesma transferência.

Assim sendo, realize diversas pesquisas e faça o máximo de simulações possíveis de forma a poder encontrar uma entidade financeira que lhe permita baixar o spread de forma considerável, melhorando desta forma a sua estabilidade financeira e poupando imenso dinheiro.

Agora que já sabe como é que pode efetivamente baixar o spread da sua casa, está na hora de começar a analisar as várias opções e tentar optar por aquela que seja melhor para si e que se adeque às suas necessidades.

Se tiver alguma dúvida ou questão, ou se quiser que o NValores trate de tudo por si, preencha o nosso simulador de transferência, pois estamos à sua inteira disposição para qualquer questão adicional.

Relembramos ainda, que não cobramos qualquer tipo de comissão de avaliação de crédito para ver o estado do seu processo.

Gosta do nosso trabalho?

Siga a nossa página no Facebook

Simular crédito habitação
By | 2017-07-28T04:24:48+00:00 28/07/2017|Categories: Crédito à Habitação|

Leave A Comment